De acordo com um relatório do site MCV, duas grandes lojas de venda de games online estão falindo, e duas lojas britânicas varejistas de games estão pensando em não mais vender games que incluam integração com o Steam. Ou seja, games que necessitem da instalação do Steam para funcionarem. Já vi muito disto por aí, e o mais recente caso que vi foi no Direct2Drive. Não me lembro qual o game, mas existem muitos que fazem uso do Steam, ou melhor, que requerem o Steam para funcionar.

Agora, quais seriam estas duas lojas que estão à beira da ruína, e quais seriam as lojas britânicas que pensam em banir games que requerem a instalação do Steam? Um certo diretor não identificado, de uma concorrente do Steam, ainda disse que o “Steam está matando o mercado (de games) para PC“. Ameaças contra as publishers, no sentido de banirem de suas lojas games que obriguem os usuários a instalarem o Steam, também foram pronunciadas. Será que os usuários se importam com isto, aliás?

Temos de levar em consideração o fato de que a inclusão do Steam em qualquer game vendido fora do site da Valve é uma porta aberta para que o comprador amanhã compre não do local de onde acabou de comprar, mas sim do próprio Steam. Isto é algo que a concorrência teme, e com razão. Mas não deveriam, então, oferecerem melhores serviços/funcionalidades?

E temos também de convir que o Steam chegou onde chegou devido a um árduo trabalho que envolve marketing, tecnologia, investimentos pesados e, acima de tudo, carisma, dentre outros elementos. Além disso, distribuidores e desenvolvedores não incluem o Steam em seus games à toa. Banindo games de suas lojas, qualquer loja, digital ou não, apenas atrairá sobre si enorme antipatia, além de deixar de vender. É muito mais fácil e lógico brigar com a concorrência oferecendo serviços melhores do que partir para ações drásticas e estúpidas como estas. Fico aqui me perguntando quais seriam as tais lojas.

(Via: Kotaku)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest