No dia 04 de Novembro de 2011 o Kinect, da Microsoft, completará um “ano de vida”. O acessório também entrou para o Guinness Book, como o “eletrônico que mais vendeu no menor espaço de tempo”. Nos primeiros 60 dias, o aparelho vendeu mais de 8 milhões de unidades, e este número já deve ter sido suplantado há muito tempo.

Aprecio bastante a tecnologia do Kinect, seu conceito, etc. Acredito, entretanto, que jogos mais “relevantes”, digamos, devem ser lançados com suporte ao periférico. Comandar membros da equipe em Mass Effect 3 não vale, principalmente porque os comandos deverão ser pronunciados em inglês e nem todas as pessoas estarão totalmente confortáveis nesta parte.

A notícia de aniversário do Kinect deve ser comemorada, sem sombra de dúvidas. Mas a Microsoft tem também de trabalhar em prol de outras utilizações para ele. Já li algumas notícias muito interessantes a este respeito, mencionando inclusive que a Microsoft trabalhará com algumas empresas que não utilizarão o sensor em games, e sim em outras áreas.

Tudo isto é muito interessante, e talvez mostre que uma das grandes possibilidades abertas pelo Kinect não passe por nossos consoles.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest