Estúdio de Anomaly anuncia This War of Mine: o outro lado da guerra

This War of Mine - 11 Bit Studio

Na guerra, nem todo mundo é um soldado“, diz a 11 bit studios no press release que anuncia seu próximo jogo. Trata-se de This War of Mine, e diferentemente de seus jogos anteriores, como por exemplo Anomaly: Warzone Earth e Anomaly 2, teremos aqui algo bem diferente. Não teremos super soldados, guerreiros experientes nem grupos de elite.

This War of Mine tentará mostrar o outro lado. Um lado distante de operações militares de grande porte e de gerenciamento de recursos. A 11 bit studios agora trabalha em um game com uma temática mais obscura, onde os jogadores controlarão civis que tentam se manter vivos em uma cidade cercada.

Os riscos incluem até atiradores de elite à espreita durante o dia, impedindo as fugas. No novo jogo do estúdio polonês, os jogadores terão que arranjar tempo e, com cuidado, construir itens, realizar negociações, melhorar seus abrigos e, claro, cuidar de seu povo. Já o período noturno será mais apropriado para vasculhar áreas próximas em busca de recursos, como por exemplo alimentos, armas, etc.

A desenvolvedora também menciona que TWoM apresentará aos jogadores decisões difíceis, as quais poderão resultar em boas ou más consequências para o grupo. Tentar proteger a todos, custe o que custar, ou sacrificar alguns em prol de um bem maior, por exemplo? Segundo as palavras do estúdio, não existirão nem boas nem más decisões durante a tal guerra. Existirá apenas a sobrevivência. Interessante.

Isto pode acontecer em sua cidade, em seu país. Ao desenvolver um novo jogo, nos deparamos com um artigo que descrevia como um homem sobreviveu em uma cidade sitiada. Nós estudamos suas dificuldades e o horror daquela experiência. Decidimos trabalhar ao redor desta ideia e fazer algo real, algo que possa mover as pessoas e fazê-las pensar por um segundo. Já está na hora dos games, como qualquer outra forma de arte, começarem a falar sobre coisas importantes“, disse Michal Drozdowski, designer chefe na 11 bit studios.

Já passou da hora, chego a dizer, complementando as palavras de Drozdowski, e creio que nem preciso citar aqui inúmeros exemplos bacanas. Foi-se o tempo em que jogos eletrônicos eram apenas um efêmero passatempo. Hoje jogamos títulos que ficam em nossas mentes por dias e dias, após os créditos subirem. Games cujas belíssimas trilhas sonoras embalam nosso sono, muitas vezes. Obras que nos emocionam, que nos fazem chorar, que chegam até mesmo a fazer com que sintamos enorme raiva de alguns personagens. As coisas mudaram, felizmente.

Achei a proposta de This War of Mine bastante interessante, e não sei por que, tudo isto me lembra um pouco de I Am Alive. E levando em consideração o talento desse pessoal da Polônia que já nos brindou com a fantástica série Anomaly, além de títulos bacanas como, por exemplo, Sleepwalker’s Journey e Funky Smugglers, não duvido de que coisa muito boa venha por aí. O jogo será exibido à imprensa pela primeira vez durante a Game Developers Conference, na próxima semana, falando nisso.

Infelizmente, ainda não há uma data de lançamento definida para o lançamento de This War of Mine. Mas sabemos que o game será lançado para PC, Mac, Linux e dispositivos móveis (ainda em 2014). Vamos aguardar. Enquanto isto, fique com este interessante trailer:

Poderá gostar também

6 Comments

  1. Ideia simples mas genial! O mais incrível é que ninguém na indústria tenha implementado antes. Passou da hora mesmo de mostrar o outro lado da guerra, além dos rambos turbinados matadores de “terroristas”.

    Reply
    • @C. Aquino,

      Também achei. Achei sensacional, e vindo de quem vem, estou bem otimista.

      Reply
  2. A premissa é interessante e dependendo da forma como for implementada será realmente um jogo genial.Mas sinceramente não acredito em nada revolucionário , como a primeira vista pode parecer.Com essa onda de jogos de sobrevivência , provavelmente será mais um , apenas com outra perspectiva.
    Acredito que os jogos realmente possam nos emocionar e até ser qualificado como arte ( alguns ótimos exemplos , não de uma maneira geral)mas sou totalmente contra essa história de “falar sobre coisas importantes” em um jogo.Primeiro que é um “papo furado” pois esse meio não é favorável pra se tratar de assuntos sérios de forma profunda.Segundo , que se conseguirem abordar assuntos importantes em jogos, ele provavelmente – em minha opinião – não poderá ser qualificado como tal.E terceiro ,há outros meios muito melhores pra se tratar desses assuntos, porque logo jogos? Sinceramente não gosto desse movimento de tentar transformar jogos eletrônicos em um veículo da realidade.Acho que esse produtores estão cansados de ouvir que produzem “joguinhos” e tentam dar uma relevância em seu produto embutindo “assuntos importantes”.Quero ver uma crescente evolução dos jogos e não uma mutação.

    Reply
    • @Marcos A. S. Almeida,

      Eu acho que depende muito Marcos. Da abordagem, da experiência da empresa, etc. Claro, o que o Drozdowski disse com certeza é pra fazer que pensemos que vai ser algo inovador, revolucionário, etc. Eu não vejo problemas em jogos falarem sobre coisas importantes. Acho que eles são capazes, muitas vezes, de passarem uma mensagem de maneira mais clara e impactante justamente devido à interatividade, dentre outras coisas. Bem, acho que é questão de perspectiva, vamos aguardar.

      Reply
  3. Bem interessante mesmo! Só pelo fato de tentar uma abordagem diferente, já me interessou bastante. Só estou curioso para ver como será a jogabilidade.

    Reply
    • Eu também, Diego. Vamos ver como vai ser essa mudança de rumo da 11 Bit Studios. 😀

      Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest