Notícias fresquinhas a respeito da recente aquisição da PopCap pela EA. A partir de agora, a PopCap é uma divisão da Electronic Arts, e logo no início de 2012 as bases de dados da criadora de Plants vs.  Zombies, Zuma e tantos outros jogos bacanas, serão fundidas com as de sua proprietária. Além disso, todas as informações que você forneceu à PopCap estarão, a partir daí, sob os “domínios” dos Termos de Serviço e da Política de Privacidade da EA.

Acredito que o pessoal da PopCap deva estar meio maluco, ao publicar algo assim: “Estamos muito animados com esta mudança, a qual irá ajudar a melhorar nossa capacidade em entregar serviços de jogos de alta qualidade para nossos valiosos e fiéis clientes“. Estranho: por que tanta animação? Jogada de marketing? A PopCap já não era uma ótima desenvolvedora antes de sua aquisição pela EA? A empresa já não possuía uma enorme legião de fãs? Seus jogos já não eram sensacionais e extremamente criativos?

A EA irá assumir a responsabilidade por todas as informações que os usuários forneceram anteriormente à PopCap, seja durante compras, seja durante simples assinaturas de newsletters, etc. Uma solução para quem não deseja fornecer seus dados à EA, aliás, é proposta pela PopCap. Creio eu, entretanto, que isto seja desnecessário mas, de qualquer forma, abaixo segue a solução:

Se você não está disposto a concordar com estes novos termos, você ainda será capaz de utilizar os serviços da PopCap e gastar qualquer moeda virtual existente, pelo menos durante os próximos 30 dias. Em algum momento ou após 2 de Janeiro de 2012, será solicitado que você aceite nossos (nossos?) novos termos antes que você possa acessar produtos e/ou serviços da PopCap. Depois disso, você não será mais capaz de acessar produtos ou serviços da PopCap a menos que você concorde com os Termos de Serviço e com a Política de Privacidade da EA. Se você não quer que a EA tenha acesso às suas informações e prefere parar de utilizar a PopCap a partir de 31 de Dezembro de 2011, você pode solicitar a exclusão de suas informações pessoais ao invés de submeter uma solicitação à equipe de suporte da PopCap“.

Acho muito estranho tudo isto, e não vejo motivo algum para tanta “felicidade” por parte da PopCap. A empresa agora não é mais “dona de seu nariz”. Aliás, ela nem estava “mal das pernas”, pelo que sabe, antes de sua aquisição. Além disso, já tivemos uma má surpresa em relação à PopCap, após a tal aquisição, com algumas atitudes muito ao estilo da EA e de outras grandes publishers. É claro que todos nós que jogamos títulos da EA estamos também sob o “governo” dos Termos de Serviço da empresa.

O que me entristece, entretanto, é ver a PopCap agindo como se isto fosse algo fantástico. Algo que fosse nos fornecer algo de bom, algo inovador, algum presente, quem sabe, etc. Aliás, a imagem que ilustra este artigo não condiz com o que sinto a respeito disto tudo. Talvez nem mesmo a própria PopCap esteja tão feliz, uma vez que tudo pode estar sendo feito à mando da própria Electronic Arts, afinal, estamos falando de mais um estúdio adquirido pela gigante.

Acredito que este mesmo e-mail que recebi deve ter sido recebido por todos os assinantes da newsletter da PopCap e/ou por quem já adquiriu algum game na própria loja do estúdio. O que fica tristemente claro é que mais um estúdio é abocanhado por uma empresa gigante que visa muitas vezes lucros acima de tudo. Empresas são empresas, é claro, e certamente a EA quer ganhar muito dinheiro com seus produtos e serviços. Afinal, 650 + 100 milhões não foram gastos à toa.

Espero sinceramente, entretanto, que a PopCap continue nos entregando bons jogos e que a mesma não seja fechada no futuro. Espero também que não sejamos bombardeados com pacotes com zumbis de natal, zumbis de carnaval, zumbis de inverno, etc.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest