Sou louco por BioShock. O primeiro título da série me deixou estupefato. Gráficos, ambientação, personagens, enredo: tudo é perfeito, em BioShock. O lado surreal de uma cidade submersa como Rapture, também, nos passa uma sensação de tristeza e ao mesmo tempo encantamento, pois muita coisa ali embaixo nos lembra de algumas coisas que acontecem aqui em cima.

Iniciei BioShock 2 há alguns dias atrás, e mesmo que não tenha sentido o mesmo impacto que senti ao jogar o primeiro, sinto que é um grande jogo, também. De qualquer forma, a Irrational Games acaba de revelar um novo título da série: BioShock: Infinite, o qual “foge” de tudo aquilo que vimos nos dois games da franquia até agora lançados. Ao invés das profundezas do oceano, BioShock: Infinite se passa no ar. Nas alturas. Nos céus.

A história se passa em 1912, em Columbia, uma cidade construída nos céus. No trailer, podemos conferir os mecanismos de sustentação dos edifícios: espécies de balões cheios de ar quente. O trailer mostra de forma fantástica a transição entre um “título aquático” para um “título aéreo”, utilizando para isto uma espécie de aquário que contém inclusive uma miniatura de um Big Daddy.

Tudo é tão bem desenvolvido que você chega a pensar, neste rápido início, que será mais um título ambientado no fundo do mar. Quando o hipotético protagonista é lançado janela afora por uma criatura que lembra bastante um Big Daddy, você tem então uma certa noção da imensidão e da beleza de Columbia.

Máquinas voadoras podem ser visualizadas, e algo na parte gráfica de BioShock: Infinite me lembra do trabalho do Tim Burton. Talvez a surrealidade e o espanto expressos na única personagem cujo rosto conseguimos visualizar no trailer tenha me causado esta impressão. BioShock: Infinite será lançado para Xbox 360, Playstation 3 e PC, vale ressaltar.

O game conta a história de um cara que foi enviado a Columbia para resgatar uma garota mantida presa na cidade desde sua infância. Este cara, chamado Booker DeWitt, terá também de “experimentar” a sensação de combates nas alturas, quem sabe utilizando algum tipo de veículo voador.

Infelizmente, entretanto, teremos de aguardar até 2012 para colocarmos nossas mãos em BioShock: Infinite. Mas confesso que estou impressionado. Assistam ao trailer abaixo, e me digam se não é surpreendente, principalmente a questão da transição oceano – céus:

Link direto para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=J_gEzOZKyE4

(Via: VG247)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest