AMD

Um roadmap vazado pelo site ProHardver.hu revelou que os atuais processadores codinome Vishera da AMD podem ser os últimos a serem fabricados pela gigante americana de semicondutores. A empresa já estaria desde o ano passado focando toda a atenção para sua crescente linha de APUs (Accelerated processing unit), antes conhecida como AMD Fusion.

A saída da AMD do mercado que a definiu como uma das maiores fabricantes de hardware do mundo já era especulada por muitos sites especializados em hardware. O vazamento do tal roadmap só aumenta essa suspeita – que já beira uma amarga confirmação. Os processadores da arquitetura Vishera, que incluem os AMD FX de até 8 núcleos, representam o que a empresa tem de mais novo desde 2012 e continuariam a ser fabricados e vendidos até 2015, não recebendo substitutos depois disso. Enquanto isso, ao menos três novas arquiteturas para APUs devem ser desenvolvidas e lançadas.

AMD

Vale lembrar que a AMD, além de também fabricar placas de vídeo, é a responsável pelos processadores que alimentam o Xbox One e o PlayStation 4 – e, por enquanto, não há sinal de que isso mude, pois trata-se de um segmento diferente.

Se você estava pensando em comprar um processador AMD, é melhor pensar de novo (ou esperar uma confirmação). As chances de você acabar ficando rapidinho com um socket morto na sua placa-mãe são altas. Além do mais, com a AMD fora do mercado, nada mais impedirá a rival Intel de jogar os preços lá em cima. Mas antes que você pense em um monopólio, lembre-se de que as APUs vem pouco a pouco conquistando seu espaço como uma alternativa interessante ao velho combo CPU/GPU.

Via TechPowerUp.

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest