Confesso que o Metallica foi uma das bandas que mais marcaram minha “vida de headbanger”. Me decepcionei totalmente com a banda, entretanto, depois do “Black Album”. Aliás, considero o Metallica como Metallica até este álbum, o qual continha belas músicas, tais como, por exemplo, Wherever I May Roam, The God that Failed, Sad But True, Enter Sandman, etc. Aliás, não consigo imaginar como uma banda que criou maravilhas como Master of Puppets, Orion, Seek and Destroy, For Whom the Bell Tolls, Creeping Death e tantos outros petardos conseguiu decair tanto. Seria a falta do Cliff Burton?

Bom, chega de digressões. O fato é que sou um fã do Metallica até o Black Album e pronto. 🙂 A banda tocará hoje no aeroporto de Santa Monica, na Califórnia, e o evento, promovido pela Activision, tem como meta arrecadar 1 milhão de dólares para ajudar veteranos de guerra a retornarem à vida civil, incluindo o retorno ao trabalho “não militar”.

Segundo Bobby Kotick, CEO da Activision, a taxa de desemprego entre os veteranos de guerra é 21% mais alta do que a taxa de desemprego para todos os norte-americanos. Segundo ele, existem 500 mil veteranos de guerra desempregados no país. Se existe uma atitude da Activision que deve ser elogiada, é esta. É claro que existem interesses comerciais por trás de tudo isto, mas algumas vezes os fins justificam os meios.

Seria fantástico se tivéssemos mais eventos deste porte, com tais finalidades humanitárias, a cada vez que um game estivesse prestes a ser lançado. Tomara que o Metallica abra o show com One, aliás.

É, esta banda marcou mesmo a minha vida, e quando alguma de suas músicas “rolava” na Led Slay, em São Paulo, a noite ficava muito melhor. 🙂

(Via: Joystiq)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest