FullEu não sei quanto a vocês, mas o HD do meu Xbox 360 já está quase lotado. São DLC’s, demos, vídeos, jogos da XBLA e, depois da NXE, jogos instalados no HD, para poupar o leitor e agilizar os loadings. O que era para ser um benefício está trazendo em sua esteira um grande inconveniente: falta de espaço.

Se eliminarmos o supérfluo (vídeos, demos jogados e re-jogados, músicas, etc), o que sobra é conteúdo pelo qual pagamos, e aí, o que fazermos? Os HD’s oficiais custam quase o mesmo que uma facada no estômago, e mesmo assim, o maior deles, possui ao redor de 120 GB. Se tomarmos como exemplo uma pessoa “normal” (uma hipótese, apenas), teremos pelo menos 4 ou 5 jogos retail instalados no HD, o que já ocupa mais ou menos 30 GB.

Somemos a isto o espaço que o console reserva naturalmente, e chegamos quase aos 40 GB. Se somarmos a isto, ainda, nossos DLC’s e jogos XLA, o que nos resta, levando em consideração aqui um HD de 60 GB, o mesmo do kit nacional?

E a Microsoft ainda fala em distribuir games full a partir de agosto, via download, e cada jogo terá, mais ou menos, entre 4 e 7 GB. Ou seja, temos um grande problema em mãos. Ou a Microsoft começa a liberar a utilização de qualquer tipo de HD em seu console, ou teremos um sério problema muito em breve.

Simplesmente “jogarmos fora” DLC’s ou XBLA’s pelos quais pagamos para inserir mais conteúdo não é uma alternativa viável e/ou racional, portanto, o que nos resta? Parece que a resposta está nas mãos da Microsoft. Já ouvi rumores de HD’s oficiais para o Xbox 360 de 1 Terabyte de espaço ou mais, mas o preço será, como não poderia deixar de ser, exorbitante. E aí, como ficamos nós, gamers que optamos pelo console da gigante de Redmond?

Pelo menos deste mal não padecem os donos de um Playstation 3. 🙁

Crédito da foto

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest