Depois que Duke Nukem Forever foi finalmente lançado, após 15 anos de desenvolvimento, quem assumiu de vez a coroa de maior vaporware provavelmente foi Half-Life 2: Episode Three. O título que daria sequência ao final abrupto do seu antecessor, Episode Two, lançado em 2007 ao lado de Team Fortress 2 e Portal (na The Orange Box), teve seu lançamento prometido pela Valve para dezembro do mesmo ano. O tempo passou — cinco anos — e nada, nem uma mísera declaração ou dica sobre o futuro do jogo. Gabe Newell, o diretor da Valve, sempre quando questionado sobre título, tentava de todas as maneiras fugir do assunto e sair de fininho.

Enquanto a Valve nos deixou completamente no escuro quanto ao futuro da sua franquia mais famosa, a Arkane Studios, responsável pelo espetacular Dishonored, já estava trabalhando em Half-Life 2: Episode Four, o quarto episódio! Nem mesmo o terceiro episódio tinha dado sinal de vida e os caras já estavam trabalhando no quarto! Bom, pelo menos é o que mostrou o pessoal do ValveTime, site especializado em publicar informações e imagens vazadas dos projetos secretos da Valve.

O projeto carregava o codinome “Return to Raveholm” — uma referência à cidade fantasma visitada por Gordon Freeman mais ou menos na metade de suas aventuras em Half-Life 2, de 2004. As screenshots divulgadas mostram cenários e texturas novas e uma HUD com uma funcionalidade misteriosa. Por mais que não seja possível confirmar a procedência das imagens e vídeos, o funcionário da Valve, Marc Laidlaw, confirmou a existência do projeto, que seria uma parceria entre a Valve e a Arkane Studios.

“Nós somos grandes fãs da Arkane e estávamos atrás de um projeto em que pudéssemos trabalhar juntos. Nós jogamos algumas ideias, eles construíram algumas coisas bacanas, mas acabamos decidindo que não faria sentido seguir em frente naquele momento”, disse Laidlaw.

Mesmo o projeto demonstrando potencial, os dois estúdios resolveram interromper o desenvolvimento. A justificativa é bem lógica: pelo fato de Episode Three jamais ter sido lançado, não havia terreno preparado para basear um Episode Four. Em outras palavras, não tinha como criar um sucessor para um jogo que ainda nem existe — ainda há um rombo muito grande na história que precisaria ser explicado antes de prosseguir com o quarto episódio. A menos que o projeto fosse um spin-off ou um flashback, como sugeriu Marc Laidlaw.

“O fato de que [Episode Four] teria que se passar em algum momento antes de Episode Two (para não avançar além do ponto que a Valve parou) tornou-se uma restrição criativa que poderia arriscar o projeto… e a Arkane”, avisou Laidlaw. Logo, pelo bem da franquia, a ideia foi engavetada.

Veja pelo lado bom: se os desenvolvedores já estavam tão animados ao ponto de criar um sucessor para um título que ainda nem existe, é bem possível que esse evento renove nossa esperança de ver Half-Life 2: Episode Three — quem sabe até Half-Life 3 — em um futuro próximo. Bem mais próximo do que imaginamos.

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest