O XBLA mais aguardado dos últimos tempos, Lara Croft and the Guardian of Light, já está disponível na Xbox Live, por 1200 Microsoft Points. Se você quiser testar o game antes de comprar, basta baixar sua demo. A Crystal Dynamics fez um belíssimo trabalho, e o Summer of Arcade deste ano iniciou e terminou com belíssimos títulos. Limbo iniciou o Summer of Arcade 2010 com sua escuridão repleta de simbologia.

Uma maravilhosa e “viciante” obra de arte, repleta de beleza e inovação, sem contar com as visões perturbadoras que apresenta e que, com certeza, podem chocar algumas pessoas. Isto, entretanto, não diminui nem um pouco o seu valor: Limbo é inovador ao extremo, e foi mais uma obra prima lançada durante estes eventos anuais que a Microsoft promove. E Lara Croft and the Guardian of Light encerra o período de forma luminosa. Dois games fantásticos, um o oposto do outro, se considerarmos o gameplay como um todo, abriram e encerraram as 5 semanas de lançamentos na Xbox Live, de forma magistral. Minha única decepção durante estas últimas semanas foi Castlevania: Harmony of Despair, mas deixemos isto para lá. 🙂

No XBLA da Lara Croft você conta com a ajuda do Guardião da Luz, Totec, o qual é despertado justamente pelo mesmo evento que causou a libertação de Xolotl, o “chefão do mal”, digamos, presente no game. Você se encanta pelo game já a partir de seu início: é impossível não se sentir maravilhado ao ouvir a belíssima música de abertura. Orquestrada, com a presença de corais e majestosa, trata-se de uma música que parece te fazer hesitar, e você fica se perguntando se aperta o botão “Start” e inicia o game logo ou se permanece mais um pouco na tela de início, ouvindo a bela composição.

A beleza do game está presente também nos ícones de seus menus, os quais são representados por cenas contendo a Lara, o Totec ou ambos. A introdução do título é maravilhosa. Cenas que lembram um desenho animado contam como se deu a libertação de Xolotl e o despertar do companheiro da Lara, o Guardião da Luz, Totec. Xolotl mais à frente revela quanto tempo esteve preso no Mirror of Smoke, e mais informações a respeito de Totec também são fornecidas. Informações muito interessantes, diga-se de passagem.

Lara Croft, muito impetuosa como sempre tem, logo no início, um diálogo curto mas muito engraçado com o Guardião da Luz, e se você sente saudades de Tomb Raider, saiba que a Lara ainda utiliza suas “velhas” pistolas, uma em cada uma de suas mãos, e você deve utilizar o analógico direito para mirar.

Logo do início do game existe um puzzle, fácil de ser resolvido, mas que serve para dar uma idéia do quão bacana é o game e sua mecânica, e também do que você irá encontrar pela frente. Na verdade, acredito que nem podemos chamar este primeiro puzzle de puzzle. Ele é tão simples e “barulhento” que nossos neurônios nem energizados ficam, para resolvê-lo. Puzzles, muitos puzzles. É impossível andar por muito tempo em Lara Croft and the Guardian of Light sem topar com algum quebra-cabeças.

Tutoriais vão guiando o jogador no início do game, os gráficos são belíssimos e desafios e recompensas em cada fase ajudam a compor este belo e instigante trabalho da Crystal Dynamics. Como fã de Tomb Raider e da Lara Croft, me senti maravilhado, ontem à noite, ao jogar Lara Croft and the Guardian of Light pela primeira vez. A trilha sonora é também sensacional, e se existem dois games que são dois verdadeiros must have neste Summer of Arcade, estes são Limbo e DLC, ou, “Downloadable Lara Croft”. 🙂

Tudo está lá: a corda, as pistolas, os saltos, a Lara se agarrando em saliências, os puzzles, a ambientação muito mais do que característica e adequada ao “espírito Lara Croft”, a interação com elementos utilizáveis no cenário, a trilha sonora majestosa e que serve para aumentar ainda mais a pressão que você sente ao jogar um título deste porte e… “ela”. A Lara, esta bela e ágil heroína dos vídeo-games.

Lara Croft and the Guardian of Light é um título maravilhoso. Se você ainda não comprou nenhum game durante o Summer of Arcade, e acha Limbo muito “dark”, pense no XBLA da Lara Croft como uma explosão de luz que fará com que você fique ofuscado por muito tempo, se esquecendo de que outros games estão no HD do seu Xbox 360 (ou em sua prateleira).

P.S.: vale ressaltar que se trata de um XBLA com 2.2 GB. Olhem só como a distribuição digital de games está cada vez mais se “libertando”. 🙂

Pin It on Pinterest