É o fim: THQ não existe mais; veja quem comprou o quê

A batalha acabou e a poeira baixou. Chegou a hora de ver as baixas dessa triste guerra. Durante pouco mais de um mês, a produtora THQ enfrentou um turbulento processo de falência, que começou com um pedido de concordata, baseado em um acordo polêmico, que mais tarde foi questionado, julgado e acabou invalidando todo o processo. Quando os juízes americanos decretaram que a empresa não poderia ser vendida integralmente, a THQ já não tinha mais como continuar a existir. A única saída era vender os bens da empresa, pedaço por pedaço, a quem pagasse mais no leilão.

O tal leilão já aconteceu. Foi na tarde de ontem, dia 22. O governo americano ainda precisa aprovar as compras para que só então as propriedades sigam para os seus respectivos novos donos. Mesmo assim, já se sabe quem comprou quem. A informação foi divulgada em uma carta enviada pelo CEO da THQ, Brian Farrel, aos seus funcionários, e que foi também entregue ao site Kotaku. Confira o resumo abaixo:

  • Relic Entertainment, dona das franquias Company of Heroes e Warhammer 40.000, foi comprada pela SEGA (que já é dona de outra grande franquia de estratégia, a Total War), por US$ 26 milhões. 
  • Volition, Inc, dona da franquia Saints Row, foi comprada pela Koch Media (que também é dona da Deep Silver, responsável por Dead Island), por US$ 22,3 milhões.
  • Os direitos de publicação da franquia Metro 2033 também foram adquiridos pela Koch Media, por US$ 5,8 milhões.
  • franquia Homefront, da extinta Kaos Studios, foi comprada pela Crytek, por meros US$ 500 mil. Obs.: a Crytek já tinha contrato de produção da franquia com a THQ, antes do processo de falência — ou seja, a desenvolvedora alemã acabou comprando uma IP de sua própria produtora.
  • Os estúdios da THQ Montreal e o direito de publicação de South Park foram comprados pela Ubisoft, por US$ 2,5 milhões e US$ 3,2 milhões, respectivamente.
  • Os direitos de publicação do projeto “Evolve” (ainda não anunciado), da Turtle Rock Studios (que também foi responsável pelo primeiro Left 4 Dead), foi comprado pela Take-Two Interactive (dona da Rockstar e da 2K Games), por US$ 11 milhões.
  • A desenvolvedora Vigil Games e sua franquia Darksiders não encontraram compradores e permanecerão sob o pedido de concordata. A THQ disse que “fará todos os esforços para encontrar um comprador” para o estúdio.

“A maioria dos funcionários das empresas incluídas na venda vão receber ofertas de emprego dos novos donos”, diz o final da carta. “Entretanto, nós não podemos garantir isso e provavelmente haverá algumas posições [empregos] que podem não ser necessárias pela nova administração”, ou seja, pode haver corte de gastos e várias pessoas podem ficar sem emprego, mesmo depois do término da compra: “infelizmente, empregados de estúdios que não foram comprados perderão seus empregos”, diz a carta. Essa condição pode se aplicar à Vigil Games e outros resquícios da THQ que ainda não encontraram compradores.

O processo da venda deve estar concluído em até uma semana.

Então é isso aí. Ficamos na torcida pelo pessoal que ainda não conseguiu compradores. É um situação lamentável e muito triste, onde muitos talentos da indústria de jogos acabam se perdendo.

Descanse em paz, THQ.

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

12 Comments

  1. Resumindo toda esta situação:
    http://www.youtube.com/watch?v=WxW6t8-1UA8

    Uma pena que a Volition e Metro 2033 foram para a a Koch Media. Depois das papagaiadas com o Dead island, não tenho muita confiança na empresa. Vamos ver no que dá.

    Reply
    • @Bruno Gurgel,

      Uma pena mesmo. Eu não gostei da venda da franquia Metro, aliás. Mas fazer o que. 🙁

      E Red Faction, também, como vai ficar?

      Reply
  2. pelo menos não foram apenas fechadas e as franquias perdidas

    Reply
  3. @Marcos A.T. Silva: pois é, também dei falta do Red Faction. Se a franquia não seguiu junto com a Volition, Inc, então temo que ela caiu no limbo 🙁

    Reply
    • @Artur Carsten,

      Triste, viu. E eu gostei bastante até do Armageddon. 🙁

      Reply
  4. Complicou não ninguém comprou o darksiders?! rs

    Agora imagine o desespero das pessoas que trabalham por lá,sem contar que de acordo com o jogo deverão ter mais duas continuações,já que são 4 cavaleiros.

    Reply
    • @Rafael,

      Nem me fale, Rafael. Acho que podemos esquecer novos Darksiders, também. 🙁

      Reply
  5. Pelo o que parece, grande parte da equipe da Vigil está sento contratada pelos estudios da Crytek.
    Se isso for verdade, será que um novo darksiders , caso a franquia continue, teria a mesma qualidade?

    Reply
    • @Henrique,

      Parece que sim. Aliás, fico imaginando um Darksiders pelas mãos da Crytek. Acho que, pelo menos no quesito “gráficos”, seria impressionante.

      Reply
  6. Mas lembre-se que quem foi contratada foi a equipe , não a empresa.
    Ou seja, a Crytek não pode lançar um Darksiders III por não deter os direitos =P.
    Mas caso tivessem comprado, seria bacana kkk.. Apesar que os gráficos do Darksiders II estão ótimos pra mim. Se encaixam perfeitamente na temática do jogo.

    Reply
    • @Henrique,

      Ah, sim. E eu nem reclamo, acho os gráficos do Darksiders II muito bonitos mesmo. Só acho que seria interessante pelo menos ver a visão da Crytek pra ele. Quem sabe…rsrsrsrs 🙂

      Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Seria o crowfunding para salvar a franquia Homeworld uma farsa? - [...] essa altura do campeonato, todos nós já ficamos sabemos a respeito dos rumos tomados pelos estúdios e propriedades da THQ,…
  2. (Review) Metro: Last Light - [...] direitos de publicação da franquia Metro foram adquiridos pela Koch Media, por US$ 5,8 milhões. Metro: Last Light foi publicado pela Deep Silver, braço…
  3. (Review) Company of Heroes 2 — Nenhum passo para trás! - [...] mais famosas desenvolvedoras do gênero finalmente chegou, após sete anos de espera. Nem mesmo a falência de sua antiga…
  4. SEGA processa a falida THQ por vendas de Company of Heroes 2 - [...] o significado da palavra “falência”. A publisher resolveu abrir um processo contra o cadáver da THQ para reaver o valor…
  5. Homeworld ganhará remake em HD - [...] Homeworld, uma das mais famosas séries de estratégia sci-fi. Em abril, durante o processo de falência da THQ, a…
  6. Dos mesmos criadores de Left 4 Dead, Evolve é oficialmente anunciado - […] batizada apenas de “Evolve” foi comprada por generosos US$ 11 milhões durante o leilão que decretou a morte da…

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest