Zynga

A cambaleante Zynga, desenvolvedora de jogos sociais que não anda muito bem das pernas (e que agora vai ser comandada pelo ex-chefão da divisão de entretenimento da Microsoft), protagonizou uma falha vergonhosa nas últimas semanas. Só não foi pior porque o “beneficiado” da história resolveu brincar, inofensivamente, com a situação.

Imagine que você está no Facebook, jogando tranquilamente um dos jogos da Zynga e, de repente, o jogo trava e fecha. A mensagem de erro pede que você envie um e-mail para o suporte da empresa, alertando sobre o problema e pedindo maiores esclarecimentos. Como você investiu dinheiro real naquele jogo, você desesperadamente envia uma mensagem para o departamento de suporte da empresa, cujo e-mail está disponibilizado no aviso de erro, exigindo uma correção. Horas depois, a resposta chega.

“O problema que você enfrenta já é conhecido pelo nosso time, e eu tenho uma solução dada diretamente pelos nossos engenheiros. É um pouco estranho, mas é assim que funciona: você precisa ir ao mural de até 5 amigos e postar a seguinte mensagem ‘Eu amo ursos marrons, cadeiras dobráveis e cabelos encaracolados!’ Os engenheiros garantiram que transmitindo essa mensagem aos seus amigos evitará o problema que você está enfrentando”, diz a resposta.

Tiro e queda, hein? 😉

Oops!

Oops!

Acontece que o e-mail — que deveria ser do time de suporte da Zynga — estava errado. O sufixo @themepark.com pertence a empresa de web design gerenciada por Eric Mueller. E Eric não é funcionário da Zynga. Nunca foi. Na verdade, ele jura jamais ter jogado um jogo da empresa na sua vida. A falha fez com que, durante alguns meses, sua caixa de mensagem fosse inundada por jogadores furiosos, reclamando do jogo Coasterville (onde o aviso aparecia) e pedindo correções.

A princípio, Eric enviou e-mails para a Zynga avisando da falha. Sem obter respostas, ele resolveu fazer o trabalho que a desenvolvedora falhou em desempenhar, mas de uma maneira bem humorada — como a resposta acima.

Outras respostas hilárias incluem o esclarecimento de que jogos hospedados em servidores canadenses estavam falhando pois os técnicos resolveram superaquecer as máquinas cobrindo-as com a bandeira do Canadá; a sugestão de colocar sobre o teclado a camisa de um time de hóquei; mover vagarosamente o mouse ao longo dos quatro cantos da tela antes de clicar para abrir o jogo; entre várias outras bizarrices de morrer de rir.

Segundo o Kotaku, que contatou a Zynga, a falha foi corrigida (finalmente!). Porém, vai ser difícil apagar a humilhação sofrida por consumidores nada sortudos. Ainda assim, a Zynga deveria agradecer pela inofensiva brincadeira que poderia ter sido bem mais desastrosa se a falha no e-mail redirecionasse seus clientes a pessoas de más intenções.

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest