Battlefield 4 terá campanha melhor e com mais emoção, segundo EA

Battlefield 3 não foi e nem é um jogo ruim. De forma alguma. Muito pelo contrário, trata-se de um ótimo FPS militar. Um título que, no PC, além disso, proporciona, dependendo da configuração em questão, um espetáculo visual e tanto. Obviamente todos também sabemos que o modo multiplayer do jogo é jogado por muita, muita gente.

Muitas dessas pessoas nem finalizaram a campanha do jogo. Muitas, também, sequer  tocaram nela, o que é uma pena, porque ela é bem legal. Tem lá seus altos e baixos, mas é algo que vale a pena ser experimentado. E quem gosta de shooters e de uma boa história, de jogos dotados de bons modos solo, imersivos e cativantes, talvez deva ficar de olho em Battlefield 4. A EA divulgou algumas informações bem interessantes a respeito, além de um vídeo de gameplay de BF4 com cerca de 17 minutos de duração.

Tudo é muito bonito, no vídeo. E o que a Electronic Arts disse sobre o jogo é também digno de nota. Espero que tudo seja mesmo verdade. Que não soframos mais decepções, e que não vejamos outra franquia sendo posta em risco. Antes de entrar no assunto propriamente dito, gostaria de comentar um pouco a respeito da campanha de Battlefield 3. Para mim, o elemento principal de um jogo eletrônico é, justamente, sua campanha.

Battlefield 4

E a campanha do Battlefield de 2011 é bacana. Curta e sem inovações, é claro, mas ainda assim, uma boa campanha. A poderosíssima engine Frostbite 2, da DICE, também ajuda a fazer com que diversos momentos da história sejam marcantes, seja por estarmos combatendo em meio a um belíssimo cenário, seja por estarmos sendo prejudicados, admirando ou até mesmo utilizando elementos destrutíveis do ambiente.

Como disse em meu review de 2011, aliás, algumas coisas em relação a este aspecto do jogo me decepcionaram:

Apesar do título não contar com o nível de destrutibilidade de cenários que eu gostaria, apesar de não ser possível destruir paredes, casas, prédios, etc, como em Battlefield: Bad Company 2, mesmo com a presença do ‘Destruction 3.0’, digamos que esta possibilidade foi inserida no jogo em doses menores que, no entanto, não interferem de forma negativa na experiência. Aliás, doses menores não: a destruição agora está à cargo do jogo, e não do jogador, em muitos momentos“.

E aqui está justamente algo que a Electronic Arts e a DICE pretendem melhorar no novo shooter. Isto, além de nos entregar uma campanha mais dramática, emocionante e crível. Segundo a EA, ainda, o modo solo do novo FPS militar contará com diversos elementos até agora vistos somente no multiplayer da franquia.

Teremos cenários enormes, acesso a uma grande quantidade de veículos e, também, a capacidade de acompanharmos estatísticas do singleplayer da mesma maneira que hoje fazemos com o multiplayer. Isto sem falar que também será possível fornecer instruções a outros membros da equipe. Melhorias em relação à destrutibilidade dos cenários e ótimos combates com veículos também são citados, aliás.

Estamos muito felizes e orgulhosos por estrear Battlefield 4 em um palco global, com eventos simultâneos em São Francisco e Estocolmo. Ter algo ainda em estágio inicial de desenvolvimento e já tão polido é uma grande conquista para a equipe da DICE, e reflexo de sua paixão e compromisso para levar a franquia adiante. A demo de hoje foi só o começo – temos muito mais para fornecer. É emocionante testemunhar a reação das pessoas ao verem o game pela primeira vez.

Isso realmente nos faz perceber que estamos no  início de uma nova era para os jogos. Como artistas e artesãos, estamos focados na criação de um design aberto e dinâmico, que reúna as pessoas em momentos maravilhosos e surpreendentemente improvisados, a respeito dos quais elas falarão por muitos dias. Esta é a beleza de Battlefield“, disse Patrick Soderlund, vice-presidente executivo do selo EA Games.

O vídeo de gameplay abaixo é realmente surpreendente. Nele, o personagem Recker acorda e descobre que se encontra em uma situação extremamente desesperadora, juntamente com mais 3 companheiros. Os 4 se encontram em um carro afundando rapidamente, e Recker tem então de tomar uma decisão muito, muito difícil. Se pelo menos uns 20% deste trailer fizerem jus à campanha de Battlefield 4, ficarei extremamente satisfeito.

Battlefield 4

No vídeo, os efeitos de iluminação são soberbos. A movimentação dos personagens parece realmente impecável. A sensação de estarmos assistindo a um filme teima em não nos abandonar. Enfim, não vou comentar muito a respeito. Não é necessário. E espero que a EA tenha realmente aprendido a lição (ou iniciado o processo), afinal de contas e após tantos problemas, e que Battlefield 4 seja um ótimo jogo.

Um ótimo concorrente a COD. Não apenas um mero concorrente, claro, mas um concorrente que faça a diferença, que nos traga coisas novas. Afinal, sonhar não custa nada. E por falar nisso, será que aquela famosa e bela música no comecinho do vídeo pode mesmo ser um indício de que a campanha do jogo será bastante emocionante? A EA fala que Battlefield 4 nos entregará “ação humana, dramática e crível“. Vamos aguardar.

Enquanto isto, dê uma olhada no vídeo de gameplay:

Poderá gostar também

7 Comments

  1. Tomara! Esses jogos de tiro estão cada vez mais esquecendo o single player!

    Reply
    • @Erick,

      Tomara mesmo, viu. Boa notícia. Vamos ver se cumprem com o prometido…rs

      @Fefa,

      Olha, só, bem que eu mencionei no texto pessoas que não finalizaram a campanha…rsrsrs 🙂

      Puxa, mas vale a pena, mesmo começando de novo. Além de tudo, é curta.

      Sobre o 4, se for mesmo tudo isso, é compra certa. Eu adoro aquele lance de demolir coisas à bala, de inimigos acabarem com seu ponto seguro à bala, etc. Se trazerem coisas do multiplayer como prometeram, então, vai ser demais.

      Reply
  2. Bem lembrado. Outro jogo que eu ainda tenho que terminar: O single player de battlefield. O problema é que tenho que começar de novo. Sem querer deletei quando ia mover pra nuvem e acabei desanimando. =/

    Enfim, se o BF4 for tudo isso que estão prometendo nas imagens e nesse Gameplay, vai ser jogão!
    Impossível não ficar na expectativa pra saber o que vem depois desse gameplay

    Reply
  3. Sem querer ser grosso, mas o título da postagem deveria ser:

    “Battlefield 4 terá campanha melhor com mais emoção, DLCs com preços abusivos, problemas com DRM no lançamento e vendido apenas no Origin, segundo EA”

    Pra ser sincero, eu não estou nem um pouco animado com esse jogo, digo, já desanima só pelo fato de ser da EA.
    Pode ser até cedo pra escrever esse tipo de comentário, vamos ver se vai dar certo mesmo ou se esse trailer é “maquiado”…

    Reply
    • @Jake the hedgehog,

      Cara, não quis elogiar a EA nem tampouco seu modo de agir, com este título. Apenas tentei desvincular a EA da DICE e da franquia, mesmo que seja difícil. Que o BF4 terá DLCs, serviço premium, DRM, problemas com o Origin, etc, todos sabemos, então, seria desnecessário mencionar isto.

      Mas também não posso deixar de publicar sobre algo que gosto e/ou que ache interessante, ou a respeito de algo em que pelo menos tento torcer para que aconteça. Todos aqui sabem que detesto muita coisa que a Electronic Arts faz, mas também não sou hipócrita ao ponto de, por exemplo, dizer que não consumo nada da empresa (BioWare e Mass Effect que o digam).

      Como disse, espero sinceramente que o que foi exibido no trailer faça jus ao jogo que chegará ao mercado. Bem, e um título como o que você mencionou seria bem grande, né? 😉

      Reply
  4. “Sem querer ser grosso, mas o título da postagem deveria ser:
    “Battlefield 4 terá campanha melhor com mais emoção, DLCs com preços abusivos, problemas com DRM no lançamento e vendido apenas no Origin, segundo EA””
    vou com ele, fico 10 pés atrás por causa da $EA$

    Reply
    • @matheus,

      Eu também. Mas, cara, nada impede que fãs dessa e tantas outras franquias nas mãos da EA, por exemplo, sintam algum tipo de esperança. Aquela coisa: “vai que”…

      Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest