Ontem publiquei a respeito do DLC “The Sacrifice”, para Left 4 Dead, da Valve, e mencionei sua gratuitade no Steam. Através de um update o DLC foi inserido no game e pronto. Nada de pagar pelo pacote de expansão. Pelo menos para quem possui a versão PC. Bom, a Microsoft lançou, através da Xbox Live, o mesmo DLC, e está cobrando pelo mesmo 560 Microsoft Points. É claro que todos sabemos das questões contratuais e do quão penoso deve ser para as desenvolvedoras e distribuidoras lançar qualquer coisa gratuita na Live. Aliás, deve ser penoso até mesmo lançar algo pago, penso eu.

De qualquer forma, penso eu, também, a Microsoft deveria rever muitos de seus conceitos em relação a este tipo de coisa, pois quem comprou o mesmo game, para uma plataforma diferente, por exemplo, acaba sendo prejudicado, enquanto que a versão PC do game recebeu “The Sacrifice” gratuitamente. Todos os PC gamers que jogam o título da Valve devem estar felizes da vida, agora, enquanto que aqueles que jogam no Xbox 360, por exemplo, devem estar morrendo de raiva.

Sorte minha que peguei Left 4 Dead 1 e 2 para PC, e tive a chance de ganhar o DLC. A Valve poderia muito bem ensinar a muitas empresas da área de games como se trata um cliente com respeito. É meio que ridículo vermos o mesmo conteúdo sendo cobrado em uma plataforma enquanto é dado de graça na outra. Parece meio que uma punição, até, e isto mostra o quão prejudicial determinadas distribuidoras e fabricantes de consoles podem ser, muitas vezes, se sobrepondo aos direitos de quem desenvolveu o game e, a princípio, deveria ditar as regras.

Mas negócios são negócios, feliz ou infelizmente, dependendo do caso, e percebo isto ao lidar quase que diariamente com desenvolvedores e distribuidores, quando vejo que muitas vezes a desenvolvedora tem extrema boa vontade mas é cerceada pela distribuidora. Felizes, em alguns aspectos, são os desenvolveres independentes, que dispõem de seu trabalho como bem entendem. Felizes, entretanto, até certo ponto, pois ser um desenvolvedor independente não é nada fácil.

De qualquer forma, é óbvio que existem limites na Xbox Live. Limites no tocante à quantidade de updates e DLC’s. No tocante a até onde determinada empresa pode disponibilizar seu conteúdo, de que forma pode disponibilizá-lo, etc. Contratos muitas vezes prejudiciais aos gamers são assinados, e estes, o verdadeiro “alvo” de todas as ações de marketing destas empresas gigantes, muitas vezes se sentem enraivecidos. E com razão.

É, negócios são negócios. E games não são brincadeira. Em diversos sentidos. E se você ainda não comprou Left 4 Dead e/ou Left 4 Dead 2 no Steam, corra e também dê uma olhada no trailer do DLC “The Sacrifice”. Esta promoção de Left 4 Dead no Steam está literalmente “matando” o site. No bom sentido, é claro. Ontem à noite todo o sistema de comunidade, friends, etc, estava fora do ar. 🙂

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest