Espaço, engenharia, números e caminhões, em Space Engineers

Não foi surpresa alguma, pelo menos para mim, saber que Space Engineers, da Keen Software House, chegou à marca de 500 mil cópias vendidas. Na verdade o título ultrapassou este número, mas tudo bem. Vale lembrar que o título é exclusivo do PC, e que estes números se referem apenas ao Steam.

Space Engineers é um fantástico sandbox no qual você constrói coisas. No espaço. Com muita, muita liberdade. Espaçonaves e estações espaciais dos mais diversos tamanhos, veículos, armas, e o que mais sua imaginação mandar, de acordo com suas habilidades e com as ferramentas e recursos disponíveis no game, é claro. Até caminhões já foram construídos e postos para rodar, diga-se de passagem (veja abaixo).

O jogo se encontra disponível através do Steam Early Access, e desde seu lançamento, em 23 de Outubro de 2013, já recebeu diversas atualizações. Muitos novos recursos foram adicionados ao jogo, muitas coisas foram aprimoradas, e o que já era bom ficou melhor ainda, incluindo inúmeros itens solicitados pela comunidade de jogadores.

Este é um dos mais belos exemplos de jogos lançados através do programa de acesso antecipado do Steam. Um belo e forte contraste, aliás, quando nos deparamos com problemas e com desenvolvedores agindo de forma desonesta, como o recente caso de Earth: Year 2066, o qual felizmente recebeu o devido tratamento por parte da Valve.

Space Engineers

Bem, posso dizer que em “Engenheiros Espaciais”, coisas que antes eram mais difíceis de serem criadas e/ou postas em funcionamento, hoje já não requerem tanto esforço. Esquemas, engenhocas, sistemas, bases e até mesmo simples portões, hoje são muito mais fáceis de serem construídos e colocados para funcionar, graças às várias atualizações e melhorias que o jogo recebeu.

Tudo bem, ainda temos que “brincar” com valores de torque, velocidade e força de frenagem, dentre outros elementos, “apenas” para abrir e fechar um portão de um hangar. Mas em contrapartida, o inventário, em apenas 6 meses, já cresceu bastante.

Hoje contamos até mesmo com ogivas, dentre os armamentos, e o jogo segue melhorando. Já temos 3 tipos de cockpit, ao invés de um, temos vidro blindado (o que me faz sentir vontade de modificar diversos detalhes em minha estação – ainda em construção), podemos modificar a cor dos blocos conforme bem desejarmos, e por aí vai.

Já temos também o modo de jogo “survival”, através do qual podemos trabalhar para sobreviver no espaço, lidando com mineração, processamento e gerenciamento de recursos, e temos também o modo “multiplayer” (construir nossas próprias máquinas de guerra e levá-las a batalhas contra outros jogadores com certeza deve ser uma experiência e tanto – ainda irei chegar lá).

Space Engineers tem sido uma espécie de palco por onde criações fantásticas têm passado. Uma olhada rápida no Steam Workshop nos mostra muitas coisas legais (já existem mais de 18 mil itens): naves, estações, veículos e uma série de brincadeiras extremamente engenhosas, como por exemplo “hóquei no espaço“.

Space Engineers

Estamos muito animados por comemorar este marco com nossos fãs, cujo encorajamento e ativa participação tornou possível. Como um desenvolvedor independente, encontrar um público deste tamanho, com este tipo de apoio ao nosso game – mesmo enquanto o produto está em desenvolvimento – é incrivelmente inspirador. Os fãs, com sua paixão e ideias ilimitados, continuam nos fazendo melhorar, adicionar recursos e desenvolver as inovações que a nossa comunidade merece“, disse Marek Rosa, CEO e fundador da Keen Software House.

Vejo criações no Space Engineers que me deixam abismado. Um certo usuário, aliás, chegou a criar uma empresa fictícia, de brincadeira mesmo, veja bem, e a usa para brincar, ops, para criar e mostrar ao mundo suas obras. Trata-se da Shivan Industries, que também possui um grupo no Steam (Hunter é o nome do “engenheiro”). Hunter cria coisas capazes de deixar muitas pessoas boquiabertas, tamanha a beleza e engenhosidade das criações.

Hunter já criou pequenas e sensacionais naves, frotas completas, incluindo naves-mãe,  várias naves de guerra, e muitas outras coisas sensacionais. É realmente sensacional, e se você possui o jogo, vale a pena dar uma conferida.

Abrir Space Engineers no creative mode, meu preferido, é uma experiência e tanto, mesmo que você comece sem saber ao certo o que fazer. Aquele enorme espaço repleto de asteroides, com estrelas brilhando ao fundo, aquela fantástica sensação de vazio e a visão do nosso “personagem”, logo à frente: tudo isto é bastante instigante, e é apenas o começo.

O começo de algo que pode se transformar em uma grande aventura. É como se tivéssemos um quadro negro tridimensional diante de nós, com todo o tempo do mundo para posicionar blocos de diversos tipos onde bem entendermos de forma tal a dar forma a elementos que estão brigando para sair de nossa cabeça. Ajustes e refinamentos de diversos tipos sempre serão necessários, não se engane, mas o processo todo pode ser muito bacana e especial.

Posicionar alguns blocos que futuramente farão parte de uma estação espacial que crescerá gradativamente, à medida que você aprimora seus conhecimentos e vai criando outras coisas, é sempre muito instigante. Estações espaciais próximas a asteroides sempre podem se aproveitar destes corpos rochosos, seja para mineração seja para torná-los parte de si. Criar. No espaço. Isto é sensacional. Crie seu “pequeno universo”, e encha-o de máquinas. As suas máquinas.

Se você gosta de jogos sandbox, de assuntos relacionados ao espaço e também gosta de colocar a mão na massa, criando, criando, criando, este título pode se transformar em um vício. Aliás, veja a belezinha abaixo. Um caminhão muito bem feito “passeando” através de uma estrada em meio às estrelas:

Muito bacana, não? Claro, é uma brincadeira, mas não deixa de ser fora de série; realmente bastante criativo. Uma das coisas que me fascinam neste tipo de jogo, e em especial neste da Keen Software House, é o fato de que muitas vezes não temos em mãos as ferramentas necessárias, e somos obrigados a improvisar (como no caso da abertura e fechamento dos portões que citei acima, por exemplo).

Temos, talvez, a matéria prima. Temos o básico, em mãos. Ou, quem sabe, temos o metal com o qual teremos de construir primeiro as ferramentas que ajudarão em seguida a dar vida àquilo que vai em nossa imaginação. Este é um exemplo, claro, e sob esta ótica, fica claro que tudo pode se tornar mais difícil ou mais fácil, dependendo do jogador e do que ele deseja, bem como do estado em que se encontra o jogo.

Space Engineers

Mas se levarmos em consideração a maneira como a desenvolvedora está implementando novidades no jogo, a forma como a comunidade está sendo ouvida, muito em breve teremos muito mais automatização, muitos novos recursos, muitas facilidades para gerenciarmos e operarmos nossas obras. Muito em breve coisas ainda mais espetaculares poderão ser vistas, neste espaço sandbox da Keen Software House.

E você, se interessa por este tipo de jogo? Já jogou Space Engineers? Bem, de qualquer forma, segue abaixo o belo vídeo comemorativo recém lançado:

Poderá gostar também

2 Comments

  1. Então é tipo um Minecraft no espaço?

    Reply
    • Olha, Hawk, resumindo, digamos que essa também pode ser uma comparação. 🙂

      Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Space Engineers será lançado para Xbox One via ID@Xbox - […] espetacular sandbox espacial Space Engineers, da Keen Software House, será lançado para o Xbox One, através do programa ID@Xbox.…
  2. Ainda em Early Access, Space Engineers vende mais de 1 milhão de cópias - […] Space Engineers é uma espécie de “Minecraft espacial”. Um enorme sandbox que permite que o jogador crie naves e…

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest