John Carmack deixa id Software

Carmack

Co-fundador da lendária id Software e programador-chefe de franquias como Doom, Wolfenstein, Quake e RAGE, John D. Carmack anunciou ontem sua saída da desenvolvedora. O motivo seria sua mais nova empreitada como diretor técnico da Oculus VR, dona do projeto Oculus Rift. Carmack assumiu o cargo em agosto desse ano.

“John Carmack, que começou a adquirir grande interesse por outras coisas além do desenvolvimento de jogos na id Software, deixou o estúdio. Seu trabalho na id Tech 5 e nas tecnologias utilizadas atualmente está completo e sua saída não afetará os projetos atuais. Temos sorte de ter um grupo de programadores brilhantes que trabalharam com John e que manterão a tradição da id de criar grandes jogos com tecnologias de ponta. Como colegas de John por muitos anos, nós lhe desejamos boa sorte”, disse Tim Willits, diretor da id.

Carmack é uma lenda viva do PC. Além de ser responsável pela criação de jogos que representam o berço dos FPS modernos (como Quake, Doom e Wolfenstein), seu trabalho de programação contribuiu para o desenvolvimento de motores gráficos de ponta que permitiram algumas das maiores revoluções visuais na plataforma, tais como o lançamento de Doom 3, em 2004 — um dos jogos mais avançados à sua época. Carmack também é o fundador e engenheiro-chefe da Armadillo Aerospace, empresa aeroespacial focada na fabricação de motores de decolagem.

Nos resta aguardar para ver como a id Software lidará com a perda de um dos maiores cérebros da indústria de jogos. Ao menos, o projeto do Oculus Rift acaba de ganhar um aliado extremamente talentoso. Boa sorte, John!

Via PCGamesN.

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

1 Comment

  1. Lembro nas feiras de games dos últimos anos em que alguns jornalistas foram bem céticos em relação aos projetos de óculos dele. Era um troço bem esquisito, grande, desengonçado. Hoje, o Oculus Rift mostrou ser algo “pra valer”.

    Carmack merecerá sempre referências e o reconhecimento por tudo que já fez nos FPS, um dos (senão O) pais do First Person Shooter. Confesso que não curti RAGE quando tentei jogar o demo pela primeira vez, mas todos outros jogos da id merecem ao menos uma menção honrosa. Podem não fazer mais frente aos jogos de hoje, podem ter “parado no tempo”, mas se não fossem esses jogos não havia a base para os FPS atuais. Obrigado id, obrigado Carmack.

    Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. XboxPlus Awards 2013: Os Indicados - […] já nas últimas pernas, enfrentava uma debandada em massa de jogos rumando ao Steam. A id Software perdia seu…
  2. Por que John Carmack saiu da id Software? - […] novembro do ano passado, publicamos aqui a notícia de que John Carmack havia deixado a id Sofware. A notícia…

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest