Enquanto a Sony revelava alguns jogos que serão lançados para o sucessor do PSP, o PSP2 (ou NGP), Hideo Kojima aproveitou para mostrar uma cutscene de Metal Gear Solid 4 renderizada no aparelho. Fantástico, não? Algo mais fantástico ainda, mesmo que curioso, é o fato de Kojima ter dito que o lançamento de Metal Gear Solid: Peace Walker foi “um experimento para o futuro da computação nas núvens“.

Este sonho vai se tornar realidade em um futuro próximo“, disse Kojima. “E agora mesmo, estou trabalhando neste projeto do sonho. Desculpe, não posso revelar isto agora. Mas nós gostaríamos de apresentar o que estamos fazendo na E3“, continuou o criador da série Metal Gear. É, a E3 2011 promete.

Kojima ainda mencionou que gostaria de deixar os jogadores iniciarem um game no Playstation 3, retomá-lo no NGP e posteriormente continuar jogando no PS3. É claro, com todos os saves “na núvem”, o que significa que o gamer sempre retomaria o game do ponto de onde parou, independentemente do console utilizado. Isto não é muito diferente daquilo que a Valve vai fazer com Portal 2 para PC e o PS3, aliás.

É claro que se o Hideo Kojima disse, está dito. 🙂 E esta idéia de cloud computing nos games é um tanto quanto interessante, principalmente se ela for expandida, e interligar diversas plataformas. Aliás, me pergunto até hoje o porquê de todos os games vendidos pelo Steam não oferecerem o recurso Steam Cloud.

É claro que exta expansão que mencionei acima pode esbarrar em alguns problemas. É claro que plataformas concorrentes, como o Xbox 360 e o Playstation 3, por exemplo, jamais serão integradas. Mas nada impede a integração futura do PC com estes dois consoles. Se a Valve vai fazer com Portal 2 para PC e o Playstation 3, por exemplo, porque a Microsoft não poderia fazer o mesmo com outros games para PC e o Xbox 360?

Hoje temos empresas de hospedagem de sites que oferecem serviços baseados em cloud computing aos seus clientes, e estes funcionam muito bem. Nada impede, portanto, que o mesmo conceito e tecnologia seja aplicado aos games, às plataformas e às suas respectivas redes online.

(Via: ShackNews)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest