Xbox Live

Em resposta a tudo o que estão dizendo por aí, e também em resposta à empresa Abington IP, que disse estar “investigando” o assunto com a finalidade de entrar com uma ação em massa contra ela, devido à recente onda de consoles banidos da Xbox Live, onde talvez 1 milhão de Xbox 360 tenham sido banidos, a Microsoft finalmente se posicionou a respeito, e disse o seguinte ao Financial Post:

“A pirataria é ilegal, e modificar um Xbox 360 é uma violação dos Termos de Uso da Xbox Live. A Microsoft está dentro de seus direitos legais ao banir estes usuários da Xbox Live.”

Controvérsias à parte

Foi dito que a Microsoft se aproveitou do lançamento e do hype provocado por títulos como Modern Warfare 2 e Halo 3: ODST para arrecadar o máximo em assinaturas gold, e então dar início à esta onda que culminou em milhares e milhares de usuários tendo seus consoles “expulsos” da rede de jogos online da Microsoft.

Bom, toda e qualquer pessoa ao criar sua conta na Live tem que concordar com os termos de uso do serviço, as tais TOS, que quase ninguém lê. Se essa pessoa leu ou não leu tais termos, o problema é dela, mas sua concordância foi dada, e dentre as cláusulas, consta a proibição à modificação do hardware do console.

E isto está bem claro, ali na cláusula 16, onde é dito que

“Qualquer tentativa de desmontar, descompilar, criar trabalhos derivados de, engenharia reversa, modificar, sublicença adicional, distribuir, ou usar para outras finalidades o Serviço, qualquer jogo, aplicação, ou outro conteúdo disponível ou acessível através do Serviço, ou qualquer hardware ou software associado com o Serviço ou com um console Xbox ou Xbox 360 é estritamente proíbido e pode resultar em cancelamento de sua conta e/ou de sua capacidade de acessar o Serviço.

Ou seja, tudo já estava previsto lá trás, nos termos de serviço que ninguém lê, e agora o pessoal reclama? Seria até interessante ver esse pessoal todo entrar com uma ação em massa com a Microsoft, só pra ver o que acontece. Mas eu, particularmente, duvido muito que isto ocorra. 🙂

E como bem afirmou o site Joystiq, todos sabemos que mega lançamentos tais como Modern Warfare 2 ou Halo 3: ODST representam um grande aumento na pirataria. Portanto, nada mais prático do que “pegar o gato no pulo”, não é?

Via: Joystiq

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest