Halo Reach

Com as palavras abaixo, ditas durante um podcast em que participou a convite do Major Nelson, Geoff Keighley, jornalista especializado em games e um dos apresentadores do “Game Trailers TV“, ligou, talvez, o motor que colocará em movimento as engrenagens do hype em torno de “Halo Reach”:

“Eu acho que este vai ser o maior game do próximo ano, de longe. O pessoal amou ODST e pensou que ele era grande, mas quando as pessoas verem o grande salto adiante que a Bungie está dando com Reach…”

Halo é um nome forte

Todos sabemos que basta ter o nome “Halo” estampado, que qualquer coisa vende como água. Mas todos também sabemos do extremo cuidado e atenção que Microsoft e Bungie, juntas, dão à franquia. E eu acredito, mesmo, que Reach será um grande lançamento em 2010. Aliás, teremos realmente grandes lançamentos em 2010, hein? BioShock 2, Dante’s Inferno, Mass Effect 2, etc.

Bom, comecei a jogar Halo a partir de sua terceira sequência, e parti logo em seguida para Halo 3: ODST. Tendo finalizado os dois (e lembrando que a campanha deste último foi bem curta), posso dizer que fiquei encantado pela história, pelo universo Halo e pelos personagens. Você termina cada game querendo ansiosamente saber o que vem depois.

E ODST foi uma grande sacada, pois menciona acontecimentos anteriores a Halo 3, além de ter vindo com boas melhorias nos gráficos e o interessante modo de visão VISR. Apesar de em um primeiro momento ficarmos com a impressão de que “perdemos” algo ao comprar um game “curto”, em contrapartida, ganhamos todo os mapas multiplayer de Halo 3 no segundo disco.

Finalizando

Sendo assim, agora mal vejo a hora de colocar as mãos em Halo Reach, e vale ressaltar que ainda tem aquela história (se bem que eu agora duvide de tudo) que diz que quem comprou o ODST vai ganhar acesso ao demo do Reach. Vamos esperar pra ver. 🙂

(Via: Destructoid)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest