Não vou mencionar novamente aqui o quão danosos são os abusivos  impostos cobrados sobre games, consoles e afins em nosso país, e o quão triste é o fato de nosso governo enxergar video games como algo “supérfluo”, aparentemente se esquecendo de como é grande a indústria de games e de como ela é tratada em outros países.

Isto é algo que todos já sabem, e seria “chover no molhado” se eu ficasse aqui comentando, discutindo e dizendo aquilo que todo gamer já sabe. O importante é quando o pessoal se move contra algo que não está legal. E isto está acontecendo.

Existe um projeto de lei, o 300/07, parado desde 2008, que, caso aprovado, “estenderá benefícios fiscais aos consoles de jogos eletrônicos – vídeo game.” Entretanto, note bem, ele está parado desde 07/08/2008, na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), e seu relator é o deputado Antonio Palocci.

Com a aprovação de tal projeto de lei, consequentemente consoles e games em nosso país terão seus preços altíssimos reduzidos, e todos nós seremos beneficiados.

Como você e eu podemos ajudar?

Hoje tomei conhecimento, através do Twitter e de diversos blogs, dentre eles o nosso parceiro “Select Game”, de uma espécie de abaixo-assinado que visa levar a Brasília o clamor dos gamers de todo o Brasil contra a alta carga tributária aplicada sobre tudo o que diz respeito a games em nosso país. Trata-se da campanha “Imposto justo para video games“, e você pode fazer a sua parte. Bastam alguns minutinhos. Só é necessário informar seu nome completo, seu e-mail e o número de seu RG.

Lembre-se: menos impostos significam preços mais baixos. Enquanto lá fora um Xbox 360 Elite custa US$ 299,00, o que representa mais ou menos 540,00 reais, aqui nos enfiam goela abaixo absurdos R$ 2.000,00, ou seja, quase 4 vezes o valor cobrado pelo mesmo produto lá nos Estados Unidos.

Eu já fiz a minha parte e assinei o abaixo-assinado. Agora, por que você não assina também? 🙂

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest