Os zumbis estão por toda parte. Nos jogos eletrônicos, principalmente, eles se fazem presentes em uma grande variedade de gêneros e títulos. Sucessos como DayZ e Rust são prova disso, aliás. Zumbis já nos assustaram (ou não) em filmes, também, e a lista, se eu fosse citar alguns, poderia ser bem longa e cansativa.

Mas nos games temos zumbis para todos os gostos. Temos zumbis engraçados e presentes em títulos que misturam estratégia com tower defense, temos mortos-vivos em jogos inspirados em sucessos do passado, temos ótimos jogos que nos colocam em contato com uma quantidade imensa de zumbis, etc. Temos também o espetacular e divertidíssimo Plants vs. Zombies, este não pode faltar.

H1Z1 - MMO - Zumbis - SOE

Também podemos atropelar zumbis, veja só, e temos zumbis no Velho Oeste. O fato é que há tempos desenvolvedoras e publishers descobriram que mortos maltrapilhos que andam e comem cérebros podem se transformar em minas de ouro. Não tenho nada contra, devo dizer, desde que tudo seja bem feito.

O pós-apocalíptico DayZ e Rust são grandes exemplos de jogos desenvolvidos por estúdios de pequeno e médio porte que deram certo e vendem muito. Mas agora uma gigante pretende entrar na área. Trata-se da SOE, a Sony Online Entertainment. E seu novo jogo, um MMO, possui zumbis.

Trata-se de H1Z1 (nome do vírus que, no jogo, destruiu quase toda a humanidade e transformou muitos em zumbis), o qual será lançado inicialmente para PC, através do Early Access, por algo em torno de US$ 20,00. Haverá também sobreviventes livres do vírus, claro (os jogadores), e estes terão então de lutar contra aqueles infectados pelo H1Z1, os tais zumbis.

H1Z1 - MMO - Zumbis - SOE

O vírus H1Z1 devastou a humanidade e deixou nada além de morte e destruição em seu rastro e um mundo quase vazio de vida humana, onde os remanescentes da humanidade estão em uma luta contra a extinção, contra aqueles infectados com o vírus. O cotidiano no Apocalipse significa lidar com todos os tipos de animais selvagens e com a brutalidade dos outros sobreviventes, além de encontrar sua próxima refeição e um local seguro para dormir”, disse John Smedley, presidente da SOE.

H1Z1 - MMO - Zumbis - SOE

Achei muito bacana o fato de, segundo Smedley, H1Z1 contar com um mundo persistente e que será capaz de abrigar milhares de jogadores. Também parece que jogadores poderão trabalhar em conjunto e formar espécies de gangues, além de fortalezas que poderão ser defendidas. Haverá também, segundo a SOE, uma forte economia no jogo.

Em H1Z, os jogadores poderão tanto enfrentar os zumbis quanto outros jogadores, o que pode tornar tudo mais interessante e desafiador. Smedley também menciona que o MMO terá um sistema de crafting poderoso, o qual permitirá que criemos muitas coisas, incluindo armas e explosivos. Este sistema provavelmente estará presente no momento de construirmos nossas fortalezas. O foco da SOE é criar um grande sandbox, pelo que podemos depreender das palavras de seu presidente.

O principal, aquilo que diferencia H1Z1 dos outros grandes jogos no gênero, é a ênfase que estamos colocando na construção e na propriedade do jogador“, continua John Smedley.

Em H1Z1 poderemos formar nossos grupos e tomar construções abandonadas. Seguindo esta linha de pensamento, obviamente poderemos também melhorar tais construções, fortificá-las, e realmente considerá-las como nossas (imagino que isto será alvo de grandes disputas). Construir casas a partir do zero também será possível, segundo Smedley, e para isto, logicamente, teremos de garantir os recursos necessários, incluindo a madeira.

H1Z1 - MMO - Zumbis - SOE

Acho muito bacana esta ideia de um jogo que nos permite combater um inimigo em comum, mas que também permite que lutemos contra outros jogadores reais. É claro que outros títulos já exploraram tudo isto, como DayZ, por exemplo, mas esta ênfase nas fortificações, na construção e na propriedade é interessantíssima. Quantas lutas, saques e quem sabe cercos não serão vistos?

Cidades dominadas por um grupo se transformando em alvo de outros? Cidades terão de ser defendidas, e nelas defesas dos mais diversos tipos terão de ser construídas. A SOE nos dará as ferramentas para tudo isto, diz seu presidente, e espero que o produto final realmente corresponda a tudo o que está sendo dito (aliás, o jogador é quem decidirá o local onde irá “criar suas raízes”).

A ideia de construir um casebre, tentar passar ali uma noite e, de repente, ouvir barulhos estranhos lá fora, não parece tentadora? Tanto se tais barulhos forem provocados por mortos-vivos ou por jogadores reais, humanos.

Neste último caso, podemos imaginar se eles não tentarão tomar posse de nosso refúgio, e neste caso, o que poderá acontecer (principalmente se mais jogadores estiverem sob o mesmo teto)? Ah, para melhorar ainda mais as coisas, vale lembrar que H1Z1 talvez conte com veículos (e talvez até com aviões). Vamos ficar de olho no site oficial do MMO, e torcer para que tudo o que foi dito pela SOE se transforme em realidade.

H1Z1 - MMO - Zumbis - SOE

Um MMO ambientado em um enorme mundo pós-apocalíptico, com um sistema de criação de itens muito bem desenvolvido, cheio de zumbis e no qual poderemos tomar, quem sabe, o controle de grandes construções, cidades e casebres? No qual poderemos construir nossos vilarejos, cidades, etc? O próprio presidente da SOE disse: “Estamos dando aos jogadores as ferramentas para fazerem suas próprias cidades, acampamentos e defesas”.

Não sei a que nível chega isto tudo em DayZ, mas por enquanto, H1Z1, este MMO com zumbis da Sony, me parece bem tentador. Vamos aguardar.

(Via: PC Gamer)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest