Hoje, 04 de Novembro de 2010, o Projeto Natal Kinect foi lançado na América do Norte. É claro que o lançamento causou e ainda causa muito alvoroço, tanto entre a mídia especializada quanto entre os gamers. Trará o Kinect toda a revolução que a Microsoft alardeia? Conseguirá o equipamento obter uma boa base de usuários? Enfim, o que podemos esperar de um lançamento assim?

Está mais do que comprovado que o Kinect possui um apelo muito grande para os jogadores casuais. Aliás, uma rápida olhada na lista de títulos com suporte ao dispositivo deixa isto bem claro. Kinectimals, Kinect Adventures, Dance Central, Kinect Sports, etc. Todos games voltados não ao “gamer de longa data”, ao “gamer hardcore”, etc, mas sim a um público que, de repente, está tendo seu primeiro contato com um console de última geração. Ou a um público que talvez já possua um Wii e queira aumentar sua experiência com games casuais e sensores de movimento.

Não podemos negar o forte apelo do Kinect nem tampouco o fato de que ele fará com que o Xbox 360 se transforme, de certa forma, em um concorrente do Nintendo Wii, ao trazer mais games casuais e mais interatividade para a plataforma. Aliás, ninguém nega também que a Microsoft certamente tinha isto em mente desde quando iniciou o desenvolvimento do Projeto Natal. É claro que o Wii atingiu uma base enorme de jogadores, e o Kinect enquanto acessório separado terá um trabalho duro pela frente, entretanto.

De qualquer forma, fica aqui a pergunta: você possui algum interesse no Kinect? Você tem alguma grande expectativa em relação ao equipamento? Confesso que nunca tive grandes expectativas em relação ao sensor, apesar de saber que ele é produto de uma tecnologia sensacional. Mas o que isto acrescentará à nossa “vida enquanto gamers”? Ok, navegar pela dashboard do Xbox 360 usando as mãos deve ser “legalzinho”. Brincar um pouquinho em algum dos games com suporte ao periférico deve ser divertido. Mas por quanto tempo? Quanto tempo demorará até que enjoemos?

Se games voltados ao público mais hardcore não forem lançados com suporte ao Kinect, quanto tempo durará o interesse? Aliás, sempre me perguntei “como”, “quando” e “se” isto acontecerá. Alguém já se imaginou, por exemplo, jogando um FPS com o Kinect? Não podemos nos esquecer de que o Xbox 360, até hoje, não é um “console casual”. Pelo menos, não da forma que entendemos o Wii como um console voltado a jogadores casuais. A base de usuários do Xbox 360 certamente possui uma enorme quantidade de gente que não está nem aí para o sensor de movimentos. Poderá realmente acontecer de 5 milhões de unidades serem vendidas em 2 meses, como a Microsoft disse. Mas seria isto apenas “fogo de palha”?

E depois? 🙂

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest