O trabalho dos dubladores em jogos eletrônicos é algo sensacional. Esses profissionais têm de dar voz a seres virtuais. A personagens que existem dentro de um “outro mundo”. Eles não contam com atores reais nos quais seu trabalho possa ser baseado. Não creio que seja um trabalho fácil, principalmente quando se trata de jogos de estratégia, um gênero onde algumas vezes personagens e unidades são relegados a segundo plano, ou melhor, tratados como meros peões.

O trabalho de dublagem em Jagged Alliance: Back in Action foi realizado por uma empresa chamada 4Real Interactive. A kalypso Media divulgou um vídeo no qual podemos conferir um pouco do trabalho e também conhecer alguns dos dubladores que trabalharam no game. O áudio do vídeo se encontra em alemão, mas ele conta com legendas em inglês. Bem, se você desejar jogar Jagged Alliance: Back in Action em alemão também é possível.

Trata-se de uma espécie de vídeo-entrevista, durante a qual podemos também conhecer um pouco mais a respeito do trabalho do ator Richard Van Weyden, um dos dubladores que trabalharam no jogo de estratégia desenvolvido pela Coreplay. Richard trabalha com jogos eletrônicos há mais ou menos 8 anos, e é muito interessante o que ele diz a respeito de sua voz ser um instrumento musical, quando lhe é perguntado se ele faz algum tipo de exercício vocal para aquecê-la.

Ele também comenta a respeito do fato de que, em muitos games, os dubladores têm de “representar” diversos personagens. Isto é um tanto complicado, e em minha opinião aumenta ainda mais a importância destes profissionais para os quais, muitas vezes, ninguém dá a mínima importância. Seja um ator ou um dublador, “apenas”: representar mais de um papel é uma tarefa verdadeiramente hercúlea. Já imaginou quão difícil deve ser transmitir diferentes emoções e sensações? Diferentes personalidades que devem ser trabalhadas, em um mesmo projeto?

Dublar ao mesmo tempo um “mocinho” e um vilão? Um alienígena e/ou monstro e um humano, por exemplo? Sempre que vejo este tipo de vídeo fico bastante impressionado. Aconteceu o mesmo quando vi o trabalho de Mike Patton, em The Darkness II. Michael Buss, chefe de localização da 4Real Interactive, também comenta um pouco a respeito do trabalho da empresa, e diz inclusive que ele e sua equipe transformaram um hobby em uma profissão. Bacana, não?

Michael também revela alguns dados bem interessantes a respeito do trabalho em Jagged Alliance: Back in Action. Foi algo realmente grande, e que mostra que a indústria de games não é muito diferente da indústria do cinema também no quesito “áudio”. Dê uma olhada no vídeo, é muito interessante:

Link para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=byyYsf3YBS8&hd=1

Pin It on Pinterest