GTA V

17 de setembro de 2013. Data que marca o lançamento do aguardadíssimo Grand Theft Auto V para Xbox 360 e PlayStation 3. Data que marca, também, o início da temporada dos boatos que muito provavelmente culminarão na confirmação e lançamento do clássico da Rockstar Games para a nossa querida — e superior — plataforma, o PC.

Julgando pelo retrospecto da franquia, Grand Theft Auto V será sim lançado para computadores. O problema é quando. E ainda temos que considerar o fato de que o aclamado Red Dead Redemption, vulgo “GTA no velho oeste”, jamais foi portado para PC. Não se sabe porque e, como de praxe, a Rockstar jamais vai abrir o bico (antes da hora). Mas e aí, você sabe quanto tempo levou para que um jogo da franquia chegasse ao PC após o lançamento nos consoles?

Começando pelo mais recente, Grand Theft Auto IV levou oito meses para aparecer no PC. O pacote de expansões Episodes from Liberty City, contendo as campanhas The Lost and Damned e The Ballad of Gay Tony, foi lançado ao mesmo tempo no PC e no PlayStation 3 seis meses depois do lançamento no Xbox 360. Grand Theft Auto: San Andreas repete o tempo de GTA IV, e Grand Theft Auto: Vice City e Grand Theft Auto III levaram ambos sete meses.

Fonte: PC Gamer

Fonte: PC Gamer

Pelo que tudo indica, os PC gamers terão que aguardar cerca de 7 a 8 meses. A data de lançamento deve aparecer entre abril e maio de 2014. Quando isso será anunciado? Difícil arriscar, pois a data de anúncio de uma versão de PC é ainda muito mais variável do que o intervalo entre os lançamentos para consoles e PC. Com GTA IV, esse intervalo foi de mais de 2 anos, enquanto no caso de San Andreas, o intervalo foi de “míseros” um ano.

Enquanto ficamos no escuro, tudo o que nos resta é se alimentar dos malditos boatos. E eles já começaram com força total, antes mesmo do lançamento para consoles. Para atualizá-lo, vamos dar uma breve passada em tudo o que já sabemos sobre uma provável (e inevitável) edição para computadores do cobiçado Grand Theft Auto V.

Em janeiro, a divisão francesa da Amazon iniciou a pré-venda em seu site de uma versão de PC de GTA V. Um provável engano, você diria. Porém, a página do produto ainda está lá, aceitando pré-compras no valor de 50 euros. A divisão alemã da rede varejista e o austríaco GamesOnly também repetiram o feito. Conspiração, tiro no escuro ou puro oportunismo? Boa pergunta.

A verdade é que já é um costume grandes redes de varejo disponibilizarem produtos ainda não lançados (ou confirmados) — isso se chama especulação. Se aquilo não se confirmar, a oferta é simplesmente retirada e qualquer dinheiro investido é devolvido, sem maiores dores de cabeça. Só não espere que isso aconteça em lojas brasileiras, onde você corre o risco frequente de nunca mais ver o seu dinheiro — mesmo comprando algo que realmente existe.

GTA V

Em agosto, tivemos uma gota de esperança disfarçada de gafe das mãos do diretor de investimentos da NVIDIA, a gigante das placas de vídeo. “Jogadores estão preparando seus sistemas para uma grande série de jogos que chegarão no outono [primavera aqui], incluindo franquias como Call of Duty: Ghosts, Grand Theft Auto V e Assassin’s Creed IV”, disse Chris Evans durante uma conferência. Oops! Mais tarde, o gerente de relações públicas tratou logo de arrumar a trapalhada e dizer que tudo não passou de puro “entusiasmo”.

Em julho, foi a vez de um anúncio de trabalho na Rockstar Leeds acender as esperanças. O estúdio estaria em busca de um talentoso programador gráfico que ajudaria a “trazer os nossos últimos títulos para o PC”, entregando a “mais alta qualidade possível ao PC”. O estúdio esteve envolvido com ports nos últimos anos, sendo um deles a terrível adaptação de LA Noire. E os tais “últimos títulos” da empresa que não chegaram aos computadores incluem Red Dead Redemption e… GTA V.

Vale lembrar que Max Payne 3, o título mais recente de uma das franquias mais famosas da Rockstar, foi lançado no PC e consoles, simultaneamente, no ano passado. A edição para computadores era nativa (não era um port). Isso se provou verdadeiro, visto que o jogo foi muito bem construído e rodou perfeitamente em uma ampla variedade de hardwares, exibindo performances que deixaram os (terríveis) ports de GTA IV e LA Noire no chinelo. Todos esses títulos compartilham o mesmo motor gráfico de GTA V.

A Rockstar Vancouver, responsável por Max Payne 3, foi fechada em julho do ano passado e seus funcionários foram incorporados à uma nova instalação da Rockstar Toronto, que agora conta com mais empregados e inicia os trabalhos em um título inédito. O braço canadense da desenvolvedora foi o responsável por levar GTA IV ao PC, porém, é algo que não deve se repetir diante das recentes mudanças por lá. Tais pistas apenas fortalecem a aposta de que a Rockstar Leeds será a responsável por nos trazer Grand Theft Auto V.

GTA V

Voltando em 2011, temos também uma breve justificativa dada pela Rockstar durante um “perguntas e respostas” realizado com seus clientes no seu site. Questionada sobre ausência de uma versão para PC de Red Dead Redemption e se isso significava que a empresa havia abandonado a plataforma, a Rockstar respondeu o seguinte:

“Nós esperamos que com o anúncio de LA Noire vindo ao PC e a informação de que o nosso próximo grande jogo Max Payne 3 terá lançamento no PC (além de que nós lançamos Grand Theft Auto IV e Episodes from Liberty City para PC), nós poderemos finalmente silenciar as acusações de que ‘abandonamos a plataforma’.

[…]

Nós sabemos que sim, existe um título que não está presente nos planos de lançamento para PC — sendo esse jogo Red Dead Redemption, e nós estamos bem cientes, é claro, que alguns fãs estão pedindo por isso. Tudo o que podemos dizer é que sempre que for viável (em termos técnicos, de desenvolvimento e de negócios) lançarmos um jogo para PC (ou qualquer outra plataforma) nós assim o faremos; infelizmente, isso não é o caso 100% do tempo em todas as plataformas.”

Isso nos leva a crer que a Rockstar está bem ciente quanto ao PC, mas ao mesmo tempo precisa lidar com o grande apelo (e cifras) dos consoles antes de anunciar qualquer jogo para a nossa plataforma, especialmente considerando que, pela menos na época de GTA IV, a empresa manteve contratos de exclusividade para o lançamento de DLCs ao Xbox 360. Por causa disso, o PlayStation 3 e o PC só receberam The Lost and Damned e The Ballad of Gay Tony bom tempo depois dos donos do console da Microsoft.

Por fim, eis aqui o mais novo boato que rola pela grande rede. Usuários fuçando em arquivos de uma cópia pirata da versão de Xbox 360 de Grand Theft Auto V descobriram algumas linhas de código, no mínimo, interessantes. Centenas de linhas intricadas de programação fazem referência ao PC e ao Orbis, o sistema operacional do PlayStation 4.

GTA V

Isso não significa, necessariamente, que a Rockstar tenha entregado pedaços de uma build de PC aos donos de consoles. Muitos antes de sugerir uma versão de PC e de PS4, essas códigos só comprovam o fato de que mesmos os títulos exclusivos de consoles passam pelo PC durante algum momento ao longo do seu desenvolvimento. Isso é bastante óbvio e, mais uma vez, reforçado por tais linhas.

Por enquanto, isso é tudo que sabemos. E você, já colocou as mãos em Grand Theft Auto V ou vai esperar até o lançamento para PC? Alguma aposta de quando isso vai acontecer? Não custa nada sonhar. 😉

Com informações de PC Gamer, DualShockers e Games.on.net.

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest