King Arthur II – The Role-playing Wargame é um título fantástico. Uma fantástica mistura de estratégia em tempo real e RPG oriunda das mãos da Neocore Games e da Paradox Interactive. O título será lançado em 27 de Janeiro de 2012, para PC, e a Paradox Interactive continua escondendo Steam keys para o mesmo, em seu site oficial. Mas corra: esta brincadeira vai somente até amanhã.

Complexidade e beleza são dois elementos que não faltam a King Arthur II, jogo no qual podemos até mesmo utilizar magia no campo de batalha. Futuros heróis da Britânia devem dominar a magia, neste jogo. Ou, pelo menos, utilizá-la de maneira tal a obter os melhores resultados possíveis.

Este novo título conta com uma novidade em relação a seu antecessor. Trata-se de uma espécie de escudo mágico que ajuda os jogadores a se defenderem dos ataques de seus oponentes que também utilizarem magia. Além disso, em King Arthur II, diversos locais estratégicos podem ser encontrados e capturados durante cada batalha, e eles ajudam bastante no fortalecimento das defesas do jogador.

A magia e todo o mistério, a ciência e o poder que ela pode muitas vezes carregar consigo implícita ou explicitamente, principalmente nos games, é algo que torna King Arthur II – The Role-playing Wargame um jogo ainda mais fantástico. As maiores dificuldades que o jogador poderá encontrar neste título começam quando ele começa a liderar suas tropas para o campo de batalha.

As batalhas acontecem em belíssimos mapas em 3D, e milhares de soldados podem ser visualizados. O jogador pode observar magias sendo lançadas e inúmeras ações táticas sendo tomadas pelos oponentes. Digamos que a missão final do jogador será livrar totalmente a Britânia de toda a escória que ele combate agora (ou quando o jogo for lançado). E a magia possui papel importantíssimo aqui, e devemos nos lembrar de que o inimigo também a utiliza.

Também existem inúmeros locais estratégicos em cada mapa, os quais serão de grande valia. A posse destes locais fornece ao jogador diversos bônus que podem ser utilizados no mapa inteiro. Bem, isto não é totalmente verdade: os bônus poderão ser utilizados enquanto o local estratégico estiver em posse do jogador. Tais pontos estratégicos podem fornecer os mais diversos bônus: aumentar a força do escudo mágico, aumentar o nível de alcance das magias, fornecer novas e poderosíssimas magias, etc.

Algo também deve ser levado em consideração, aqui. A própria desenvolvedora menciona o fato de que os guerreiros da Britânia não são guerreiros comuns.  Cronistas já louvaram suas habilidades e ações incomuns. Seu vigor incrível. A maneira como eles lutam ferrenhamente. Muitos, aliás, realizando ações que se parecem com verdadeiros milagres. Magos, quem sabe.

Os jogadores poderão contar com magias passivas, em King Arthur II – The Role-playing Wargame. Estas sempre permanecerão ativas e/ou fornecendo vantagens, mas também custarão mana. Temos, em King Arthur II, magias com efeitos instantâneos e também magias que requerem um certo tempo para serem conjuradas. Todas, aliás, possuem uma espécie de “tempo de recarga”, isto é, você somente poderá utilizá-las novamente após este tempo se esgotar.

Algumas das mais poderosas magias requerem um longo tempo para entrarem em “funcionamento”, e não podem ser lançadas enquanto o personagem em questão estiver envolvido em algum tipo de combate corpo a corpo. Isto pode representar um problema temporário que, no entanto, exigirá do jogador grande dose de estratégia ao lidar com todos os elementos pertinentes.

Magias inimigas também podem ser quebradas, o que é sensacional. Mas isto vale somente para magias não instantâneas. Vale lembrar que todos os exércitos começarão todas as batalhas com um escudo mágico. Ele cobrirá todas as forças, inimigas ou não. Magias diferentes também contam com diferentes taxas de penetração, e estas taxas podem dizer ao gamer se determinada magia que ele tem em mente poderá ou não quebrar o escudo do inimigo. Algo bacana, entretanto, é que mesmo no caso de uma falha, isto é, no caso de você lançar uma magia que não consiga quebrar totalmente o escudo mágico do inimigo, algum dano ela causará a ele, reduzindo, assim, a força do tal escudo.

Combos de magia também podem ser utilizados em King Arthur II, e isto representa uma grande vantagem em um título como este. Este jogo é espetacular, e pode ser um verdadeiro must have para quem aprecia jogos de estratégia belíssimos, profundos e instigantes. Além do mais, King Arthur II foi desenvolvido pelo mesmo estúdio que desenvolveu o primeiro título da série, em 2009. Ou seja, os caras sabem muito bem com o que estão lidando.

Aguarde. Dia 27 de Janeiro está chegando.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest