A distribuidora “Activision” não tira da cabeça a idéia de cobrar assinaturas (mensais, trimestrais, anuais ou qualquer outra periodicidade que eles possam ter em mente) para os games da franquia “Call of Duty”, inclusive “Modern Warfare 2”, é claro.

Apesar da desenvolvedora “Infinity Ward” ter tirado o corpo fora, Bobby Kotick, da Activision, disse algumas palavras que demonstram a possibilidade de, em algum momento, surgirem “pacotes de assinatura” para os games da série:

(Tradução livre)

“Se você pensar no sucesso que obtivemos em outras categorias de produtos na assinatura, você pode ter uma noção da direção que nós queremos dar a esta franquia”.

É, os caras estão pensando sério nessa hipótese. E quer saber? Não vejo nada demais em ofertarem este tipo de serviço, pago, que ofereça itens “in-game” e outras vantagens. Se o negócio dá dinheiro, se existe gente disposta a gastar, por que deixar de oferecer (e lucrar com isto)?

A Sony não está pensando também em oferecer várias modalidades de assinaturas “pagas”, cada uma com benefícios maiores ou menores, porém mantendo a jogatina online gratuita?

Não acredito que tenhamos de pagar, por exemplo, para jogar “Modern Warfare 2” online. Já assinamos a Xbox Live para isto. Acredito que a Activision talvez esteja pensando, por exemplo, em vender serviços extras, “addons”, itens não essenciais porém desejáveis, por muitas pessoas.

Agora, se tivermos de gastar mais dinheiro além da assinatura da Live para jogar qualquer um dos games da série “Call of Duty” online, por exemplo, aí sim é sacanagem pura. Mas não creio que seja o caso. Ou, pelo menos, assim espero.

(Via: Joystiq)

Pin It on Pinterest