Já deu pra notar por aqui que eu sou meio fissurado por games indie. Fico ligado em qualquer novidade sobre o assunto, possuo inúmeros games independentes, tanto no meu PC quanto no meu Xbox 360, e acho que esse “nicho” de desenvolvimento/mercado, se é que podemos chamá-lo assim, é de onde tem saído vários dos melhores games atualmente.

Não estou falando aqui a respeito de gráficos (apesar da maioria dos desenvolvedores indie dar muita importância a esta parte também), mas sim da criatividade, da inovação, da experimentação, da coragem, da fuga da mesmice que muitas vezes domina certa parcela da indústria de games, etc.

Isso tudo podemos encontrar no universo dos desenvolvedores independentes, empresas/grupos muitas vezes formados por uma ou duas pessoas e que, no entanto, criam jogos de altíssima qualidade, muitos dos quais chegam a ganhar diversos prêmios, além de obterem notas bem altas em reviews feitos por sites renomados e especializados.

Isto sem falar que a maioria das empresas e desenvolvedores independentes é bem, digamos, acessível. Você consegue falar com os caras, eles ouvem o que você tem a dizer, e muitas vezes você consegue entrar em contato direto com o próprio fundador da empresa.

Bom, em comemoração ao Valentine’s Day, o  Dia dos Namorados em diversos países, que aconteceu ontem, 14 de fevereiro de 2010, 6 desenvolvedores independentes se juntaram e criaram, digamos, um “projeto/associação”, com direito a website, área de clientes e tudo, através do qual estão vendendo um pacote com 6 excelentes games, um de cada desenvolvedor, por apenas 20 dólares, ou seja, menos de 40 reais, considerando-se a cotação do dólar atualmente.

The Indie Love Bundle

Este é o nome do “projeto/associação”. Fazem parte do “The Indie Love Bundle” os seguintes desenvolvedores:

Os games e seus preços individuais

O desconto que essa associação (temporária ou não, não sei) de desenvolvedores está oferecendo no bundle com 6 games é enorme, pode acreditar. De todos os games presentes no pacote, o único que é distribuído exclusivamente através do site do desenvolvedor (apesar do mesmo aceitar sugestões relativas à distribuição em sites como o Steam, por exemplo) é o “Auditorium”, que custa US$ 10,99. Todos os restantes podem também ser comprados através de sites de distribuição digital, como o Steam, por exemplo.

Pesquisei tanto nos sites dos desenvolvedores quanto em diversos sites que distribuem games digitalmente, e verifiquei que os valores (exceto em um deles) são os mesmos. Você mesmo pode pesquisar os preços por si próprio, no Steam, no Impulse, no GamersGate, no Direct2Drive, etc, e conferir o que estou afirmando. 🙂

“And Yet it Moves” custa US$ 9,99. “Aztaka”, custa US$ 14,99, apesar do GamersGate estar “enfiando a faca”, vendendo o jogo por US$ 24,95. “Eufloria” custa US$ 19,99. “Osmos” custa US$ 9,99 e “Auditorium”, como já disse acima, custa US$ 10,99.

Você poderá ganhar uma cópia de “Machinarium”, aqui no XboxPlus

“Machinarium”… Ah, “Machinarium“. Fantástico game! Conforme mencionei ontem no recém criado Twitter do XboxPlus, vai rolar um concurso por aqui (aliás, aproveite e nos siga também no Twitter, pois muitas novidades serão divulgadas por lá 🙂 ).

Bom, entrei em contato com os desenvolvedores deste sensacional game, vai rolar uma entrevista com o fundador da Amanita Design (Jakub Dvorský) aqui no blog, e eles nos deram uma cópia do game, a qual será dada ao ganhador do concurso, o qual vai acontecer em breve aqui no XboxPlus.

Não sei ainda qual vai acontecer primeiro, se a entrevista ou o concurso, mas independentemente de qualquer coisa, o ganhador vai levar de graça, na faixa, uma cópia original de “Machinarium”, para PC, MAC e Linux, com direito a trilha sonora completa e tudo.

Bom, voltando ao assunto do artigo, “Machinarium” custa US$ 19,99. Olha aí, você poderá ganhar um game que custa quase 40 reais! 🙂

O tamanho do desconto

Se fizermos as contas, considerando os preços individuais de cada game acima citado, chegaremos à cifra de US$ 85,94, ou seja, cerca de 160 reais! Olha que maravilha: de mais ou menos 160 reais, o preço do pacote todo cai para menos de 40 reais. Legal, não?

Agora, vou comentar a respeito de cada um dos games, para que você tenha idéia do quão valiosa é esta oferta. Dois deles eu não conhecia (Aztaka e Auditorium – este último me impressionou muito), e 3 deles eu já tenho (And Yet It Moves, Machinarium e Osmos).

And Yet It Moves

“And Yet It Moves” é um game desenvolvido pela “Broken Rules” que recebeu nota 8.4/10 na IGN. Se trata de uma mistura de puzzle com plataforma, ambientado em um mundo bem inusitado, construído com pedaços de papel recortado. Algo muito interessante no game é que você pode rotacionar o ambiente, utilizando a física e as consequências resultantes do giro para atingir seus objetivos.

São 17 níveis repletos de problemas para serem resolvidos, e existe um modo de jogo onde você deve competir contra o relógio ou contra um “Ghost” (o qual representa seus “resultados anteriores”).

O protagonista pode correr e pular à vontade pelo mundo construído com recortes de papel, além de ser possível girar o ambiente em 90 graus, o que torna a jogabilidade muito interessante, pois permite que você, além de alcançar locais antes inacessíveis, fuja de uma forma bem divertida de possíveis perigos.

O jogo ainda permite que a sua pontuação e seus “Ghosts” sejam compartilhados online com outros jogadores. Não sei não, mas este game pode prender um jogador por horas e horas em frente ao computador. Isto aconteceu comigo, aliás.

Auditorium

Este é um game, que, confesso, desconhecia totalmente. E ele é fantástico. Desenvolvido pela “Cipher Prime” (aliás, o sistema de comércio eletrônico e o próprio site do “The Indie Love Bundle” foram desenvolvidos pelos dois únicos membros da “Cipher Prime”, William Stallwood e Dain Saint).

Bom, Auditorium é um puzzle musical. É um game repleto de música, onde você deve controlar algo como um “fluxo de energia” através da utilização de diversas peças controladoras diferentes, cada uma com sua respectiva peculiaridade. Existem os direcionadores, peças que possuem uma seta indicando a direção para a qual elas direcionarão o fluxo quando este atingí-las, além de poderem ser expandidas visando aumentar, digamos, sua influência sobre o fluxo. Tome cuidado aqui, entretanto. Jogue, e saberá porque. 🙂

São apresentados ao jogador inúmeros desafios, e estes se resumem a fazer com que o fluxo atravesse diversos tipos de containers, os quais quando tocados pelo fluxo são preenchidos paulatinamente pelo mesmo, o que provoca a emissão de sons, música mesmo. Como eu disse acima, é um game repleto de música, e existem diversos tipos de containers e controles, além dos direcionais.

Existem controles que atraem o fluxo e outros que repelem, dentre outros, e também existem alguns obstáculos apresentados no decorrer do game. Não existe um modo correto ou único de completar cada fase, e vale ressaltar que cada uma delas é dada como completada tão logo o fluxo de energia atravesse e preencha todos os containers presentes na tela.

É necessário planejar-se bem o posicionamento, a direção e os controles utililizados, a fim de solucionar cada puzzle. Aliás, vale ressaltar que no site da “Cipher Prime” existe uma demo disponível, que pode ser jogada imediatamente no próprio navegador, sem que você precise se registrar nem nada do tipo.

Pelo que vi, este é um daqueles games “must have“, e eu fiquei totalmente encantado por sua beleza, gráficos, música e jogabilidade.

Aztaka

“Aztaka” é um RPG de ação com visão lateral, desenvolvido pela “Citeremis”, que utiliza elementos do legendarium Asteca e insere o jogador no meio de uma guerra entre os deuses e a humanidade.

Você deve salvar seu povo e recuperar e reunir sete objetos chamados “phonograms”, e vale ressaltar que o game permite que você evolua seu personagem, além de possuir inúmeras quests adicionais que possibilitam a obtenção de mais itens e dinheiro. O game possui 20 níveis, e é uma boa pedida para quem aprecia RPG’s.

Eufloria

Um game de estratégia fantástico, desenvolvido pela “Omni Systems”, que possui gráficos bem inusitados porém muito bonitos e únicos, inspirados no universo de livros infantis tais como “O Pequeno Príncipe”, por exemplo. O jogador deve explorar o universo do game ao som de uma trilha sonora bem interessante, conquistando asteróides para progredir no jogo. É necessário também cuidar de cada uma das consquistas, criando e alimentando criaturas semi-orgânicas através da utilização de recursos presentes em cada asteróide.

Mas não pense que você irá encontrar asteróides de verdade, rochosos, duros, grotescos, talvez. Tudo em Eufloria prima por leveza e beleza singulares. São 25 níveis diferentes, além de um modo de jogo desbloqueável, com novos gráficos e inteligência artificial mais, digamos, “inteligente”. 🙂

O game possui mais de 2 horas de música, composta pelo compositor Brian Grainger. Este é mais um daqueles games que primam pela singularidade.

Osmos

Osmos é fantástico. Jogabilidade simples e viciante. Desenvolvido pela “Hemisphere Games”, trata-se de um game relaxante. Pelo menos para mim. 🙂

Imagine que você é um organismo unicelular, digamos, uma pequenina partícula navegando por um imenso oceano repleto de outros organismos, maiores ou menores que você. Seu objetivo é absorvê-los, simplesmente utilizando o mouse e o botão esquerdo do mesmo para impulsionar seu personagem pela tela. Ao passar sobre um organismo menor do que você, você o absorve e cresce. Mas cuidado: encostar em uma célula maior do que você fará com que você, digamos, morra, sendo absorvido pela mesma.

Além disso, tudo tem que ser muito bem controlado, pois o movimento e a direção da célula que você controla são proporcionados por cliques no botão esquerdo do mouse. No entanto, qualquer movimento requer que você ejete sua própria matéria. Este é o sistema de propulsão do inusitado personagem de Osmos. Sendo assim, qualquer movimento diminui gradativamente seu tamanho, tornando o “protagonista” menor e mais frágil. Portanto, todas as suas ações devem ser muito bem controladas e planejadas, visando absorver mais e mais organismos a fim de manter-se em ordem e obter matéria suficiente para continuar jogando.

Osmos possui 47 níveis, e é um game obrigatório na coleção de quem costuma jogar maravilhas tais como “Modern Warfare 2” ou “Dead Space”, pois proporciona um relaxamento sem igual.

Machinarium

Bom, já comentei a respeito de Machinarium aqui no XboxPlus. Mais de uma vez, aliás. Belíssimos gráficos desenhados à mão, e uma trilha sonora digna de ser comprada separadamente. Trata-se de uma verdadeira obra prima inserida neste pacote fantástico.

A saga do pequeno robô que é expulso de sua cidade e deve retornar à mesma para salvar sua namorada é cativante e proporciona inúmeros momentos de descontração, relaxamento e, também, dificuldade.

Machinarium participou do “Festival de Games Independentes de 2009” e foi um dos ganhadores do mesmo, na categoria “Excelência em Arte Visual”. O jogo possui inúmeros puzzles que devem ser resolvidos, e, bem, é um game que todo bom gamer deveria possuir.

Finalizando

Eu confesso que esta é uma das melhores ofertas envolvendo indie games de altíssima qualidade que eu já vi. Mesmo que você possua alguns dos games contidos no pacote, dependendo de qual seja ele, a compra ainda é muito interessante, pois como vimos acima, alguns dos games contidos no “The Indie Love Bundle” custam exatamente o mesmo valor do pacote com os 6 jogos, se comprados individualmente.

Por exemplo, se você deseja comprar Eufloria e/ou Machinarium, que custam US$ 19,99 cada um, porque não comprar o pacote com 6 games oferecido pelo pessoal do “The Indie Love Bundle”, que contém estes dois games além de quatro adicionais, e que custa US$ 20,00? Compensa muito mais.

Se eu fosse você, daria um pulo lá no site desses desenvolvedores inovadores e corajosos, e faria a compra. Além do mais, um incentivo a esse pessoal que trabalha duro e vende games excelentes a preços muito abaixo do que eles valem realmente, é muito bem vindo.

Acredito que eles apreciarão muitíssimo a sua contribuição, e você ficará muito feliz, pois terá 6 excelentes jogos prontinhos para serem jogados, podendo iniciar qualquer um deles sabendo que existem mais 5 na fila.

Mas fique atento, a promoção vai até o dia 19 de Fevereiro de 2010 (próxima sexta-feira). Neste momento, restam mais ou menos 4 dias, 10 horas e 57 minutos para o fim da promoção (se é que podemos chamar isto de promoção, pois em minha opinião trata-se mais de um presente).

Caso você tenha se interessado e não esteja com seu bolso “doente”, corra e compre já. Garanto que você não vai se arrepender. Aliás, lembrando novamente, você poderá ganhar uma cópia de Machinarium gratuitamente, aqui no XboxPlus. Fique ligado e siga-nos no Twitter para receber notícias a respeito. Além disso, o Twitter é um canal bem interessante para trocarmos idéias a respeito de games. 🙂

Posso adiantar, também, que já estamos em contato com diversos desenvolvedores independentes, e já temos duas cópias de um outro sensacional game indie em mãos: “Bob Came in Pieces”. Cada uma das cópias serão dadas a 2 leitores do XboxPlus, os felizardos que ganharem o concurso relacionado a este novo game.

Ah, aproveitando, dê uma olhada no trailer promocional do “The Indie Love Bundle”:

Link direto para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=XPOykWeqHgY

(Via: Joystiq)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest