A Kakypso Media anunciou o jogo Global Ops: Commando Libya, o qual será publicado em parceria com a bitComposer, somente para PC. O jogo está sendo desenvolvido pelo estúdio Spectral Games. Global Ops: Commando Libya será um game com perspectiva em terceira pessoa, com suporte a partidas multiplayer e uma campanha longa, segundo ambas as empresas, a qual conterá 9 missões.

Pelas primeiras screenshots divulgadas, Global Ops: Commando Libya parece ser um game muito bonito. O título basicamente colocará o jogador em uma missão para recuperar um artefato nuclear antes que este seja vendido a terroristas. A história do game é bem interessante, aliás. Em 21 de janeiro de 1968 um bombardeiro B-52G caiu próximo à base aérea de Thule, no Círculo Ártico. O avião carregava quatro ogivas nucleares. As equipes de busca encontraram 3 ogivas. A quarta desapareceu, misteriosamente.

Já nos dias atuais, um chefe da máfia russa (e também negociante de armas) chamado Yebievdenko possui um novo “brinquedo” para vender: uma bomba atômica. A CIA percebe, então, que Yebievdenko tem em mente vender o artefato para um “notório” ditador líbio. O medo de que esta arma seja utilizada em um ataque terrorista contra os Estados Unidos como uma forma de retaliação devido ao envolvimento deste último nos conflitos na Líbia é grande.

Global Ops: Commando Libya contará com missões em alguns lugares bem interessantes do mundo, incluindo Groenlândia e África. Armas modernas serão colocadas à disposição do jogador, e são prometidos gráficos muito bonitos para o título, o qual faz uso da engine Unreal 3. Diversos tipos de missões e situações deverão ser enfrentadas pelo jogador neste novo título da Kalypso: combates dentro de cidades, combates com a utilização de veículos, guerrilhas, etc.

Achei este anúncio muito bacana, principalmente por lidar com algo atual, digamos. É impossível não relacionarmos Global Ops: Commando Libya com o que ocorre atualmente na Líbia, mesmo a história não sendo a mesma. Se tantas outras empresas e franquias já exploraram acontecimentos atuais das mais diversas maneiras, por que não investir no mesmo “nicho” com uma história interessante, belos gráficos e um jogo com perspectiva em terceira pessoa, como a Kalypso, a bitComposer e a Spectral Games estão fazendo?

De repente, Global Ops: Commando Libya pode até mesmo representar uma lufada de ar fresco neste sentido, principalmente por ser um TPS, algo que eu gosto bastante. Aliás, devo confessar uma coisa: gosto muito de jogos de tiro. Veja abaixo mais algumas screenshots de Global Ops: Commando Libya, bem como um pequeno trailer do jogo:

Link para o vídeo em 720p:

http://www.youtube.com/watch?v=8Pk9XcCK9Co&hd=1

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest