O hacker GeoHot, aquele mesmo que, dentre outras façanhas, supostamente havia conseguido comprometer o hypervisor do PS3, e que também já desbloqueou o iPhone, afirma ter descoberto a root key, ou “chave-mestra”, do console da Sony. Além de tudo, ele ainda postou todas as informações em seu site, para o mundo inteiro “conferir”.

A root key funciona como um mecanismo de autorização, que permite ou não que um programa seja executado no console. É a root key que define se um game é legítimo ou não, se é um game original ou pirata, em outras palavras. Esta chave utilizada de maneira “incorreta”, digamos, pode legitimar a execução de software não original no Playstation 3 ou, em outras palavras, games piratas. O pior de tudo é que a root key, localizada no “coração” do PS3, é algo que, caso realmente descoberto, impedirá que a Sony faça qualquer coisa para impedir que seu console seja final e totalmente desbloqueado, mesmo via update de firmware.

Quer dizer, a possibilidade existe, mas também existe o risco de fazer com que o PS3 fique inoperante. GeoHot aparentemente utilizou um pouco do trabalho de um grupo de hackers alemães chamado fail0verflow, e diz em seu site que o Playstation 3 está “Pwned for Life”. Desnecessário traduzir, não?

A Sony até o momento nada confirmou, e se a coisa foi tão “profunda” assim, o que poderá a gigante japonesa fazer ante tal problema? Particularmente, acredito que pessoas com tal conhecimento deveriam é ser contratadas pelas empresas de hardware e/ou software. Ofereçam um salário absurdo a esses caras, e façam com que eles “saiam do lado negro da força”. Bom, mas há quem diga que as motivações deste tipo de gente não é dinheiro, o que chego a concordar em alguns momentos. E aí, o “buraco é mais embaixo”, então. 🙁

(Via: Kotaku)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest