Eu sinceramente não sei o porquê da Microsoft não dar mais atenção nem tampouco anunciar com mais ênfase os lançamentos de sua seção relacionada aos indie games na Xbox Live (antigo community games), a “Xbox Live Indie Games“. Pelo menos poderiam anunciar os lançamentos mais interessantes e/ou de maior “peso”.

Poxa, I MAED A GAM3 W1TH Z0MB1ES!!!1, game divertidíssimo que custa apenas 1 dólar, vendeu 160.000 cópias em 2009, em cerca de 4 meses. Isso porque foi lançado em agosto do ano passado. Imagine o montante agora. E imagine o dinheiro que ambos, desenvolvedor e Microsoft, já ganharam. É algo para se levar em consideração, não é? Claro, quando falo neste montante, estou aqui pensando em mim e em você, leitor do XboxPlus (a não ser que tenhamos algum magnata dentre nossos leitores 🙂 ). Porque isto, para a Microsoft, não é nada.

Voltando ao assunto deste artigo, existem muitos bons games lá na Xbox Live Indie Games, e ainda vou montar uma lista com os mais interessantes e publicar aqui no XboxPlus. Mas na semana passada, “passeando” por lá, me deparei com um game que me chamou a atenção logo de cara. Baixei a demo, joguei por algums minutos e adorei. Totalmente. Resultado: comprei. O game se chama MotorHEAT, e custa apenas 240 Microsoft Points (US$ 3,00). Ou seja, menos de 6 reais. E vou te dizer uma coisa: ele é sensacional! 🙂

Sobre MotorHEAT

MotorHEAT é um indie game exclusivo para o Xbox 360, distribuído também exclusivamente através da Xbox Live, através do canal que mencionei acima. O jogo foi desenvolvido pelo “Milkstone Studios“, um grupo de 3 desenvolvedores espanhóis que, em minha opinião, criou um sensacional e divertido game. Aliás, este é o terceiro projeto deles.

É claro que você não deve esperar por gráficos estonteantes nem tampouco por um game para o qual você olhe e diga: “- Uau, esse é o game do ano”. Ok, exagerei um pouco. 🙂

Mas, tenho plena certeza de que essa não é e nem foi a idéia do pessoal do Milkstone Studios ao desenvolver o jogo. E MotorHEAT é fantástico.

Um game especial em sua aparente simplicidade. Divertido, super fácil de se jogar, com gráficos muito bonitos e uma apresentação impecável.

Logo na abertura do jogo você já percebe o esmero dos desenvolvedores. Parece que você está assistindo à inicialização de um game AAA, tamanha a qualidade da apresentação. Os menus também são muito bonitos e bem desenhados, e é possível até personalizarmos o carro, escolhendo cores primárias, secundárias e padrões. Realmente, um trabalho digno de ser divulgado e de constar na lista dos mais vendidos em 2010 na Xbox Live Indie Games, quando fizerem o “balanço”, no final do ano.

Jogando MotorHEAT

À primeira vista, MotorHEAT parece um game de corrida. Mas não é. A idéia aqui é a seguinte: você está na direção de um super carro de corrida, tem uma longuíssima estrada para percorrer e está sem freios. Sim, totalmente sem freios. Aliás, nem é necessário acelerar: o carro mantém uma velocidade constante, sendo esta aumentada conforme a utilização de um recurso a respeito do qual vou comentar mais abaixo.

Velocidade, é disto que estamos falando. E você ainda pode utilizar uma espécie de turbo, ativado através do gatilho direito do controle, o “RT”. Através do turbo, a velocidade atingida chega a ser absurda. Você chega a ficar tonto. Mas use-o com cautela: o turbo se esgota rapidamente, conforme você o utiliza, e são necessárias certas ações, conforme explicarei abaixo, para conseguir utilizar novamente o recurso.

Olha só a qualidade gráfica do game! 🙂

Um dos objetivos do game, além de correr contra o tempo, atingir os checkpoints para ganhar mais tempo e dirigir o mais rápido que puder, é passar o mais próximo possível de outros carros, sem no entanto se chocar contra os mesmos. Aqui está uma das grandes sacadas do game da Milkstone.

Faça isto e ganhe bônus e mais “carga” para o seu turbo. A pontuação e a carga no turbo que você ganha são proporcionais à proximidade com que você passa por outros carros: passe bem perto, quase batendo (mas sem bater), e veja o medidor encher e ganhe um “excellent”. Passe não muito perto dos outros carros e veja que seus “ganhos” serão inferiores. Colida com um carro e seja infeliz, além de perder 10 segundos de seu tempo, o qual já não é muito grande. Mas as cenas de colisão são muito legais e bem feitas, e eu mesmo bato de vez em quando só para poder presenciá-las (desculpa de um “bração” ao volante). 🙂

Muito bonito, não? 🙂

Durante sua viagem, você pode coletar também alguns itens pela extrada, os quais, dependendo do tipo, podem lhe dar invencibilidade por um certo tempo, mais carga para o turbo e multiplicar a sua pontuação, por exemplo. A dificuldade do game vai aumentando gradualmente, e até com neblina você terá de lidar durante sua viagem mirabolante. Isto sem falar no fato de que chega um momento em que você terá de dirigir à noite.

Finalizando

MotorHEAT foi uma grata surpresa. Um grande indie game disponível para o Xbox 360, sem sombra de dúvidas. Jogabilidade simples e viciante (você só utiliza o analógico esquerdo para dirigir o carro e o botão “RT” para usar o turbo), gráficos muito bonitos (sensacionais, na verdade, principalmente se nos lembrarmos dos possíveis poucos recursos que os desenvolvedors tinham à disposição) e efeitos sonoros muito convincentes.

O jogo é super divertido, e vendido por um preço muito abaixo do que ele vale realmente, em minha modesta opinião. E os desenvolvedores ainda estão oferecendo prêmios e prometem novidades. Se eu fosse você, pegaria sua cópia o quanto antes. Eu já garanti a minha e estou aqui correndo (e batendo), todas as noites. 🙂

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest