Ninguém pode mais negar o fato de que a época dos games em caixa está cada vez mais próxima de seu fim. E ninguém também pode negar o fato de que os games vendidos via download estão cada vez mais surpreendentes e acessíveis. Aliás, este é um dos benefícios da distribuição digital: nada de esperar semanas (ou meses) por um game importado e ainda correr o risco de ser taxado. Uma das maiores provas do que estou dizendo são os games cada vez mais belos, divertidos e complexos que estão sendo lançados e anunciados na Xbox Live e na PSN, e em sites como o Steam, por exemplo.

Hydrofobia, por exemplo, título que promete elevar o nível de realismo dos líquidos a um patamar surpreendente, e contará com gráficos belíssimos, será lançado na XBLA e futuramente na PSN. Um dos anúncios que demonstram a cada vez maior importância que as desenvolvedoras e distribuidoras estão dando aos títulos para download se refere ao game BlackLight: Tango Down, desenvolvido pela Zombie Studios e cuja distribuição estará a cargo da Ignition Entertainment. Observe a imagem abaixo: parece um “downloadable game”?

BlackLight: Tango Down representa o início de uma nova franquia. Trata-se de um FPS que inclusive virará filme. Um filme baseado no game já está sendo produzido pela Twentieth Century Fox. A idéia da Zombie Studios é trazer a experiência, a beleza, a imersão e a experiência multiplayer muitas vezes proporcionadas somente pelos títulos AAA para um jogo que será vendido somente via download. O game será lançado para Xbox 360, Playstation 3 e PC, ainda neste verão (no nosso caso, inverno).

BlackLight: Tango Down avança 25 anos no futuro, e coloca o jogador no controle de um grupo de elite que é enviado em uma missão, após o desaparecimento de um certo coronel chamado Klein e seu grupo. O título da Zombie Studios será focado no multiplayer e lançado inicialmente com 12 mapas, 7 modos de jogo e uma inteligência artificial que fará com que cada partida seja única.

Além disso, o game permitirá uma enorme liberdade no tocante à customização das armas. E quando eu digo enorme, ainda estou sendo modesto. O press release menciona “trilhões de combinações diferentes”, algo realmente sem precedentes, e isto tudo partindo de apenas 6 tipos de armas diferentes: metralhadoras, shotguns, rifles de assalto, rifles de precisão, etc. Será permitido customizar até 25 atributos diferentes em cada arma, e toda e qualquer customização se refletirá no gameplay: na utilização da arma, em seu poder de fogo, etc. Até mesmo modificações na coronha das armas será possível, e tudo isto influenciará inclusive na velocidade do personagem e na precisão do armamento.

Até mesmo modificações em atributos que influenciarão na velocidade de recarregamento das armas serão acessíveis, e para quem gosta de um toque mais personalizado, será possível também modificar aspectos, digamos, “cosméticos”, das armas. BlackLight: Tango Down é o primeiro título de uma franquia que tem tudo para se transformar em uma verdadeira bomba, e elevar ainda mais o nível já bastante alto dos games distribuídos via download.

A Zombie Studios liberou um vídeo chamado Blacklight: Tango Down – Dev Diary Video, no qual demonstra um pouco da enorme liberdade e possibilidades de customização em relação ao armamento. No vídeo, podemos conferir tanto esta parte quanto os belíssimos gráficos do game. As armas são surpreendentes e extremamente realistas. Aliás, o jogo todo, em si, passa uma impressão de realidade muito grande.

Desenvolvido com a Unreal Engine 3, o game impressiona. E muito. A impressão que temos é a de estarmos observando um grande título AAA. Segundo a Zombie Studios, todo o armamento que veremos no game é baseado em armas reais, porém com um certo avanço no tempo em relação à tecnologia. O vídeo que publiquei abaixo mostra um pouco do armamento, da customização, do gameplay, dos mapas e também dá uma idéia do quão frenética será a jogatina:

Link direto para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=r90UOlfnanA

Semelhanças com a série Call of Duty podem ser facilmente encontradas, e um dos fatores mais interessantes disto tudo (não que o preço seja fator determinante para a qualidade ou não de um game), é que Blacklight: Tango Down será vendido por apenas US$ 15,00, apesar de sua extrema qualidade e da diversão certa que proporcionará a quem o comprar.

Gráficos maravilhosos, efeitos de iluminação que nos fazem perder o fôlego, cenários fantásticos, armamento mais do que realista e o início de uma nova franquia que será distribuída única e exclusivamente via download: é, estamos caminhando para novos e, quem sabe, mais justos horizontes, com preços e qualidade fantásticos, e diversão enorme.

Blacklight: Tango Down poderia muito bem ser vendido em caixa, e por um preço bem maior, dada a qualidade do trabalho executado pela Zombie Studios. Este tipo de trabalho, este extremo cuidado em relação ao desenvolvimento, juntamente com o baixo valor que será cobrado pelo game, mostra que cada vez mais os parâmetros que definem um título AAA de um “não AAA” estão sendo deixados de lado, pois se observarmos as imagens e o vídeo de Blacklight: Tango Down sem nos lembrarmos de que ele será um XBLA, por exemplo, fica difícil dizer que não se trata de um game em caixa, com manuais impressos, etc. Aliás, acho que nem podemos mais utilizar estes 3 A’s para nos referirmos a determinados títulos.

Não sei quanto a vocês, mas fiquei muito impressionado em relação a este game. E vocês, o que acharam, após as informações, as imagens e o vídeo acima? É, o futuro da guerra está realmente ali, virando a esquina. “Download the future”. 🙂

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest