Gosto muito de First Person Shooters que fogem do padrão. Que contam com elementos adicionais, que vão além do simples “atirar para todos os lados e matar inimigos sem parar”. Shooters com alma, com riquíssimas histórias, com personagens memoráveis e, principalmente, com campanhas singleplayer instigantes, são sempre muitíssimo bem vindos.

É isto o que acontece com a série Metro, da desenvolvedora ucraniana 4A Games. Metro 2033, de 2010, e Metro: Last Light, de 2013, foram jogos impressionantes, repletos de elementos capazes de prender o jogador na cadeira por horas e horas a fio.

E Metro Exodus, aliás, já é gold (está pronto), e será lançado uma semana antes do previsto. Mais precisamente, no dia 15 de fevereiro de 2019, para PC, Xbox One e PlayStation 4. Teremos novamente Artyom como protagonista, mas diferentemente dos títulos antecessores, teremos ambientes maiores, mais espaço para exploração e furtividade, e elementos de sandbox e sobrevivência.

Em Metro Exodus teremos, segundo a 4A Games, fases enormes e não lineares, diferentemente do que aconteceu em Metro 2033 e Metro: Last Light, FPSs mais “tradicionais”, digamos, e meio que focados em “corredores”, apesar de sermos capazes, vez ou outra, de nos aventurarmos em espaços mais abertos. Metro Exodus também será baseado na obra do escritor russo Dmitry Glukhovsky, e será o jogo mais ambicioso da franquia.

Metro Exodus

Nossos fãs têm esperado pacientemente por Metro Exodus desde que anunciamos o título na E3 2017. Nós havíamos atrasado a data de lançamento para garantir que a 4A Games tivesse tempo para entregar sua ambiciosa visão do jogo, mas agora estamos satisfeitos em confirmar que o Metro Exodus já é gold e que podemos adiantar a data de lançamento para 15 de fevereiro de 2019“, disse Klemens Kundratitz, CEO da Deep Silver.

O novo jogo da série será ambientado em 2036, um quarto de século depois que a guerra nuclear devastou a Terra. Sobreviventes ainda vivem e sofrem naquilo que restou do metrô de Moscou, ainda tendo de lidar com radiação, mutantes e elementos paranormais, como vimos mais fortemente em Last Light.

Em Exodus, Artyom deverá liderar um grupo de Rangers e fugir dos túneis, em uma jornada que atravessará a Rússia pós-apocalíptica, passando por vastos ambientes não lineares, e que levará cerca de um ano, atravessando todas as quatro estações, o que incluirá, obviamente, mudanças climáticas significativas.

Os sobreviventes também viajarão à bordo de uma locomotiva a vapor altamente modificada, e também haverá espaço para escolhas que alterarão o rumo da história, de uma maneira nunca antes vista na franquia.

Trata-se, realmente, do título mais ambicioso da série, e em comemoração ao anúncio, a Deep Silver divulgou um vídeo muito bonito (além de melancólico). Trata-se, na verdade, da sequência inicial de Metro Exodus, o qual você pode conferir abaixo:

Pin It on Pinterest