Gamesplanet Lab: uma nova abordagem ao crowdfunding nos jogos

Gamesplanet Lab

O serviço de distribuição digital de jogos eletrônicos para PC Gamesplanet lançou o Gamesplanet Lab, uma nova abordagem ao crowdfunding nos jogos eletrônicos. O desenvolvimento de jogos eletrônicos para PC cada vez mais ganha força, aliás. Ultimamente temos visto diversas iniciativas bem sucedidas que utilizaram este modelo e plataformas que lidam com financiamento colaborativo, incluindo o Kickstarter. A Double Fine que o diga, aliás.

Isto é muito legal, pois meio que “elimina atravessadores”. Além disso, ideias criativas são sempre muito bem vistas pela comunidade de jogadores, e projetos dos mais diversos tipos podem obter muito mais do que precisam, muitas vezes, dentro de pouco tempo. Bem, o Gamesplanet firmou uma parceria com o Ulule, serviço especializado em crowdfunding, para a criação do Gamesplanet Lab, o qual já conta inclusive com um primeiro projeto, “Magrunner – Dark Pulse“, um first-person puzzler ambientado em uma reimaginação cyberpunk dos Mitos de Cthulhu, de H.P. Lovecraft.

Além disso, outro título, este, porém, da Pendulo Studios, chegará em breve à plataforma. Trata-se de Day One. Em relação ao Gamesplanet Lab, aliás, trata-se de uma plataforma que permitirá a interação dos desenvolvedores com os jogadores, o que ajudará a ambos, com certeza.

Isto sem falar no fato de que estes modelos alternativos de financiamento (longe das grandes e muitas vezes vorazes publishers) muitas vezes representa um grande alívio para os estúdios de desenvolvimento de jogos eletrônicos, principalmente os pequenos, os quais podem além de tudo reter bem mais dinheiro oriundo de seu trabalho.

No Gamesplanet Lab, questões delicadas como DRM serão tratadas de forma a minimizar ao máximo possível quaisquer possíveis problemas para os jogadores. A plataforma/serviço permitirá que desenvolvedores obtenham não apenas dinheiro para seus projetos, mas também um conjunto de ferramentas e suporte. Jogadores também poderão participar do processo de desenvolvimento, serão recompensados por isso, poderão opinar e, de certa forma, fazer parte do processo de criação dos games.

Segundo o Gamesplanet, trata-se de um “acordo entre os donos do projeto, os jogadores e o Gamesplanet, para entregar produtos de qualidade dos quais os jogadores ficarão orgulhosos de apoiar“. O projeto conta com alguns grandes diferenciais. O serviço de distribuição digital fundado em 2006 (você deve conhecer o Metaboli, não?) fornecerá aos desenvolvedores um “pacote completo”, o qual englobará financiamento, esquemas de pré-venda que recompensarão os jogadores e, é claro, ajudarão no desenvolvimento, e uma plataforma de distribuição para que os projetos atinjam o mundo inteiro.

Todos os projetos serão avaliados pela equipe do Gamesplanet Lab, para a devida verificação de que se trata de jogos criados por desenvolvedores qualificados. Além disso, estudos de viabilidade serão realizados, e a comunicação com a comunidade, segundo o pessoal do projeto, será aberta e honesta.

Os desenvolvedores e o Gamesplanet Lab terão de seguir um termo de compromisso muito interessante e extremamente válido, e todos os projetos serão constantemente analisados. A participação da comunidade de jogadores também será importantíssima durante este processo, e será possível acompanhar-se todas as etapas do desenvolvimento e fornecer os devidos feedbacks. Vale lembrar também que não estamos aqui falando a respeito de uma nova publisher. Os criadores manterão todos os direitos e controle sobre seus trabalhos, independentemente da ajuda que receberem do Gamesplanet Lab.

Gamesplanet é um serviço de distribuição digital de games talvez não muito conhecido no Brasil. Entretanto, ele é também uma ótima alternativa, e conta com títulos difíceis de serem encontrados em outros lugares, além de não trabalhar com nenhum bloqueio por região, como o Direct2Drive (adquirido pela Gamefly e que agora bloqueia grande parte de seu catálogo para o Brasil).

Falando agora a respeito do primeiro título financiado pelo projeto, ”Magrunner – Dark Pulse”, trata-se de um jogo da da 3AM Studios, empresa criada por ex-membros da Frogwares Game Development Studio, os quais já trabalharam inclusive na série “Adventures of Sherlock Holmes“.

No jogo, o protagonista Yoshi e seu cão robô Newton participarão de uma competição tecnológica que, aos poucos, se mostrará algo um tanto quanto inusitado e obscuro. O jogo parece ser muito bacana, e abaixo você pode conferir um pequeno trailer do mesmo. Ele até lembra bastante Portal, em alguns momentos. ”Magrunner – Dark Pulse”, segundo os próprios desenvolvedores, é um jogo que ocorre em um “mundo onde o horror cósmico dos Mitos de Cthulhu, de H.P. Lovecraft, tomam vida; em um mundo cyberpunk, em um futuro próximo, o qual se encontra à beira da destruição“.

Achei esta iniciativa bem bacana. Além disso, os participantes já contarão com um canal de distribuição à disposição. E você, o que achou? Enquanto isso, assista ao vídeo de ”Magrunner – Dark Pulse”:

Poderá gostar também

2 Comments

  1. Engraçado. Hoje mesmo eu li uma matéria sobre o jogo “Project Cars” e falava sobre esse esquema de Crowdfunding ! Acho uma iniciativa bem bacana =D. Um pouco arriscada, mas muito bacana.

    Reply
    • @Henrique,

      Interessante isso, Henrique. O Project Cars utilizar um modelo bem semelhante, e está ficando bem legal. Acho arriscado, mas, depois que a Double Fine conseguiu aquele montante todo, não duvido de nada. Claro que ela tem nome, né. Mas esse do Gamesplanet conta com o apoio do site, que não é pequeno. E até estúdios conceituados estão participando, como a Pendulo, por exemplo.

      Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Criadora de Runaway anuncia jogo Day One via Gamesplanet Lab - [...] alguns dias atrás escrevi a respeito da interessante plataforma de crowdfunding Gamesplanet Lab, e eis que hoje temos mais novidades …
  2. No jogo Magrunner teremos ação, futuro, magnetismo e Lovecraft - [...] conhecimento do jogo Magrunner – Dark Pulse através do Gamesplanet Lab (o projeto se deu muito bem por lá, falando nisso). …

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>