Na semana passada o Daniel Trezub, editor do GameBlogs, me convidou para uma entrevista. Respondi às questões do Daniel com o maior prazer. O cara é muito gente fina e criou um agregador de blogs nacionais sobre games fantástico. Se você ainda não conhece, não deixe de conhecer o GameBlogs. E se você possui um blog/website sobre games, não deixe de cadastrá-lo no site do Daniel.

Bom, resolvi retribuir a gentileza, e também entrevistei o Daniel. Aliás, não foi somente para retribuir a gentileza. Ocorre também que sempre tive muita curiosidade a respeito do trabalho dele, do GameBlogs em si, e a respeito do que ele pensa a respeito do mundo dos games como um todo. Na entrevista, o Daniel fala a respeito do seu agregador e dá a sua opinião sobre diversos assuntos. Muito obrigado, Daniel. 🙂

1) XboxPlus: Em primeiro lugar, Daniel, gostaria de saber quais são seus gêneros de games preferidos, e também as plataformas.

Daniel Trezub: Não sei se tenho um gênero de jogo preferido, mas posso dizer que não sou fã de FPS em geral (apesar de que gostei bastante do COD4 e acho que foi o jogo que mais joguei no meu PS3, depois de LittleBigPlanet) nem de jogos de corrida (apesar de estar esperando ansiosamente por Gran Turismo 5). Eu gosto mesmo de jogos que me surpreendam, que não sejam caça-níqueis puros e que demonstrem que o desenvolvedor pensou na gente, jogadores. Aprecio, especialmente, jogos com bons gráficos 2D, uma vibe meio retrô 🙂

2) XBP: De onde surgiu a idéia de montar o GameBlogs?
DT: Eu não lembro direito exatamente de onde ela veio, mas a ideia inicial era um tanto diferente do GameBlogs que temos hoje. Eu queria fazer um site estilo Digg só para a blogosfera brasileira de games, mas depois de um tempo trocando ideias e discutindo com outras pessoas acabei desistindo desse formato e optando pelo de agregador e lista de blogs.

3) XBP: Como você enxerga o crescimento do GameBlogs, e toda a “sempre crescente” lista de gaming blogs que fazem parte do mesmo?
DT: Eu acho ótimo! O número de visitas, por exemplo, vem aumentando a uma taxa pequena mas estável desde o lançamento do site. E eu achava que depois de um tempo curto de existência a lista de blogs ia estabilizar, mas me enganei! Sempre tenho blogs na fila para aprovar. Isso é ótimo porque mostra que, mesmo que tenhamos nossos blogs favoritos, sempre tem algo novo por aí. Por outro lado, o fato de a lista estar sempre em crescimento impõe alguns desafios para o site: como fazer que todos os cadastrados tenham visibilidade? Como balancear entre um blog bom com poucas postagens e um blog mais superficial com muitas postagens?

4) XBP: Que tipo de benefícios o GameBlogs recebe, em troca, digamos, como um agregador nacional de blogs sobre games?
DT: O GameBlogs ainda não é um site monetizado, além de ser uma iniciativa sem fins lucrativos. Então, por enquanto, os únicos benefícios que o site recebe são os elogios e as visitas que os blogs participantes enviam. Além disso, é recompensador ver as estatísticas de sites de busca, por exemplo, mostrando que o GameBlogs está servindo de destino para leitores que procuram determinados assuntos relacionados a games. Esses leitores, então, procuram dentro do GameBlogs outros posts sobre esse assunto, e acho isso uma conquista muito positiva para todo mundo.

5) XBP: Como você enxerga a indústria de games em geral?
DT: Essa é uma pergunta complexa que merece uma resposta mais complexa ainda, mas vou tentar sintetizar.
Vivemos uma época de ouro para a indústria de games, mas acho que é uma época um pouco perigosa. Temos títulos demais, e cada vez mais dinheiro sendo gasto no desenvolvimento. Eu acho que logo vamos chegar no limite do equilíbrio entre custo de desenvolvimento e preço dos jogos, e das duas, uma: ou as desenvolvedores voltam atrás e diminuem o valor gasto para fazer um jogo AAA, ou o preço deles para nós, jogadores, vai aumentar. E se alguém da indústria estiver lendo isso, deixo outra dica: a gente não compra jogo só no natal, ok? Podem lançar durante o resto do ano também.

6) XBP: Você acredita que o mercado de games para PC está em decadência? Explique, por favor. 🙂
DT: Não. Acho que o mercado de games para PC deveria servir de exemplo para o mercado de games em geral, e até mesmo para o mercado de música e filmes. O Steam mostrou que dá sim para ganhar dinheiro com jogos para PC (ou pelo menos dá uma esperança). O mercado de consoles tem muito o que aprender com a Valve e o modelo do Steam, e acho que todo mundo só tem a ganhar. Pra mim, o problema do mercado de jogos para PC é a constante necessidade de atualizações de hardware, mas tem quem goste 🙂

7) XBP: Como você vê o cenário de blogs sobre games nacional, e como você o compararia ao cenário internacional?
DT: Em termos gerais, falta opinião na nossa blogosfera. Leio vários blogs estrangeiros, não apenas americanos, e todos eles tem liberdade para expressar sua opinião sobre os jogos, sobre designers, sobre empresas, sobre a indústria em geral. A impressão que tenho é que quanto mais profissional é o blog no exterior, mais livre ele é para expor opiniões.

No Brasil, quanto maior e mais profissional o blog, mais imparcial e pasteurizado seu texto fica. Creio que isso é um certo receio de provocar a ira dos leitores, que não aceitam que blogs emitam opinião sobre absolutamente nada. Nós, como autores de blogs, acabamos então nos acostumando a sempre evitar determinados assuntos, não escrever aquele texto dando nossa opinião para não ter que ficar moderando comentários depois, e assim por diante. Cabe a nós, blogueiros, educarmos nossos leitores. Acho que é isso que falta no cenário de blogs nacional: tolerância.

8 ) XBP: Quais são os planos para o futuro do GameBlogs?

DT: Meu objetivo é listar todos os blogs de games do país. Esse é o objetivo desde o início do GameBlogs. Para isso sei que tenho que melhorar muita coisa e construir ferramentas que atraiam os blogs que ainda não estão no site. Por exemplo, recentemente deixei todos os posts da home no modo resumo, porque alguns blogs não viam com bons olhos ter posts na íntegra no GameBlogs. Para o futuro, entre outras coisas, tenho em andamento um projeto de ranking dos blogs, planejo melhorias no sistema de buscas do site e quero reforçar a ideia de comunidade entre os donos de blogs cadastrados com algumas ferramentas que ainda estão em fase embrionária. Resumindo: ainda tenho MUITO trabalho pela frente.

————————–

E é isso aí. O XboxPlus pertence à rede formada pelo GameBlogs, e nada mais interessante do que saber um pouco mais a respeito dele.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest