Já escrevi aqui no XboxPlus a respeito de Dual Universe, uma espécie de sandbox espacial. O título, em desenvolvimento por um estúdio chamado Novaquark, o qual é composto por diversos veteranos da indústria, tem como promessa a criação da primeira civilização virtual online.

Uma ideia bastante interessante, ainda que pareça, pelo menos a princípio, difícil de ser atingida, não? Bem, se serve de consolo, dentre os integrantes da desenvolvedora encontram-se talentos oriundos de empresas como Sony, Apple, CCP Games, Epic Games e Bioware.

De qualquer forma, Dual Universe parece mesmo um prato cheio para todos os fãs de jogos com temática espacial e/ou que permitem que coloquemos a mão na massa, construindo, moldando, replicando, modificando (Minecraft, é claro, incluso), etc.

Dual Universe

Em Dual Universe, o qual na verdade será também um MMO, existirão quatro pilares: “Explore”, “Build”, “Trade” e “Conquer”, ou seja, “Explorar”, “Construir”, “Comercializar” e “Conquistar”, o que significa que teremos no título diversas mecânicas diferentes, todas possivelmente trabalhando lado a lado a fim de realizar a visão do estúdio.

A tecnologia envolvida no jogo, segundo a Novaquark, permitirá que milhões de jogadores interajam no mesmo universo interconectado, tudo isto ao mesmo tempo, e sem nenhum tempo de carregamento. Todos estarão dentro da mesma instância, vale lembrar, e todos poderão moldar planetas, construir veículos, naves e estações espaciais ao seu bel prazer. Isto sem falar em edifícios os mais diversos, valendo lembrar que ferramentas para a terraformação de planetas também estarão à disposição dos jogadores.

Pois bem, Dual Universe entra hoje em fase alfa 1. Isto significa que muita gente nova entrará no jogo, aumentando ainda mais as belezinhas que já foram criadas pela primeira leva de jogadores – alguns dos backers – (o título arrecadou mais de 565 mil Euros no Kickstarter, e mais de 11 milhões em financiamento do projeto através de seu website, segundo a Novaquark).

O estúdio também menciona que Dual Universe permitirá a construção de bases subterrâneas e possibilitará viagens interestelares. Segundo a empresa, será possível a construção de quase tudo que os jogadores imaginarem, tudo isto através de uma tecnologia proprietária de voxels.

Dual Universe

Durante o período alfa 1, 3 dos pilares estarão à disposição dos jogadores: “Explore”, “Build” e “Trade”. Além disso, vale lembrar que o planeta de Alioth, onde todos iniciam o jogo, já conta com o tamanho aproximado da Grã-Bretanha. Bacana, não? Além de impressionante – lembrando que este é apenas o primeiro planeta!

Vale também a pena lembrar que todos os backers do Kickstarter, independentemente do valor doado, poderão testar o alfa 1 de Dual Universe até o final de 2018, o que fará com que a população do game ultrapasse os 11 mil jogadores. Neste link também existe um Roadmap, o qual conta com informações bastante interessantes a respeito do jogo e dos futuros lançamentos relacionados.

Um vídeo também foi divulgado, o qual conta inclusive com a exibição de diversas criações da comunidade de jogadores anteriores ao período alfa. Este é certamente um projeto bastante ambicioso. Vamos torcer para que ele não fique apenas na promessa.

Se você deseja maiores detalhes, ou então se já está a fim de participar da fase alfa, dê uma olhada no site oficial (segundo informações, espera-se que o jogo completo seja lançado no segundo semestre de 2020).

Enquanto isso, fique com o novo trailer:

Pin It on Pinterest