Hydrophobia: Prophecy, da Dark Energy Digital, foi lançado em 09 de Maio de 2011 no Steam. Trata-se do mesmo game que foi lançado em 2010 na Xbox Live, porém com inúmeras melhorias. Tal lançamento deve-se em parte ao fato da desenvolvedora ter dado ouvidos ao feedback da comunidade de jogadores. E, realmente, o game melhorou bastante, no PC, e custa meros 12 dólares. Agora é muito provável que todo o hype em torno da HydroEngine seja paulatinamente justificado. A versão Steam do jogo conta com um sistema chamado Darknet, através do qual o jogador pode enviar sugestões, críticas e qualquer tipo de comentário diretamente à própria desenvolvedora, à partir do próprio game.

Este sistema tem por objetivo, além de manter um canal aberto entre o jogador e a desenvolvedora, permitir que o game seja, digamos, aprimorado continuamente. A Dark Energy Digital afirma que o Darknet já excedeu suas expectativas mais otimistas, e desde a semana passada, já possibilitou que a empresa recebesse milhares de feedbacks dos jogadores, os quais são enviados à empresa juntamente com dados contextuais.

Estávamos esperando algo lento com o Darknet, então, quando ligamos o Infinite Worlds no dia seguinte ao lançamento e o mapa do game inteiro ficou acesso como uma árvore de natal, ficamos realmente surpresos. As pessoas realmente parecem estar abraçando a filosofia de desenvolvimento conectado por trás do Darknet“, disse Pete Jones, diretor da Dark Energy Digital.

É claro que um sistema destes dará bastante trabalho à desenvolvedora, mas tambem permitirá que o game seja constantemente polido. Quem sabe novas funcionalidades, novos DLC’s, novo conteúdo e níveis surjam a partir daí, deste trabalho em conjunto? Sempre enxerguei um grande potencial em Hydrophobia, e com Hydrophobia: Prophecy lançado para PC, por exemplo, me parece que a Dark Energy Digital conseguiu atingir um público muito maior, e obteve o campo ideal para o lançamento de um sistema como o Darknet.

É uma experiência avassaladora voltar através do jogo que você criou e observar o que a comunidade pensa a respeito de diferentes elementos. Você vê grupos de respostas positivas ao redor de momentos legais e pode analisar o mapa área por área para ver o que é mais popular. Mas a idéia principal, é claro, é aprimovar ativamente o game, e isto já está acontecendo. Graças ao Steam Cloud, já liberamos diversas micro atualizações para reduzir frustrações demonstradas pelo Darknet, como por exemplo a adição de checkpoints extras, para suavizar a concentração de pontos de dados de frustração“, complementa Jones.

A desenvolvedora ainda menciona que tudo isto é apenas o começo. Ela reforça que tem em mente criar uma forte comunidade em torno de Hydrophobia: Prophecy. Isto talvez resulte em algo muito interessante. Um jogo para PC cujos jogadores possuem um canal constantemente aberto com os desenvolvedores. Um canal independente de e-mails e formas de contato similares. Um canal de comunicação embutido dentro do próprio game, que permite o rápido envio de comentários tão logo alguma idéia, crítica, sugestão e/ou detecção de problemas seja detectada pelo jogador, enquanto este joga.

Acredito que a Dark Energy conseguiu, pelo menos em parte, se redimir dos erros cometidos no primeiro Hydrophobia. Isto já começou a acontecer, diga-se de passagem, com o lançamento de Hydrophobia Pure, ainda no Xbox 360. Aliás, atitudes como esta são sensacionais, pois demonstram que a empresa está interessada realmente em aprimorar o seu produto e melhorar a experiência do usuário. Não fosse assim, o simples relançamento do jogo no Steam, sem o Darknet, seria suficiente. Quem dera mais empresas fizessem algo assim. E olhe que estamos falando de um estúdio de desenvolvimento que não conta com o apoio de nenhuma grande publisher.

É claro que a Dark Energy não é boazinha, nem nada do tipo. Eles querem, com certeza, aprimorar o game e venderem mais. E ninguém melhor do que o próprio jogador para apontar necessidades, dar sugestões e criticar algo que, de repente, pode não agradar também a uma grande parcela de gamers.

Vou acompanhar tudo isto de perto. Está ficando muito interessante. A Dark Energy Digital também liberou um trailer onde o sistema Darknet pode ser visualizado. O panorama que os caras têm da coisa toda é fantástico. Dê uma olhada:

Link para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=hNfSYV-iEos&hd=1

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest