Elite: Dangerous – novidades, Gamma, ferramentas e aplicativos

Sim, Elite: Dangerous me pegou de jeito. Você pode também saber mais um pouco sobre o jogo em meus dois primeiros textos a seu respeito (além de algumas experiências pelas quais passei), aqui e aqui.

Agora eu gostaria de falar um pouco a respeito das novidades introduzidas (ou liberadas) no jogo com o lançamento da versão Gamma (no último sábado), versão que marcou também, claro, o encerramento oficial da fase beta.

Elite: Dangerous

O planeta Terra

A Frontier Developments divulgou um comunicado a respeito, e alguns detalhes são, digamos, bem “apetitosos”. Para começar (creio até que eu já deva ter escrito sobre isto), a galáxia inteira está liberada, com seus 400 bilhões de sistemas estelares, incluindo o nosso.

Muitos jogadores foram “lançados” para sistemas bem distantes daqueles onde se encontravam antes da versão Gamma, mas esta também é uma ótima oportunidade para exploração, para conhecer novos sistemas, para descobrir novas oportunidades. Obviamente, backers do Kickstarter tiveram a chance de escolher suas “posições iniciais”, de acordo com seus respectivos tiers.

Elite: Dangerous

Nova nave Orca

Além disso, todos os que adquiriram o jogo em pré-venda terão acesso a partir de 26 de Novembro (amanhã) a missões singleplayer de combate que funcionarão como tutoriais. Missões de treinamento, digamos.

Uma companion app também foi lançada para Elite: Dangerous, por enquanto, apenas para iOS (versões para dispositivos Android e Windows Phone devem ser lançadas até o final do ano, segundo a desenvolvedora). Através deste aplicativo, será possível ficarmos de olho em novidades e também acompanharmos o progresso de nossos personagens.

Também vale a pena mencionar a Premiere de Elite: Dangerous, que aconteceu no “RAF Duxford Imperial War Museum” no último sábado, 22 de Novembro. O evento foi transmitido ao vivo, via Twitch.tv, mas também pode ser conferido agora mesmo, através do Youtube. Vale lembrar que também faz parte do “pacote” suporte a resolução 4K, Track IR e Oculus Rift.

Elite: Dangerous

Piratas

Tenho “perdido” muito tempo em Elite: Dangerous. Durante estas “andanças” todas, acabei encontrando algumas ferramentas muito bacanas, também, as quais ajudam bastante durante o gameplay:

Elite Advisor

O site conta com ferramentas para planejamento de rotas, incluindo recomendações, e também informa as rotas de comércio mais rentáveis, de acordo com uma série de parâmetros que o jogador deve informar. Também é possível simplesmente informar o destino desejado, o local de início, créditos em caixa e outros fatores, para obter o melhor caminho. Isto dentre outras coisas bem legais. Não é perfeito, mas vale a pena conhecer. Visite

Thrudd’s Elite: Dangerous Trading Tools

Outra ferramenta que tem a ver com rotas. Informações para obtenção de melhores lucros, etc. Visite.

Changodock

Outra ferramenta para obtenção das melhores rotas. Informe a origem, o destino, o modelo de sua nave, quantidade de carga e massa, etc. O sistema informará a quantidade de saltos necessários, e quais sistemas farão parte do “passeio”. Visite.

Algumas considerações

Vale lembrar que com os recentes updates, as ferramentas acima podem precisar de um tempo até estarem em melhores condições, digamos, após as devidas atualizações por parte de seus criadores e/ou da comunidade.

Elite Dangerous Voice Pack (para uso em conjunto com o Voice Attack)

Ao contrário das ferramentas acima, esta é uma ferramenta paga. Trata-se de um pacote (Elite Dangerous Voice Pack) para ser usado em conjunto com o software Voice Attack. Basicamente, com este conjunto, você poderá comandar sua nave através de comandos de voz. Parece ser bem interessante, embora eu ainda não tenha testado. Conheça.

Por enquanto é isto. Em breve mais histórias do CMDR Nyhone Maulerant. 😀

Poderá gostar também

7 Comments

  1. Fala, Marcos!

    Estou vendo que o Elite: Dangerous vai render muito e por um bom tempo. 😀

    Também descobri sobre vender dados de sistema do mesmo jeito. Dei uma sorte que minha primeira venda foi de 3.000 CR e uns quebrados. Nunca mais consegui vender dados por esse preço. Agora variam desde míseros 100 CR até no máximo 2.300 CR. É meio incerto, mas está engordando minhas finanças enquanto procuro desesperadamente por um novo power plant para a minha Eagle.

    A Eagle tem 3 harpoints para armas, então dá para colocar um terceiro laser ali. O problema é que minha power plant atual não aguenta mais um laser. E descobri isso quase da pior maneira possível. Estava eu marotamente explorando um sistema perto de Chemaku, era o sistema Wolf-alguma coisa, se não me engano, quando um outro jogador me deu interdiction. Havia acabado de colocar o terceiro laser e notei que este estava acabando com minha energia, mas achei que o pior que ia acontecer era perder os escudos. Com um terceiro laser, a velocidade e manobrabilidade da Eagle, achei que ia ficar tudo bem. Nunca estive tão errado… Assim que ativei minhas armas, minha energia TODA foi pro saco. Não só dos escudos, mas também das engines e até do life-support. No mesmo instante, minha temperatura foi pra 0 e o cockpit começou a congelar. Nessa hora, joguei mouse e teclado pra cima e esperei o pirata me abater. Esperei por uns 2 minutos e nada. Pelo radar, vi o cara voando pra lá e pra cá, como se estivesse me procurando. De repente, ele entrou em supercruise e foi embora.

    Demorei um pouco pra entender o que aconteceu. Acontece que, como tudo desligou na minha nave, minha temperatura foi pra zero e, portanto, desapareci do radar do cara. E como minha nave tem um pintura escura e tudo são pontinhos luminosos no espaço, ele não me achou e foi embora, provavelmente tão confuso quanto eu. Recolhi minhas armas, esperei a energia voltar e fui o mais rápido possível para a estação mais próxima.
    Ri demais da minha sorte. Claro que vendi o terceiro laser assim que pude para não correr mais riscos. E agora estou caçando uma nova power plant para poder user o terceiro laser.

    E não é que eu não goste de combate. Na verdade, adoro combate no espaço. Mas minha paixão mesmo é a exploração. CMDR Menegroth Susej sem dúvida alguma será um explorador com um pouco de bounty hunter para ajudar nas finanças. Aliás, te adicionei lá. Você disse que estava próximo de ROSS 210. Também estou por essa região. Se por algum acaso precisar de uma escolta nas suas viagens de mineração, podemos fazer negócio.

    E ótimas dicas com o app e os sites! Para pessoas que não gostam muito de comércio, como eu, esses sites são uma mão na roda. Quando estiver precisando de grana, terei que recorrer a eles.

    Reply
    • Só mais uma coisa: estava dando uma lida no fórum do jogo e achei um vídeo sensacional. Um jogador achou e gravou a visita dele a um buraco negro!
      Como o buraco negro em questão não está “se alimentando”, só há uma forma de “vê-lo”: através da lente gravitacional. E o efeito foi representado perfeitamente no jogo. Link do vídeo:

      https://www.youtube.com/watch?v=7txixfOI0tE

      Agora, ouvi falar da existência de buracos negros que estão devorando estrelas no jogo, com disco de acreção e tudo. Ainda não vi nenhuma screen ou vídeo disso, mas não duvido que, pelo menos, a Frontier implemente isso no futuro.

      Reply
      • Uau! Quanto a esse vídeo, SENSACIONAL! 😀

        Acabei de ver. Pretende visitar o danado? Agora, desses outros devorando estrelas, nossa. Já pensou?

        Reply
      • Ah, já ia me esquecendo. Olha uma belezinha que achei ontem…rsrsrs

        As duas primeiras fotos foram capturadas enquanto estava no caminho. 😀

        OBS: Dá pra ver as imagens em tamanho maior, exibindo a imagem com o botão direito do mouse.

        Indo para Psamathe A 1

        Ainda no caminho

        Psamathe A 1

        Psamathe A 1

        Reply
    • Fala Bruno! Então, os sites e ferramentas são uma mão na roda, mesmo. Aliás, chegou a dar uma olhada na companion app? 🙂

      Poxa, esse esquema de vender dados de navegação rende uns trocados muito bons, viu. Eu agora já peguei uma Hauler, e estou tentando melhorá-la. Também como você, penso inicialmente em uma power plant. Aliás, te adicionei ontem, e vi que você continuava lá por Chemaku. Quem sabe uma hora não marcamos um encontro no espaço? rsrsrs Passei por esse sistema Wolf alguma coisa, também.

      Poxa, mas a tua Eagle, então, “apagou”, totalmente? Uma curiosidade: creio que já sei a resposta, mas tudo bem. Na queda de temperatura existe algum “efeito” no cockpit? Que barato isso do cara perder você de vista. Bem realista a maneira como tudo aconteceu, aliás. Damos boas risadas jogando, com certeza. Ontem mesmo, dei muitas.

      Mas vamos marcar essas viagens aí, juntos, pra qualquer dia, quem sabe? 😀 E você, pretende visitar o Sistema Solar?

      Bem, agora estou com uma Hauler novamente e cerca de 60000. Estava pensando em alguma outra nave, talvez uma Viper, mas ainda preciso ver essa questão da energia, além do espaço para carga, se tem como aumentar além das 4 unidades, porque já vi que o comércio está na minha veia. E, também, ver o custo-benefício, se não compensa esperar mais e pegar algo mais “parrudo”. 😀

      Reply
  2. Boa tarde, gosto muito das suas histórias sobre o elite dangerous. Poderia me indicar uma configuração maneira de pc para poder desfrutar desse game com o máximo de diversão?

    Reply
    • Olá amigo, tudo joia?

      Que bom que gosta!

      Então, já joguei E:D numa boa em uma configuração bem modesta, usando basicamente uma GTX 460, um Core I5 2300, 4GB de RAM. O jogo não é muito pesado não. Claro, se você puder seguir os requisitos mínimos, pelo menos, seria bacana. Mas fica tranquilo, não pede um PC da NASA não…rsrs 🙂

      Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Solidão, exploração e o longo caminho de volta para casa em Elite: Dangerous - […] Pelo jogo como um todo, é claro. É bem verdade que, na imensidão do espaço, mesmo ferramentas construídas para…
  2. Assista ao espetacular trailer de lançamento de Elite: Dangerous - […] uma versão vendida há até alguns dias atrás que fornecia acesso ao beta (atualmente estamos na fase gama), […]

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest