Alien

Aliens: Colonial Marines foi um fiasco vergonhoso. Fizemos até questão de reconhecer tal “conquista” durante o XboxPlus Awards 2013 escolhendo o desastre da Gearbox como a Maior Decepção do Ano. Felizmente, temos a confirmação de que mais um jogo do assassino xenomórfico está em produção, desta vez com uma proposta bem diferente e com a missão de reparar os danos que Colonial Marines deixou, feito por um estúdio que você jamais esperaria que pudesse criar um jogo assim, a The Creative Assembly.

Alien: Isolation será um survival horror em primeira pessoa que toma como base apenas o primeiro filme da franquia (Alien: O Oitavo Passageiro, de 1979), ao contrário dos demais jogos que quase sempre baseiam a ação no segundo filme, Aliens: O Resgate. Isso já nos dá o primeiro detalhe do novo título: estaremos enfrentando apenas um único Alien. Sem marines, sem Pulse Rifles, sem nada que tenha sido criado a partir do filme de James Cameron.

O jogador assumirá o controle de Amanda Ripley (filha da Ellen Ripley, a protagonista dos filmes) que sai em busca da mãe, quinze anos após os eventos do primeiro filme. Existe um intervalo de pouco mais de 50 anos entre o ataque do Alien à Nostromo, nave de Ripley, e o início de Aliens: O Resgate, quando Ripley acorda da hibernação e descobre que sua filha já havia falecido há anos. Alien: Isolation aproveita exatamente esta lacuna para responder o que aconteceu com Amanda durante esse tempo.

Alien

Como engenheira da Wayland-Yutani, Amanda recebe a chance de visitar uma estação espacial chamada de Sevastopol, cuja tripulação diz ter encontrado a caixa-preta da Nostromo. Chegando lá, as coisas não estão indo bem e o motivo de tudo isso você já pode imaginar. O arsenal é extremamente limitado, incluindo pouco mais do que um sensor de movimento e uma laterna, e o HUD é inexistente.

A mecânica de jogo é fortemente inspirada em Amnesia: The Dark Descent. Não há armas e o jeito é fugir do monstro que espreita as tubulações e corredores mal iluminados. O interessante aqui é que o Alien possui uma inteligência artificial própria e não segue rotas ou ações pré-definidas. Em outras palavras: você será atacado pelo bichano em momentos aleatórios e suas ações influenciarão o comportamento dele. Ele é capaz de aprender e se adaptar aos seus hábitos de fuga, forçando-o a buscar maneiras diferentes de se esconder. É… parece que se esconder em armários não será suficiente.

Alien: Isolation deve ser lançado ainda este ano e será o primeiro jogo em primeira pessoa desenvolvido pela The Creative Assembly, criadora da franquia Total War. Enquanto mais detalhes ainda estão escassos, segue abaixo dois vídeos: um impressionante trailer de jogabilidade, exibindo um pouco da atmosfera sombria do título; e uma entrevista com os desenvolvedores, debatendo um pouco sobre a criação dos personagens e cenários.

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest