Modern Combat 4: um novo padrão para FPS em dispositivos móveis

A Gameloft lançou o jogo Modern Combat 4: Zero Hour para iPhone e iPad. O novo título da famosa franquia conta com gráficos muito bonitos e custa US$ 6,99. O jogo, entretanto, não será lançado na App Store brasileira, devido ao seu grande realismo e à violência (como se outros títulos bem violentos também não fossem por aqui lançados – mas tudo bem, já sabemos que o governo brasileiro é capaz de fazer muitas bobagens, e sabemos também que por aqui tudo é mais difícil).

Modern Combat 4

Modern Combat 4: Zero Hour é mais um daqueles jogos que nem parecem ter sido desenvolvidos para smartphones e tablets; a Gameloft também avisa que o jogo chegará ao Android em breve. Com legendas em português do Brasil, um enredo bem interessante e, claro, gráficos de tirar o fôlego, Modern Combat 4 representa um novo padrão para jogos FPS em dispositivos móveis.

Em seu enredo temos um desastre nuclear nos Estados Unidos e terroristas liderados por um norte americano chamado Edward Page, o qual já pertenceu a um grupo de elite do exército americano. Também será possível jogar a campanha na pele de Page, o que pode ser bastante interessante, pois teremos assim a chance de conhecer os dois lados da história.

Modern Combat 4

O multiplayer é um elemento no qual a Gameloft investiu bastante. Segundo a empresa, trata-se do “melhor e mais completo modo online já feito para um jogo de iPhone ou iPad“. O título conta com 8 mapas e 8 modos de jogo, e o jogador pode customizar o armamento de diversas maneiras diferentes. São possíveis até 20.000 combinações diferentes, e modelos em 3D de cada uma das armas também estão disponíveis.

Assista ao trailer de lançamento do jogo:

Poderá gostar também

7 Comments

  1. Os gráficos estão muito bons, como é padrão da Gameloft, mas que sacanagem é essa de não ser vendido na App Store brasileira? Para que serve a p…. da classificação etária?

    Reply
    • @Hideki T,

      Estão fantásticos. Olha, isso de não sair na App Store BR, é uma sacanagem. E não deve ser da Gameloft, com certeza. Não consigo entender esse tipo de coisa. Poxa, como você mesmo disse, tem a classificação etária, etc. Um filme como o Pulp Fiction, agora, filme de anos e anos atrás, já era bem violento. E foi alugado, visto nos cinemas, etc. Temos filme bem mais violentos, hoje em dia, que “passam” na boa. Ou seja, é aquela velha história: preconceito e “otras cositas más” contra jogos eletrônicos.

      Reply
  2. se tem algo que eu nunca vou conseguir jogar é fps no celular/tablet.
    há algumas semanas, um colega de trabalho comprou um galaxy tab e pegou um jogo (muito legal) de FPS (nao sei o nome). Tentem jogar… que desgraça!!

    Mas muito bonito mesmo esse jogo. Não parece mesmo ser mobile

    Reply
    • @Fefa,

      Fefa, mas será que não é questão de insistir um pouco? 🙂

      Me lembro que na primeira vez em que joguei um N.O.V.A., por exemplo, foi no iPhone. Foi o 2. Apanhei bastante. Acho que foi minha primeira experiência com FPS em um smartphone. Acabei me divertindo muito, e me acostumando. Quando peguei o N.O.V.A. 3, tudo já correu tranquilamente. Em alguns jogos dá pra ativar controles via giroscópio, etc. Eu sempre desativo isso, e flui numa boa. Se você tem um Android, tenta o Dead Trigger, da MadFinger. É um ótimo FPS, com zumbis, e gratuito.

      Reply
  3. Tentei* jogar. Seria sacanagem eu dizer ‘tentem’ sem nem falar o nome do jogo rs

    Reply
  4. Ah era esse Dead Trigger mesmo que eu joguei. pode ser costume sim, mas foi bem desanimador jogar isso hahaha

    Reply
    • @Fefa,

      Poxa, Dead Trigger é muito bacana. Ficou gratuito até no iOS. 🙂

      Mas eu imagino. É questão de costume, mesmo… rsrsrs

      Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest