Hoje, 25 de Outubro de 2011, o game Battlefield 3, da dupla DICE/EA, foi finalmente lançado, para Xbox 360, PC e Playstation 3. Trata-se de um dos lançamentos mais aguardados do ano. Um jogo que promete esquentar este final de 2011, pelo menos em relação aos First Person Shooters de guerra, pois Modern Warfare 3, da Infinity Ward/Activision será lançado em 08 de Novembro, para as mesmas plataformas.

A Electronic Arts chega a afirmar que Battlefield 3 representa “o maior lançamento de um FPS em sua história”, e traduz a frase em números. A empresa informou que cerca de 3 milhões de unidades do jogo foram vendidas durante o período de pré-venda, e que mais de 9,5 milhões de pessoas baixaram a versão beta de BF3. Acredito que estes números representem uma antecipação à qualidade do título. Assim espero.

Desenvolvido com a poderosa engine Frostbite 2, da própria DICE, Battlefield 3 apresenta ao jogador gráficos verdadeiramente deslumbrantes. Quem participou do beta pôde se deslumbrar com os mesmos, mesmo em um único mapa (meu caso). O título da DICE já ganhou mais de 60 prêmio ao redor do mundo, e segundo a EA, o jogo conta com uma “campanha singleplayer imersiva, um intenso modo co-op e um explosivo modo multiplayer“.

Espero mesmo que a campanha de BF3 seja fantástica, contrariando tudo o que já ouvimos falar até agora a respeito de sua falta de profundidade e outros fatores negativos. O jogo já conta com um fantástico Metascore 93, e a gigante EA menciona que durante o beta multiplayer do título, 42 bilhões de tiros foram disparados, e 1,6 bilhões de mortes foram registradas.

Apesar deste lançamento não contar, por exemplo, com o mesmo nível de destrutibilidade de cenários presente em outros títulos da franquia, como Battlefield: Bad Company 2, por exemplo, é inegável o fato de que seus gráficos são espetaculares. Efeitos especiais fantásticos fazem parte do jogo, o qual também deve provocar problemas a muitos jogadores durante o gameplay, pois é meio difícil jogar sem ficar parando por algum tempo para observar o ambiente.

Durante o gameplay, os jogadores poderão pilotar uma grande variedade de veículos, como por exemplo jatos, tanques, helicópteros, jipes, etc. O Battlelog é outra funcionalidade muito bacana. Trata-se de uma espécie de rede social especialmente dedicada ao jogo. Só espero que tenham mudado o esquema de acesso ao multiplayer, pois no beta este ocorria através do website.

Para acompanhar o game, a Orion Publishing irá lançar um romance chamado “Battlefield 3: The Russian”, escrito pelo ex-membro da SAS e autor de “Bravo Two Zero”, Andy McNab, em parceria com Peter Grimsdale. Será que isto significa que realmente a campanha do jogo será bem estruturada, imersiva e, trocando em miúdos, será algo que valha a pena ser jogado? Espero que sim, e McNab, aliás, trabalhou com a DICE para aumentar o realismo de Battlefield 3.

Creio que este é o ponto mais alto desta franquia que começou em 2002, com Battlefield 1942, e que já vendeu mais de 40 milhões de unidades até hoje. Os mapas maiores e abertos da franquia representam algo que gosto bastante em jogos deste tipo, e a variedade de veículos que se pode controlar também é muito bacana.

O lançamento de BF3 na Europa ocorrerá no dia 27 de Outubro, vale ressaltar. E até agora, nada do título no Steam, apesar do mesmo já estar à venda no GamersGate, no Direct2Drive, no Gamesplanet e no Origin, é claro. Vamos aguardar, mas que este é um lançamento fantástico, ninguém pode negar. E espero sinceramente que sua campanha seja bacana.

Enquanto isto, se você ainda não viu, dê uma olhada no trailer de lançamento de Battlefield 3:

Link para o vídeo em 720p:

http://www.youtube.com/watch?v=ngNf47dI20w&hd=1

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest