Call of Duty: Black Ops 2A Activision finalmente revelou Call of Duty: Black Ops 2, o qual, é claro, já se encontra em desenvolvimento pela Treyarch. O próximo título da franquia, que será lançado em 13 de Novembro de 2012, para PC, Xbox 360 e Playstation 3, será ambientado, conforme podemos perceber no reveal trailer, em um futuro próximo. Mais precisamente no ano de 2025. O Sargento Frank Woods, do primeiro Black Ops, aparece no primeiro trailer da sequência, já idoso, e confesso que o trailer me deixou muito interessado. Aliás, gostei muito desta “nova linha” da franquia COD.

Call of Duty: Black Ops foi um ótimo game, em minha opinião com muito mais potencial (além de mais bonito) que toda a série Modern Warfare. Me senti muito mais envolvido por BO do que pelos 3 MW. Há ali muita emoção e muito drama, além de um enredo muito mais interessante e profundo. Trata-se de uma série que, agora, vai ser transportada para o futuro. O primeiro trailer de Call of Duty: Black Ops 2 é muito bonito, e conta com elementos muito bacanas e diferentes. Aviões e armamento futuristas (além de uma trilha sonora que possui um quê de Deus Ex: Human Revolution) se juntam a personagens cavalgando! Estranho, não? Mas ao mesmo tempo muito empolgante.

Talvez Call of Duty: Black Ops 2 ajude a levar a franquia a um novo patamar, quem sabe removendo (nem que seja em partes) a “capa” de cansaço e mesmice sob a qual ela vem sofrendo nos últimos tempos. Frank Woods, no trailer, diz que não está surpreso com nada daquilo que está vendo. Bem, temos de convir que o salto temporal entre um jogo e outro é bem grande, e a tecnologia demonstrada no trailer é realmente impressionante, pelo menos levando-se em consideração os últimos jogos da franquia.

O primeiro Black Ops começou em Cuba, em 1961. Irá Call of Duty: Black Ops 2 inserir o jogador diretamente no futuro? Por enquanto não sabemos. O que espero é que este game represente uma lufada de ar fresco na franquia, pois já estamos todos cansados de shooters militares que não nos trazem nada de novo.

É até divertido, eu sei, jogar a campanha e o multiplayer de um Modern Warfare 3. Entretanto, temos de convir também que este último jogo não trouxe consigo nada de novo, bem diferente daquilo que ocorreu com Call of Duty: Black Ops e a enorme tensão que ele nos oferece, sua trama mais complexa, os flashbacks jogáveis, os interrogatórios, o mistério que se inicia em Vorkuta com Viktor Reznov, a variedade de experiências, como por exemplo a possibilidade de pilotarmos helicópteros, etc. É um shooter militar, é claro, mas trata-se de algo mais diversificado, que não cansa o jogador.

Gosto muito do trabalho da Treyarch, e se você já jogou, por exemplo, Call of Duty: World at War, sabe do que eu estou falando. Os momentos stealth em BO, mesmo que poucos, também ajudam bastante a criar uma experiência inesquecível, e espero que Call of Duty: Black Ops 2 nos entregue o mesmo nível de qualidade.

Dê uma olhada no primeiro trailer do jogo:

Link para o vídeo em 720p:

http://www.youtube.com/watch?v=x3tedlWs1XY&hd=1

Pin It on Pinterest