Hitman: Absolution – Primeiras impressões e vídeo de gameplay

Hitman: Absolution foi lançado ontem. O título mais recente de uma franquia que começou há mais de 10 anos atrás, e que tem como protagonista o gélido Agente 47. Também desenvolvido pela IO Interactive, o novo jogo faz uso da engine proprietária Glacier 2, e entrega ao jogador gráficos simplesmente espetaculares.

Como se não bastassem a experiência cinematográfica, gráficos lindíssimos e cutscenes simplesmente fabulosas, temos também aqui um título que nos oferece um campo enorme para ação furtiva e escolhas de diversas abordagens. Apesar de muita gente ter dito (a própria desenvolvedora chegou a dizer que teríamos um jogo mais acessível – podemos subentender esta afirmação de diversas formas) que Hitman: Absolution seria um jogo mais focado na ação, o que vi até agora me mostrou “apenas” que o jogo é repleto de possibilidades. É um jogo que requer grandes doses de ação stealth. Como eu já esperava, aliás.

Hitman: Absolution

Matar, como matar, não matar, agir na surdina, etc: nós escolhemos, e nosso score é “ajustado” de acordo. Existe até uma cena bem tocante com o 47, envolvendo a Diana. Quanto à suposta traição, bem, podemos dizer que “o buraco é mais embaixo”, e que o 47 sai na tal “jornada pessoal” tentando buscar a verdade, é claro, mas já suspeitando de algo mais.

Não é só a busca da verdade que está em seus planos ou, em outras palavras, existe um “adicional” nesta busca. Um adicional que tem a ver, de certa forma, com ele mesmo de maneira muito profunda. Seguindo a regra dos outros jogos da franquia, Hitman: Absolution exige silêncio, ação entre as sombras, discrição. Vários elementos do cenário podem ser utilizados pelo frio assassino de olhos azuis como arma ou para distrair inimigos, incluindo chaves de fenda, chaves de grifo, facas, tijolos, garrafas, livros, etc.

Ainda estou na terceira missão, mas posso adiantar que o jogo é ótimo (pelo menos até aqui). Paciência e atenção a detalhes são requisitos primordiais para se sair bem em Hitman: Absolution, e confesso que estou louco para começar a jogar o modo “Contracts“. Pela primeira vez na história da franquia um jogo da série Hitman conta com um modo online.

Mas esqueça mata-mata, co-op, etc. Aqui, podemos criar nossos próprios contratos de assassinatos, compartilhá-los com a comunidade e, claro, jogar contratos criados por outros jogadores. Vale ressaltar que cada contrato possui seus pré-requisitos. Por exemplo: matar alvo X, com a arma Y, no local Z, usando este ou aquele disfarce.

Tempo limite também pode ser adicionado à “obra”, dentre outras variáveis. Parece ser interessantíssimo, e o site do jogo já possui inclusive a lista dos assassinos mais bem pagos (vou criar alguns contratos – pretendo publicar aqui). Se você, aliás, quer dar uma olhada em um ótimo trailer do jogo, confira o “The Saints Trailer“. Ah, o Sniper Challenge também é muito bacana – agora quero jogá-lo bastante no PC.

Hitman: Absolution

Resultado de uma “ação rápida”

OBS: estou com a versão para PC do título, e estava enfrentando alguns problemas relacionados a queda de framerate. Minha placa de vídeo é da NVIDIA – atualizei o driver para a última versão, a 306.97, e tais problemas foram solucionados. Antes disso tentei a versão beta 310.61, a qual, segundo a NVIDIA, melhoraria a performance de Hitman: Absolution. Tive de voltar atrás, pois esta versão causou diversos problemas em minha máquina, inclusive me impedindo de iniciar o FRAPS devido a falhas no DirectX.

[Atualizado:] criei e compartilhei meu primeiro contrato, chamado “Learning to Kill”.

Bem, gravei um vídeo de gameplay da segunda missão de Hitman: Absolution, The King of Chinatown. Editei o vídeo, removi spoilers, joguei duas vezes e matei o alvo à partir de duas perspectivas diferentes (fiz diversas outras coisas, também). Dê uma olhada:

Poderá gostar também

6 Comments

  1. Marcos, você já assistiu o filme do hitman ?

    Reply
  2. Bacana esse negócio de contratar assassinos, se tivesse mapa de Brasília eu contrataria de centena.

    Reply
    • @Hideki T,

      Bacana demais, Hideki. Chegou a ver se tem demo na Xbox Live?

      Olha, essa de Brasília foi boa. Aliás, não é o único local do país que está precisando não, viu…rs

      Reply
  3. Muito bom =D
    Algumas coisas que eu não gosto de Hitman continuam no jogo, mas parece que o update nos gráficos ficou bem bacana!

    Reply
    • @Erick Mendonça,

      Bom demais, cara. Mas o que você não gosta no Hitman? 🙂

      Os gráficos estão de matar…hehehe

      Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. (Jogando) Hitman: Absolution e o conteúdo gerado pelo jogador - [...] mais, pois já tive de lidar com a polícia em meu encalço, ou melhor, no encalço do Agente 47.…

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest