O serviço Call of Duty ELITE, da Activision, sempre me pareceu algo um tanto quanto estranho. Por US$ 49,99 anuais os jogadores participam de uma espécie de clube que, dentre outras coisas, fornece acesso gratuito a DLCs para Modern Warfare 3. Estatísticas, tutoriais e mais alguns outros recursos também fazem parte do ELITE, o qual possui também, é claro, uma versão gratuita.

Sempre achei estranho o próprio nome do serviço, aliás. Ele meio que transmite a ideia de que somente os assinantes conseguirão obter uma experiência plena. Isto sem falar no fato de que os assinantes podem muito bem se sentirem como parte de uma “elite”, dentro do FPS, e muitos absurdos (falta de educação, por exemplo) que antigamente já eram frequentes no multiplayer da franquia podem se tornarem ainda mais comuns.

É claro que a assinatura do Call of Duty ELITE não é cara. Considerando-se a cotação do dólar de hoje (R$ 1,78), chegamos a mais ou menos R$ 7,40 mensais. Vai de cada jogador avaliar o quão interessante é o serviço, se ele atende às suas necessidades e expectativas e se vale a pena pagar esta mensalidade para obter acesso ao conteúdo prometido pela Activision.

O que ainda me soa estranho, entretanto, é o fato de que, basicamente, este novo serviço acaba transformando o lançamento de DLCs em algo obrigatório. É como se estivessem tentando vender DLCs de uma forma “mais bonitinha”, de uma maneira que soe amistosa e que faça parecer que tudo está barato e que todo o conteúdo vale a pena. Todos os DLCs para a franquia Call of Duty (veja Black Ops, por exemplo) são caros, e fornecem quase sempre 4 ou 5 mapas.

No Call of Duty ELITE temos a mesma coisa + os extras que citei acima, alguns dos quais, aliás, possuem semelhanças com recursos do Battlelog, da EA (o qual é gratuito). A questão é: vale a pena pagar pelo Call of Duty ELITE? Quem como eu passa a maior parte do tempo na “solidão do singleplayer” (não que eu não goste de multiplayer, é claro – mas adoro “saber o que um jogo tem para me dizer”) com certeza ficará de fora. Mas e outros jogadores, que utilizam bastante o multiplayer da franquia? Você, por exemplo, pagaria os US$ 49,99 anuais relativos ao serviço?

De qualquer forma, hoje a Activision disponibilizou para os assinantes do ELITE os Content Drops número 4, 5 e 6. Este conteúdo foi lançado por enquanto apenas para a versão Xbox 360 do game, e inclui um novo nível multiplayer e duas novas missões Special OpsBlack Box é um novo mapa ambientado na Califórnia, e NegotiatorBlack Ice são as duas novas missões Spec Ops, as quais oferecerão aos jogadores a oportunidade de pilotarem um snowmobile em uma fuga e também de participarem de uma missão de resgate.

Se tudo isto vale a pena? Realmente não sei. Agora, que a Activision encontrou uma maneira fantástica de ganhar muito mais dinheiro com sua famosa franquia, ninguém pode negar. Porém, é a primeira vez que missões Spec Ops fazem parte de DLCs para um CoD. Estaria a Activision revendo seus conceitos? A Collection 1 será lançada em 20 de Março e conterá, além do conteúdo acima mencionado, os mapas “Piazza”, “Overwatch” e “Liberation”.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest