Assassin’s Creed Odyssey será lançado no próximo dia 05 de Outubro, para PC, Xbox One e PlayStation 4. Anunciado durante a E3 2018, trata-se de um título bastante ambicioso, do Assassin’s Creed com o maior mapa da franquia (e olhe que o mapa de Assassin’s Creed Origins já é imenso).

Trata-se, também, de um jogo que se aproximará ainda mais de um RPG, inclusive contando com um sistema de escolhas que permitirá que os protagonistas tracem seus próprios destinos, alterando o desenrolar da trama, de outros personagens e também dos locais ao seu redor (serão mais de 30 horas de diálogos de escolha, vale ressaltar, além de vários finais diferentes). O jogo será ambientado no século V a.C, durante a Guerra do Peloponeso, na qual Atenas lutou contra Esparta.

A Ubisoft na verdade promete um verdadeiro RPG, e Assassin’s Creed Odyssey contará com 2 personagens jogáveis (Alexios e Kassandra). Diferentemente daquilo que vimos em Assassin’s Creed Syndicate, entretanto, não poderemos alternar entre os dois conforme bem desejarmos, durante a campanha (como fizemos com Evie e Jacob Frye): uma vez realizada a escolha, no início do jogo, o protagonista será mantido até o final.

Assassin's Creed Odyssey

Odyssey também trará de volta batalhas navais em larga escala, e não apenas em momentos isolados (e escassos, sou obrigado a dizer), como em Assassin’s Creed Origins. O jogador poderá explorar os mares à vontade, sendo que o mapa inteiro da Grécia estará à disposição, incluindo praias e cidades vibrantes, montanhas cobertas de neve, e até mesmo as profundezas do mar Egeu. Teremos, pelo que tudo indica, um imenso e riquíssimo mundo aberto à nossa disposição.

Como já de praxe na franquia, haverá também a presença de lugares e personagens históricos, além de muito conteúdo explorável, incluindo atividades extras as mais diversas, missões primárias e secundárias, etc. Armas e equipamentos também poderão ser customizados pelo jogador, e existirão mais habilidades desbloqueáveis que em AC: Origins. A Ubisoft também promete batalhas verdadeiramente épicas, com 150 soldados de cada lado.

Confesso que mal posso esperar por tal jogo, principalmente depois de tudo aquilo que vi (e adorei) em Origins. Assassin’s Creed Odyssey, jogo que se encontra em desenvolvimento pela Ubisoft Quebec em parceria com 10 outros estúdios de propriedade da gigante francesa, parece realmente bastante promissor. Haverá ainda, segundo dizem, a possibilidade de romances durante o gameplay (tudo relacionado com escolhas feitas durante os diálogos).

 A Ubisoft divulgou hoje um trailer muito bacana de Odyssey, aliás, no qual é destacado o poder da escolha. Ele é muito bonito. Dê uma olhada:

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest