Robbie Bach, presidente da divisão de entretenimento e dispositivos da Microsoft, durante a recém iniciada feira de eletrônicos CES 2010 (Consumer Electronics Show), comentou a respeito de um projeto chamado “GameRoom” que, em minha opinião, é fantástico. Representa muito para os retrogamers, para quem algum dia na vida possuiu um NES, um Atari ou qualquer uma daquelas outras velhas e saudosas máquinas que faziam nossa alegria quando crianças.

O “GameRoom” será lançado durante esta próxima primavera (lá), o que se traduz em outono aqui para nós. Ou seja, podemos esperar o lançamento para algum momento entre Março e Junho de 2010. Bom, mas o que é o tal GameRoom?

Tenha um espaço virtual e seu próprio gabinete para rodar seus arcades

Segundo a apresentação da Microsoft durante a CES 2010, o “GameRoom” trará jogos antigos e clássicos ao Xbox 360 e ao PC, sendo que todos os arcades irão aparecer em seus gabinetes originais, os quais poderão ser posicionados em qualquer lugar no espaço virtual que você receberá ao comprar qualquer um dos retrogames. Você poderá chamar outros jogadores para entrarem em seu espaço virtual, além disso, e já está previsto o suporte a avatares, resoluções de 1080p, achievements, leaderboards e partidas multiplayer.

Algo muito interessante, também, é que ao comprar qualquer um destes games antigos, será possível jogá-los tanto no PC quanto no Xbox 360. Já imaginou o trabalho que vai dar jogar um Decathlon utilizando o controle do Xbox 360, entretanto? Brincadeira, né. 😉

Bom, inicialmente serão lançados 30 jogos, dentre eles Asteroids Deluxe, Centipede e Super Cobra. Mas a Microsoft promete lançar novos games a cada semana, e mais de 1000 títulos serão disponibilizados durante os próximos 3 anos. Os preços oscilarão entre 240 a 400 Microsoft Points, ou US$ 3,00 a US$ 5,00, respectivamente.

Nada melhor para quem aprecia games antigos

É muito legal saber que a Microsoft dá importância a jogos que fazem hoje parte da história dos games. Jogos que não devem morrer jamais, pois além de continuarem divertindo muita gente, possuem um grande apelo nostálgico, além de serem valiosos também pelo simples fato de terem sido desenvolvidos em uma época onde tudo era mais difícil e mais caro, em relação a tecnologia.

E a idéia de ter um espaço virtual próprio (fico aqui imaginando como isso será), onde poderei posicionar meus gabinetes onde bem entender e convidar meus amigos para uma visitinha (e uma partidinha, também 🙂 ) é fantástica, e torna o “GameRoom” mais atrativo ainda. E quanto aos preços, se mantidos na faixa que citei acima, creio que estão de bom tamanho. Afinal, gastar no máximo US$ 5,00 (menos de 10 reais) para jogar Asteroids, por exemplo, da maneira que o projeto promete, me parece algo totalmente instigante e único.

(Via: IGN)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest