A versão para PC de Crysis 2, Gears of War 3 (exclusivo do Xbox 360) e Super Mario Galaxy 2 no Nintendo Wii foram os games mais pirateados de 2011, segundo o site TorrentFreak. Os relatórios preparados pelo site mostram que Crysis 2, belíssimo trabalho da Crytek, foi baixado ilegalmente cerca de 3.920.000 mil vezes, enquanto que o número de downloads ilegais de Gears of War 3 foi de cerca de 890.000.

Super Mario Galaxy 2, para Nintendo Wii, foi baixado ilegalmente cerca de 1.280.000 vezes, e os FPSs Call of Duty: Modern Warfare 3 e Battlefield 3 foram também ilegalmente baixados mais de 3 milhões de vezes: 3.650.000 é o número de downloads “alternativos” do título da Activision, enquanto que o título da Electronic Arts foi baixado também “alternativamente” cerca de 3.510.000 vezes.

O TorrentFreak também menciona que “o número de downloads dos títulos principais em cada categoria é ligeiramente menor que no ano passado“. Chama bastante atenção, também, o fato da plataforma PC encabeçar a “lista da pirataria”. Todos os cinco games mencionados no quadro que exibe os downloads ilegais de versões para PC (Crysis 2, Call of Duty: Modern Warfare 3, Battlefield 3, FIFA 12 e Portal 2) foram baixados mais de 3 milhões de vezes, enquanto que jogos para Wii e Xbox 360, por exemplo, não chegaram à casa dos 1.300.000 downloads, conforme os relatórios acima mencionados.

Ao contrário do que se pode pensar, isto mostra que DRM não serve para nada, e que a pirataria e os “pirateiros” pouco com ele se importam. Atitudes como as da CD Projekt Red e a de inúmeros desenvolvedores independentes que simplesmente não utilizam DRM são muito mais lógicas e amigáveis, principalmente quando se fala da criadora de The Witcher, que além de ser avessa a DRM ainda “recheia” os jogos que vende com diversos extras gratuitos.

Quem sabe no final de 2012 este relatório não nos mostre números muito melhores em relação aos jogos para PC?

(Via: Gamesindustry)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest