Esta tal “hipotética” morte do PC enquanto plataforma de jogos eletrônicos já ficou para trás, em minha opinião. Há muito tempo, e chego a pensar se algum dia o PC correu algum risco, neste quesito. A Valve anunciou que a versão para PC de Skyrim contará com suporte ao  Steam Workshop, e a Bethesda forneceu informações muito legais em seu blogThe Elder Scrolls V: Skyrim já é um jogo imenso e fantástico, e o trabalho dos “modders” em cima do jogo tem também sido fantástico, mesmo o título tendo sido lançado há pouco tempo atrás.

Digamos que agora, com esta integração entre Skyrim e o Steam Workshop, a busca e a instalação de mods para o RPG se tornará muito mais confortável. A própria Bethesda diz que está “encantada com a resposta” dos fãs ao seu novo título, e menciona que em Janeiro de 2012 lançará o “Creation Kit“, o qual será totalmente gratuito. Segundo a empresa, trata-se de um pacote que contém ferramentas utilizadas pelos desenvolvedores na criação do game. O lançamento do “Creation Kit” será acompanhado de uma Wiki e também de vídeos para ajudar os futuros criadores.

Isto tudo, na verdade, poderá também aumentar a quantidade de criadores de mods para Skyrim. Aliás, o “Steam Workshop” será integrado com o “Creation Kit”, e todos os mods criados pela comunidade de “modders” serão enviados para o sistema da Valve, através do qual eles poderão ser baixados, votados e “marcados”. Mods marcados como favoritos pelos usuários, digamos, serão automaticamente baixados e instalados no jogo, e vale ressaltar que as votações e as marcações poderão ser realizadas a partir de qualquer dispositivo com acesso à internet.

Digamos que você esteja na rua e, em seu smartphone, encontre algum mod legal pelo qual se interesse. Basta, então, marcá-lo; assim que chegar em casa e iniciar o jogo, o mod será automaticamente baixado e instalado. Isto não impedirá também que os jogadores continuem instalando mods em Skyrim sem a utilização do Steam Workshop, e mods ainda poderão ser baixados do Skyrim Nexus, dentre outros websites, sem problema algum.

Isto é algo simplesmente fantástico, e que somente será possível na versão para PC de Skyrim. É uma pena que os jogadores nos consoles não contem com todas estas coisas sensacionais, aliás, mas por outro lado, mais uma vez, recebemos uma bela notícia que mostra que, mais do que nunca, o PC está vivo. Vivo e forte, e não somente como ferramenta de trabalho, por exemplo, mas também como uma fantástica plataforma para jogos eletrônicos.

Todos os mods disponibilizados através do “Steam Workshop” também serão gratuitos, é claro, e eu acredito que a integração com o sistema da Valve tornará a experiência dos Dragonborns ainda mais sensacional. Pelo que se pode perceber, o sistema tornará a instalação dos mods muito fácil, e muita gente que hoje, talvez, tem medo de instalá-los, poderá passar a fazer uso dos mesmos sem problemas e de forma descomplicada. Pelo menos é o que se espera.

O PC realmente não morreu enquanto plataforma de games. A Valve sempre nos lembra disso, e duvido muito que computadores um dia deixem de ser utilizados para esta finalidade. Temos aí gigantes como AMD e NVIDIA investindo pesado no desenvolvimento de placas gráficas cada vez mais poderosas, e a comunidade de PC gamers é enorme. Acredito que um jogo como Skyrim é perfeito para o PC, aliás, pois além dos melhores gráficos obtidos, contamos com o trabalho voluntário de gente extremamente talentosa que cria mods que o tornam ainda melhor.

É muito bom perceber também que a Bethesda continua apoiando este tipo de coisa, e que temos em mãos um jogo que além de já ter nascido imenso, irá crescer ainda mais. É claro que os gráficos não são tudo em Skyrim, e também é óbvio que temos mods para outras finalidades, além de melhorias gráficas. Estou cada vez mais entusiasmado com este game, e esta notícia por parte da Valve e da Bethesda me deixou ainda mais feliz.

Se observarmos tudo isto através de um patamar mais alto, podemos perceber inclusive que o mercado de jogos para PC vai muito bem. Diversos jogos ultimamente têm sido anunciados/lançados ou exclusivamente para PC ou primeiramente no PC. Take On Helicopters (óbvio que um simulador como estes só poderia ser lançado para PC), Hard ResetSerious Sam 3: BFE (primeiro no PC), AfterFall: InSanityJagged Alliance: Back in Action, títulos da Paradox Interactive, ótimos jogos de estratégiaNuclear DawnThe Second Guest, etc. Vou parar por aqui, pois a lista é longa.

Estúdios independentes também costumam fazer do PC sua “casa primária”, e temos verdadeiras obras primas criadas por algumas destas empresas/pessoas. A Bethesda e a Valve certamente sabem que ao integrarem Skyrim com o Steam Workshop muito mais pessoas se interessarão pelo jogo, principalmente pela enorme disponibilidade de conteúdo gratuito de altíssima qualidade. Elas estão mirando no PC, é claro, e talvez o fato de Skyrim, lançado em 11/11/11, continuar como o título mais jogado no Steam tenha sido um dos motivos de tanto interesse.

E é claro que todos nós iremos adorar navegar por uma “biblioteca de mods” dentro do game, votar naqueles que acharmos bacanas, conhecer quais são os mais baixados e instalar qualquer um deles com muito mais facilidade. Aliás, nada melhor para uma ocasião como esta do que assistir ao vídeo abaixo, onde uma garota fantástica chamada Lara exibe seus dons musicais, tocando os temas de Morrowind e Skyrim no piano e no violino. É muito bonito. Veja:

Link para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=cAnQQcIncq0&hd=1

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest