GLaDOS finalmente realizou todos os cálculos necessários, e Portal 2 finalmente foi lançado. A Valve realizou uma das campanhas de marketing mais interessantes e criativas que eu já vi. O Alternate Reality Game ajudou a criar mais confusão ainda, isto em um momento em que todos já estavam mais do que confusos a respeito do que realmente passava pela cabeça de Gabe Newell e Cia.

Algo que achei fantástico nesta iniciativa toda foi o cross-over entre diversos indie games, com elementos e personagens de um aparecendo nos outros. Além disso, estes indie games foram os que forneceram a “força” necessária para que GLaDOS reiniciasse, através de grid computing, digamos (link no primeiro parágrafo). 🙂

Defense Grid: The Awakening, Killing Floor, COGS, RUSH, Toki  Tori, BIT.TRIP BEAT, 1… 2… 3… KICK IT!, Audiosurf, The Wonderful End of the World, Super Meat Boy, Amnesia: The Dark Descent, AaAaAA!!! e The Ball, além da “força auxiliar” proporcionada por sabe-se lá quantas toneladas de batatas, “provocaram” o lançamento de Portal 2. Muito bacana a Valve ter feito todos estes indie games e, consequentemente, seus desenvolvedores, participarem do processo.

Existem diversas razões para a Valve e o Steam possuirem o sucesso que possuem, mas uma delas é justamente esta ausência de medo de inovar, de criar coisas, ações e tomar atitudes que a muitos poderiam parecer questionáveis. Toda esta ação de marketing para o lançamento de Portal 2, cujo lançamento antecipado (não muito, mas foi) foi provocado, diretamente, pela força fornecida por cada gamer jogando os games acima mencionados, foi genial. Que outra empresa no mundo dos games faz este tipo de coisa, e ainda mais convidando desenvolvedores independentes para participar? Isto pode muito bem servir de lição a outras gigantes da área. Vale ressaltar, também, que a Aperture disponibilizou um “teste” no site oficial de Portal 2, o qual já foi até mesmo declarado como “inseguro”. Corra lá e faça o seu. 🙂

Mas confesso que fiquei um pouco decepcionado: esperava “algo mais” depois de tanta genialidade. Esperava um anúncio, como parte desta fantástica brincadeira que a Valve bolou. Como estava falando com o Aquino, no Twitter, esperava o anúncio de Half-Life 3. De qualquer forma, nem sempre temos aquilo que desejamos. Pelo menos, não no momento em que queremos. Quem sabe ainda resta alguma chance.

Mas, acima de tudo, parabéns, Valve. Há tempos não acompanhava o lançamento de um game como acompanhei o de Portal 2. É assim que se faz. Pequenos tijolos ajudam a sustentar grandes casas, e a Valve não se esqueceu disso. Já vi o jogo sendo vendido em diversas lojas por aí, em sua versão para Xbox 360 e para Playstation 3. A versão para PC, no Steam, é claro, sai um pouco mais em conta. E você, vai comprar Portal 2 agora? 🙂

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest