StarDrive 2: novo título de estratégia espacial 4X chega ao Steam

StarDrive 2: novo título de estratégia espacial 4X chega ao Steam

Jogos de estratégia espacial (em tempo real e/ou em turnos), 4X e derivados costumam possuir um público cativo, um público que ano após ano permanece ligado, interessado, jogando, apoiando, participando de comunidades, muitas vezes desenvolvendo mods e clamando por novos lançamentos. A “Homeworld Remastered Collection” foi lançada em Fevereiro, falando nisso. Um trabalho fantástico, um colírio para os olhos. Mas muitos outros “jogos espaciais” e franquias (e não vou nem mencionar Elite: Dangerous aqui – ok, já mencionei) fazem a alegria dos fãs do gênero: Galactic Civilizations, Endless Space, Sins of a Solar Empire, Sword of the Stars, Master of Orion, etc. A lista pode ser bem grande. StarDrive 2, sequência de StarDrive, lançado em 2013, chegou hoje ao Steam. O jogo, exclusivo para PC, oferece batalhas espaciais em tempo real, construção de impérios em turnos e 9 raças alienígenas, dentre outras coisas. O jogador pode construir seu próprio império galático do zero, sendo inclusive possível cuidar do design e da construção de naves em particular, alterando, por exemplo, características diversas para fazer com que cada uma seja boa em determinada tarefa. Planetas também podem ser terraformados em StarDrive 2, outras civilizações podem ser conquistadas, recursos podem ser roubados e tecnologias podem ser pesquisadas. Isto tudo, claro, já é do conhecimento de quem gosta do gênero. “Criar StarDrive 2 na engine Unity foi uma experiência rica e gratificante, e agora que ele está completo, estou muito animado para ver fãs da franquia e do gênero 4X mergulharem nele. Há muito mais aqui que os jogadores vão curtir: o projeto de naves oferece uma interface melhor e mais rápida, as...
Desenvolvedora de Van Helsing trabalhando em tower-defense Deathtrap

Desenvolvedora de Van Helsing trabalhando em tower-defense Deathtrap

A NeocoreGames possui alguns jogos muito legais em seu portfolio. Além da franquia de estratégia King Artur, podemos citar (dentre outros) também a ótima série de RPGs de ação Van Helsing (The Incredible Adventures of Van Helsing e The Incredible Adventures of Van Helsing II). A empresa agora trabalha em um novo título. Um tower-defense com pitadas de RPG, chamado Deathtrap. Repleto de monstros que surgirão das profundezas, segundo a empresa, muitos deles com poderes mágicos variados, Deathtrap colocará o jogador no papel de alguém que deverá impedi-los de chegar à “superfície”. Isto será feito através da utilização de máquinas mortais e armadilhas, em labirintos subterrâneos que certamente fornecerão condições mais do que suficientes. Armadilhas poderão ser atualizadas e melhoradas, também, para promover uma verdadeira carnificina. A NeocoreGames menciona que Deathtrap será uma mistura de RPG de ação com tower-defense, portanto, podemos até supor que poderemos caminhar (e lutar) nos cenários, talvez de uma maneira parecida com Orcs Must Die. Os gráficos do jogo também parecem muito bonitos, e de certa maneira, lembram um pouco os da série Van Helsing (no que diz respeito à iluminação e às sombras, por exemplo). Já faz algum tempo que não me deparo com bons jogos pertencentes ao estilo tower-defense, e mesmo que Deathtrap seja uma espécie de jogo híbrido, ainda assim ele parece muito promissor. Deathtrap será lançado para PC e Mac, primeiramente, através do Steam. O lançamento deve ocorrer ainda durante a nossa primavera (em 2014), e o jogo custará US$ 19,99. Vale também lembrar que o jogo será lançado posteriormente para Xbox One e PS4, embora a data de tal...
Paradox Interactive: irá Cities: Skylines superar o decepcionante Sim City?

Paradox Interactive: irá Cities: Skylines superar o decepcionante Sim City?

O novo Sim City foi mesmo uma grande decepção, e nem os recentes “relaxamentos” oferecidos pela Maxis parecem ter curado a dor dos fãs da franquia. Cidades pequenas demais, conexão constante à internet (já corrigido, após causar enormes transtornos), mentiras, sistema confusos, simulação falha e mais uma série de fatores, acabaram tirando a graça do jogo. Mas a Paradox Interactive tem algo no forno que parece bastante promissor. Algo que, espero eu, faça inveja à EA e seu pessoal. Trata-se de Cities: Skylines, título em desenvolvimento pela Colossal Order, empresa também responsável pela série de simuladores Cities in Motion. Logo de cara, Cities: Skylines chama a atenção devido aos recursos prometidos: cidades enormes, controle total do transporte público, inúmeras possibilidades para planejamento e desenvolvimento urbano, ferramentas poderosas para zoneamento e construção, e suporte total a mods. A previsão é de que o simulador chegue ao mercado em 2015, para Windows, Mac e Linux. O jogo, além disso, não contará com nenhum tipo de DRM similar ao anteriormente utilizado em Sim City, o qual nos obrigava a permanecer constantemente conectados à internet. Segundo a Paradox e a Colossal Order, Cities: Skylines oferecerá aos prefeitos de plantão controle total sobre suas cidades, incluindo também serviços públicos, taxas, transporte, etc. Jogadores poderão definir o rumo e a velocidade de crescimento de suas cidades, incluindo ajustes individuais em vários distritos diferentes. Também é prometido um simulador com belos gráficos e cidades que parecem vivas. Diferentes jogadores poderão gerenciar diferentes cidades de maneiras, bem, diferentes. Cities: Skylines parece mesmo bastante promissor, e se as promessas se tornarem realidade, muito provavelmente teremos um concorrente de...
Saiu do Early Access: Endless Legend é 4x que deixa o espaço e foca na fantasia

Saiu do Early Access: Endless Legend é 4x que deixa o espaço e foca na fantasia

Jogos 4x (eXplore, eXpand, eXploit, and eXterminate) geralmente possuem temáticas espaciais. Existem muitos bons exemplos (alguns nem tanto) no mercado, e talvez um dos mais conhecidos seja Homeworld. A série Homeworld, aliás. Mas existem outras franquias e títulos, valendo também lembrar que 4x é um subgênero do gênero estratégia, e assim, temos também títulos 4x em tempo real e também em turnos. Dentre os vários exemplos, podemos mencionar Sword of the Stars, Sins of a Solar Empire, Galactic Civilizations, Master of Orion, Star Ruler e os mais recentes Legends of Pegasus e Endless Space. Endless Space, aliás, é um título desenvolvido pela francesa Amplitude Studios. Este é um 4x que fez e ainda faz um enorme sucesso, no qual as batalhas acontecem em turnos. Endless Space, como a grande maioria dos jogos do gênero, é enorme, cheio de detalhes e requer bastante dedicação e tempo. Gerenciamento de recursos, exploração, extermínio de outras raças, combates, estratégia, tática, etc: tudo isto pode fazer parte de um 4x, em maior ou menor grau. Geralmente ambientados no espaço, tais games oferecem também boas doses de diversão e “viagens”. Muitos bons momentos a quem aprecia assuntos relacionados, space sims e coisas do tipo. Mas um outro 4x foi lançado, recentemente (há poucos dias atrás), e ele não é ambientado no espaço sideral. Endless Legend: um 4x com foco na fantasia que esteve no Steam Early Access Endless Legend foi anunciado em Agosto de 2013. O título anterior da Amplitude Studios, Endless Space, foi lançado no Steam em Julho de 2012, e vendeu em um ano cerca de meio milhão de cópias. Ele também caiu...
Doorways: The Underworld, um jogo de horror argentino

Doorways: The Underworld, um jogo de horror argentino

O gênero de horror tem recebido alguns bons títulos, ultimamente, apesar de algumas decepções. Amnesia: A Machine for Pigs foi realmente muito bom, e ainda estamos no aguardo de “The Evil Within“, dirigido por Shinji Mikami, e de “Dying Light”, da Techland. Há também um jogo aparentemente bastante promissor chegando ao PC. Trata-se de Doorways: The Underworld, do pequeno estúdio argentino Saibot Studios, sediado em Buenos Aires. Aparentemente ele faz parte de uma série, mas confesso que não conhecia. De qualquer forma, a Saibot Studios menciona que ele pode ser jogado como um título standalone. Doorways: The Underworld oferecerá grandes doses de exploração e, segundo a desenvolvedora, ele contará com um enredo bastante complexo. No papel de um agente chamado Thomas Foster, o jogador deverá caçar um psicopata conhecido como The Surgeon (O Cirurgião). Em Doorways: The Underworld também contaremos com o trabalho de Sam A. Mowry, o qual trabalhou em Amnesia: The Dark Descent, emprestando sua voz a Alexander. O título será lançado para PC, Mac e Linux no próximo dia 17 de Setembro, e já se encontra em pré-venda no Steam. Parece bastante interessante e assustador, não? Abaixo segue o trailer do jogo, e como sempre digo, preste atenção nos efeitos sonoros (esta parte também ajuda a criar a atmosfera perfeita para um jogo de...
Ryse: Ron of Rome será lançado para PC com resolução 4K

Ryse: Ron of Rome será lançado para PC com resolução 4K

A Crytek anunciou hoje que Ryse: Ron of Rome, título antes exclusivo do Xbox One, será lançado para PC durante o Outono (no hemisfério norte, portanto, durante a nossa Primavera). Como geralmente acontece neste tipo de lançamento, de títulos que “caminham” de uma plataforma para outra, o Ryse para PC contará com todos os DLCs já lançados desde sua chegada ao console de última geração da Microsoft, conforme abaixo: The Colosseum Pack (duas skins e dois mapas para o modo de jogo Arena); Mars’ Chosen Pack (uma skin, quatro mapas para o modo de jogo Arena e um novo modo de jogo, Survival); Duel of Fates Pack (duas skins, dois novos mapas para o modo de jogo Arena e um mapa adicional para o modo de jogo Survival); Morituri Pack (3 novos mapas para o modo de jogo Arena, dois novos mapas para o modo de jogo Survival e cinco mapas solo para o modo de jogo Arena); A Deep Silver será a responsável pela distribuição do jogo em versões físicas, aliás. Mas, será que agora podemos deixar de ter medo em relação ao futuro da Crytek? Vamos aguardar e torcer. A versão para PC de Ryse também oferecerá acesso imediato ao mapa multiplayer Ruins e à espada Legionnaire’s Trust. Mas a maior surpresa, a cereja do bolo, é mesmo a informação de que o título chegará ao PC com suporte a resolução 4K, algo impossível nos consoles de hoje. “Estamos trazendo a experiência de Ryse para o PC, com suporte a resolução 4K. Jogos em 4K são outro salto na qualidade dos gráficos para os PC gamers, e...
Adventurezator, game criador de games brasileiro, será lançado hoje no Steam

Adventurezator, game criador de games brasileiro, será lançado hoje no Steam

Escrevi um artigo a respeito do jogo brasileiro Adventurezator: When Pigs Fly há uma semana atrás. De lá para cá, venho “brincando” com ele, e, infelizmente, meu tempo tem sido escasso para isto (pretendo corrigir esta falha em breve). Mas este jogo brasileiro, obra do pessoal da Pigasus Games, de Florianópolis, é muito bacana. Resumindo, nele você pode criar seus próprios adventures, com seus próprios personagens, diálogos e cutscenes. O jogo será também integrado ao Steam Workshop, o que poderá (assim espero) permitir que muitos e muitos jogos criados com ele sejam compartilhados. Espero que uma grande comunidade seja em torno dele criada. Adventurezator: When Pigs Fly também contará com uma campanha completa (uma forma de demonstrar as grandes possibilidades que ele oferece), além de uma ferramenta (editor de campanhas) que permitirá que os usuários finalizem seus adventures correta e completamente, inserindo cada nível e cutscene criados no local/momento apropriado. Conforme eu disse anteriormente: “Chama bastante a atenção em Adventurezator: When Pigs Fly um detalhe mencionado pelos próprios desenvolvedores: um “adventure emergente”. “Elementos emergentes“. “Comportamento emergente“. “Um game adventure emergente sobre a criação de games adventure emergentes“, diz a própria Pigasus Games. Trata-se de algo realmente fantástico, em minha opinião. Algo bastante inovador, também. Todo o gameplay e a resolução de puzzles serão emergentes, ou seja, haverá uma interação dinâmica entre cada um dos objetos, de diversas maneiras. Serão interações que farão sentido, que terão lógica, e nada seguirá script algum. Conexões entre os diversos elementos de um point-and-click criado, por exemplo, resultarão em uma grande variedade de interações e de possíveis soluções para um puzzle, por exemplo. Haverá...
Afterfall Reconquest será lançado em episódios no Steam Early Access

Afterfall Reconquest será lançado em episódios no Steam Early Access

Eis que 3 anos depois a Nicolas Games e a desenvolvedora Intoxicate Studios retornam ao universo Afterfall. Afterfall Reconquest será lançado em breve, para PC, através do Steam Early Access. Porém, apesar de carregar o nome Afterfall, o novo jogo não será uma sequência. Gostei bastante de Afterfall: InSanity, o qual, apesar de seus problemas, consegue transmitir ao jogador boas doses de horror e opressão, sem falar em seu interessante enredo. Agora, teremos um game dividido em episódios, o que, pelo menos a mim, soa um pouco estranho, principalmente em se tratando do Steam Early Access. Bem, serão 9 episódios no total, e o primeiro será vendido a partir de 24 de Julho, por US$ 6,99. Este primeiro episódio oferecerá cerca de 4 horas de gameplay, mas vale ressaltar que o que teremos inicialmente no Early Access não será o episódio em sua totalidade, e oferecerá cerca de 1 hora de jogo. Afterfall Reconquest terá uma história totalmente diferente da de Afterfall: InSanity, apesar da ambientação no mesmo universo. Teremos também um novo protagonista, Reaper. A desenvolvedora também cita novas mecânicas de jogo e elementos de RPG, em um shooter com visão em terceira pessoa. “Estamos realmente animados porque Afterfall Reconquest vai finalmente ser disponibilizado através do Steam Early Access, porque ele é algo no qual temos trabalhado arduamente durante os últimos dois meses. Estamos realmente contando com o apoio e o feedback dos jogadores a respeito do game para saber o que eles gostam e o que eles não gostam, o que deve ser melhorado ou talvez o que deve ser adicionado, para tornar o jogo ainda melhor....
Pág 1 de 14012...510...Último »

Pin It on Pinterest