Hoje, 04 de Maio de 2011, foi lançado o game Section 8: Prejudice, da TimeGate Studios. Trata-se da continuação de Section 8, de 2009, título que foi também lançado para Xbox 360, Playstation 3 e PC. A diferença é que Section 8: Prejudice foi lançado através de sites de distribuição digital, tais como, por exemplo, Steam, Direct2Drive, Impulse Driven, etc.

Em Section 8: Prejudice o jogador ainda jogará como Alex Corde, e vale lembrar que o preço do game é muito bacana: US$ 14,99. O jogo já foi lançado na Xbox Live, onde aliás é possível baixar-se a demo do mesmo. O lançamento na PSN ocorrerá posteriormente, é claro. A Timegate colocou muito conteúdo em seu último título, e o está vendendo a um preço que, talvez, seria impraticável há alguns anos atrás. Joguei alguns minutos do título ontem à noite e pude perceber, mesmo que rapidamente, que trata-se de um jogo muito bacana.

O game é um FPS futurista, repleto de armamentos e equipamentos de alta tecnologia. Os gráficos são muito bonitos, e a versão para PC de Prejudice inclui algumas funcionalidades extras, tais como suporte aos teclados G15 e G19, da Logitech, através do visor LCD existente nos mesmos. É possível, através desta funcionalidade, visualizar uma tela que compara sua performance em relação aos “top 3 players” (para o G19, somente). Também é possível, através do mesmo visor, agora em ambos os teclados, visualizar sua arma em utilização e a munição restante, e também suas últimas conquistas, recordes, etc.

Section 8: Prejudice também conta com suporte a NVIDIA 3D Vision, e oferece suporte a partidas multiplayer para até 32 jogadores, sendo que todas as estatísticas de todos os jogadores são enviadas para suas contas junto à TimeGate. Através daí, os gamers podem acompanhar sua carreira dentro do jogo.

Os jetpacks e as chegadas alucinantes continuam presentes, e o modo campanha do game pode ser finalizado, segundo a desenvolvedora, em 5 horas. O título também conta com um modo de jogo chamado “Swarm mode”, através do qual 4 jogadores jogam de forma cooperativa e o game vira uma espécie de tower defense.

Bots estão disponíveis para todos os modos de jogo, mesmo offline, e a customização dos armamentos e equipamentos pode ser realizada de maneira bem aprofundada. O jogo também conta com um sistema dinâmico de geração de partidas, e através dele, cada partida multiplayer será sempre única.

Confesso que gostei bastante de Section 8, e estou bem ansioso para finalizar Prejudice. Trata-se de um game pertencente a um gênero que aprecio bastante, e meu “estranhamento” inicial com o primeiro título da série se esvaiu rapidamente. Aqui temos um belo exemplo de como a distribuição digital pode beneficiar os games. Um jogo deste nível, lançado de outra maneira, certamente custaria bem mais caro. Aliás, segundo a TimeGate, grande parte da crítica está dizendo que Section 8: Prejudice é o melhor shooter multiplayer na Xbox Live, atualmente.

Se você ainda não viu, dê uma olhada no belíssimo trailer de lançamento de Section 8: Prejudice:

Link para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=TUwiXSh0kdQ&hd=1

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest